domingo, 28 de fevereiro de 2010

Os limites das crianças e o esporte

Nos dias de hoje, as maiores dificuldades dos pais e educadores são impor limites e disciplina as crianças, pelas mudanças que houveram na educação dos filhos, de tempos atrás aos dias atuais.

Algumas décadas atrás bastava o professor olhar firme para um aluno que ele logo entendia que estava fazendo algo de errado e que deveria mudar seu comportamento e também podia aplicar algum castigo para educar o aluno. A situação financeira dos pais em sua maioria não era boa e eles não davam tudo o que os filhos pediam. Os filhos tinham mais atenção e tempo dos pais, principalmente da mãe que não trabalhava, contribuindo de uma maneira eficaz na educação dos mesmos, colocando algumas regras de comportamento e castigos quando necessários. As crianças tinham tempo certo para estudar, brincar, comer, dormir, etc.

Hoje, os professores podem fazer caretas, falar e gritar que os alunos não estão nem aí; e aplicar castigos, não corresponde à educação moderna. Pela ausência dos pais na vida das crianças em virtude do trabalho e impedindo momentos de educar e proporcionar valores que devem ser seguidos, eles compensam com bens materiais. Não existem limites para as crianças no tempo de ver televisão, jogar videogame, na hora de dormir, de ficar na internet, do que comer e do presente que quer ganhar; dando entender à criança que ela pode fazer tudo que quer e na hora que quiser.

As crianças desde cedo precisam ter regras, tanto no sentido do que é permitido fazer quanto do que não é; do que é certo e do que não é; aprender a restringir certas vontades, aceitar que existe uma hora para cada atividade e a de trocar uma coisa por outra. Alguns fatores contribuem para a falta de limites em crianças como o excesso de tolerância, a falta de punição no momento adequado e a falta de coerência na ação dos pais. Os pais precisam compreender que dar limites não é ser mau, e sim dar-lhe proteção e cuidado, que tem a hora de dizer sim e também de dizer não.

Aí, é onde entra a escola, que acaba arcando com a responsabilidade de dar limites às crianças, e de forma especial os professores das primeiras séries do ensino fundamental que além de ensinar os conteúdos de sua série, tem de desdobrar-se em psicólogas, “tias” e conselheiras para entender e ajudar os alunos com problemas no comportamento. Segundo o ponto de vista educacional, "permitir tudo ou não permitir nada são hábitos igualmente nocivos ao comportamento da criança".

Os limites das crianças devem ser dados através de disciplina, e que na escola, desde cedo, o esporte pode colaborar com os ensinamentos de valores que serão úteis em sua formação como: respeitar as regras, adversários, colegas e professores; que ele depende dos colegas para obter bons resultados; aprender a ganhar e perder; ter responsabilidade com os horários de treinamento; que deve estudar mais para compensar as horas usadas nos treinos e se alimentar corretamente e em horários estabelecidos.

O esporte será um grande aliado dos pais e da escola na difícil tarefa de educar a criança, pois para educar é preciso esforço, paciência, dedicação, perseverança, responsabilidade e amor. As crianças tornar-se-ão adolescentes e adultos responsáveis, compreensivos e agradecidos pelas cobranças e bons exemplos recebidos na sua infância, de seus pais e educadores.

Como afirmou Pitágoras, “Educai as crianças de hoje e não será preciso punir os homens de amanhã”.

Por Professor José Costa

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

"Murilo Braga" Campeão de Aprovação no Vestibular 2010 da Rede Estadual

O Colégio Estadual “Murilo Braga”, tradicional estabelecimento de ensino, que formou várias gerações e contribuiu para o desenvolvimento do agreste sergipano como nenhum outro colégio, continua mais vivo do que nunca e mostrando que não perdeu em qualidade. Prova disso foi o prêmio recebido no último dia 05 de fevereiro pela expressiva aprovação dos seus alunos no Vestibular. Os resultados alcançados pelos alunos da casa é o reflexo do nível e da qualidade do ensino oferecido, fruto de uma equipe docente, em sua maioria, altamente qualificada e comprometida com o sucesso dos seus alunos.

No vestibular 2010 da UFS foram aprovados 107 alunos, sendo que 48 alunos estudaram no ano letivo de 2009 e 59 alunos estudaram em anos anteriores. A escola foi à campeã de aprovação da Rede Estadual em 2010, recebendo um prêmio pelo notável desempenho pelo Processo Seletivo Seriado 2010 da Universidade Federal de Sergipe. Foram premiados também o Pré-SEED de Itabaiana e o aluno Arlei Batista de Lima, que ficou entre os dez melhores colocados do Estado.

Este ano, o Murilo Braga estará oferecendo o Ensino Médio Inovador, um programa que conta com a parceria do MEC, mostrando sempre uma grande preocupação com a qualidade da formação do cidadão itabaianense. O Ensino Médio Inovador oferecerá para os alunos do primeiro ano do ensino médio do turno matutino aulas de Artes Cênicas, Atividades Integradoras e duas línguas estrangeiras modernas.

Prof. Msc. Cleidinilson de Jesus Cunha
Diretor do CEMB

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

PROVA DE REDAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

PROVA DE REDAÇÃO DA UFBA

Vejam só o que alguns dos vestibulandos foram capazes de escrever na prova de redação da Universidade Federal da Bahia, tendo como o tema: 'A TV FORMA, INFORMA OU DEFORMA?'

A seleção foi feita pelo prof. José Roberto Mathias.

'A TV possui um grau elevadíssimo de informações que nos enriquece de uma maneira pobre, pois se tornamos uns viciados deste veículo de comunicação'. (Brilhante!)

'A TV no entanto é um consumo que devemos consumir para nossa formação, informação e deformação'. (Fantástica!)

'A TV se estiver ligada pode formar uma série de imagens, já desligada não...' (Ah bom, uma frase sobrenatural!) .

'A TV deforma não só os sofás por motivo da pessoa ficar bastante tempo intertida como também as vista' (Sem comentários!).

'A televisão passa para as pessoas que a vida é um conto de fábulas e com isso fabrica muitas cabeças' (Como é que pode?).

'Sempre ou quase sempre a TV está mais perto denosco (?), fazendo com que o telespectador solte o seu lado obscuro'(esta é imbatível!).

'A TV deforma a coluna, os músculos e o organismo em geral' (É praticamente uma tortura!).

'A televisão é um meio de comunicação, audição e porque não dizer de locomoção' (Tudo a ver!).

'A TV é o oxigênio que forma nossas idéias' (Sem ela este indivíduo não pode viver!).

'...por isso é que podemos dizer que esse meio de transporte é capaz de informar e deformar os homens' (Nunca tentei dirigir uma TV!).

'A TV ezerce (uaiii !!!) poder, levando informações diárias e porque não dizer horárias' (Esse é humorista, além de tudo!).

'E nós estamos nos diluindo a cada dia e não se pode dizer que a TV não tem nada a ver com isso' (Me explica isso?).

'A televisão leva fatos a trilhares de pessoas' (É muita gente isso?).

'A TV acomoda aos tele inspectadores' (Socorro!!!).

'A informação fornecida pela TV é pacífica de falhas' (Uai!).

'A televisão pode ser definida como uma faca de trezgumes. Ela tanto pode formar, como informar, como deformar'(onde essa criatura arrumou esta faca???).

SEU OLHAR

SEU OLHAR

Quando estiver em dificuldade e pensar em desistir, OLHE PARA TRÁS e lembre-se dos obstáculos que já superou.

Quando tropeçar e cair, levante-se. Não fique parado, OLHE PARA FRENTE e esqueça o passado.

Ao sentir-se orgulhoso por alguma realização pessoal, OLHE PARA DENTRO e sonde suas motivações.

Antes que o egoísmo domine, enquanto seu coração é sensível, OLHE PARA OS LADOS e socorra os que o cercam.

Na escalada rumo às mais altas posições, no afã de concretizar seus sonhos, OLHE PARA BAIXO e observe se não está pisando em alguém.

Em todos os momentos da vida, seja qual for sua atividade, OLHE PARA CIMA e busque a aprovação de DEUS.

Autor desconhecido

Alimentação equilibrada

O que é alimentação equilibrada?

Alimentação Equilibrada ou Balanceada é aquela que oferece numa mesma refeição pelo menos um alimento de cada grupo (Energéticos, Construtores e Reguladores), pois assim conseguimos todos os nutrientes que nosso corpo precisa para viver em harmonia.

Isso significa que o consumo de uma variedade de alimentos é essencial para a obtenção do equilíbrio de nutrientes indispensáveis para satisfazer as necessidades fisiológicas e psicológicas de um indivíduo.

Para que servem os alimentos?

Os alimentos possuem funções diversas no organismo. Dividem-se em três grandes grupos, de acordo com a sua funcionalidade:
•Energético
.Construtores
•Reguladores

Alimentos Energéticos - Fornecem Energia
O corpo precisa de energia para andar, pensar, trabalhar, brincar e para atividades que até dormindo não podem parar, como por exemplo: respiração, batimentos do coração, circulação do sangue nas veias e outras. Todos os alimentos fornecem energia, uns mais que outros. Os que fornecem muita quantidade de energia estão no grupo chamado Energéticos. Alguns exemplos dos alimentos deste grupo: Óleo, manteiga, margarina, bacon, açúcar, mel, pão, cereal matinal, biscoito, bolo, doces, sorvete, arroz, macarrão, milho, batata, mandioca, mandioquinha, farinhas e outros.

Alimentos Construtores - Auxiliam no Crescimento e Restabelecimento dos Tecidos
O nosso corpo tem capacidade de fazer reparos (cicatrizar os ferimentos) e de construir ossos, pele, cabelo, unhas, dentes e outras partes. Da mesma forma, quando cortamos as unhas e os cabelos, eles continuam a crescer. Os alimentos que fornecem os nutrientes necessários à construção destes tecidos estão no grupo dos construtores: Carnes (boi, frango, porco, peixe, outros), leite e derivados (iogurte, queijo, requeijão, outros), ovos, feijão, ervilha, soja etc.

Alimentos Reguladores - Regulam o Funcionamento do Corpo
O organismo precisa de nutrientes para regular seu funcionamento, para prevenir certas doenças como gripes e resfriados e para ajudar na digestão dos alimentos. Os nutrientes reguladores são as vitaminas (A, B, C, D, E, K etc) e os minerais (Ferro, cálcio, sódio, potássio, zinco etc). Compõem este grupo os seguintes alimentos: Todas as frutas (banana, limão, laranja, maçã, outras), legumes e verduras (cenoura, chuchu, abobrinha, alface, couve, agrião etc).

Alimentos energéticos
Energia é o que o corpo humano precisa para realizar movimentos. Sejam os voluntários, como andar ou correr, ou aqueles que independem da nossa vontade como, por exemplo, respirar. Quem fornece essa energia para que o corpo se movimente são os carboidratos e as gorduras, nutrientes contidos nos alimentos energéticos.

Os carboidratos são encontrados no arroz, no milho, no trigo, na aveia, no macarrão, no feijão, na mandioca, nos pães, nos cereais matinais e em farinhas de todos os tipos. Em quantidades razoáveis, fornecem energia para as atividades do corpo, para o bom funcionamento dos órgãos e para a fixação das proteínas.

Porém, se consumidos exageradamente, podem se tornar um vilão, pois o excesso se transforma em gordura que, não sendo queimada, fica armazenada em alguma parte do corpo (barriga, culote...). A ingestão diária recomendável é de 150 a 300 gramas.

Já as gorduras têm a seu favor o fato de fornecerem energia de forma concentrada. Enquanto um grama de carboidrato produz quatro calorias, a mesma quantidade de gordura fornece nove calorias. Por isso ela deve ser consumida, mas com moderação.

O corpo também usa a gordura para armazenar energia e para manter sua temperatura. Quando ele sente a falta dos carboidratos, usa sua reserva de gordura. O problema com a gordura é que sua digestão é complicada. Por isso a prática de exercícios físicos torna-se importante para quem quer manter o corpo em forma e com saúde, pois são eles que vão ajudar a queimar esse excesso de gordura, mantendo o equilíbrio do organismo.

A quantidade diária recomendável depende do sexo da pessoa, de seu tamanho e de seu estilo de vida (sedentário ou ativo), mas entre 15 e 20 gramas por dia costuma ser uma quantidade recomendável pelos especialistas. Onde encontrar gordura? As melhores fontes são alimentos como manteiga, margarina, óleos vegetais, nozes, castanhas, amêndoas, avelãs, azeite, carne, gema de ovo e leite.

Alimentos construtores
Nosso organismo não pára um minuto sequer: está sempre fazendo um reparo aqui e outro ali, sempre se renovando e se fortalecendo.

As proteínas são a principal matéria-prima dessa constante manutenção, que faz com que ossos e músculos se desenvolvam, que cabelos, dentes e unhas cresçam e que os ferimentos se fechem. Além disso, esses nutrientes - presentes em grandes quantidades nos alimentos construtores - também auxiliam na formação das células, como os glóbulos vermelhos do sangue.

Pertencem ao grupo dos alimentos construtores todos os tipos de carnes (bovina, suína, aves e peixes) e seus embutidos (salsicha, presunto, mortadela etc.), leites e seus derivados (queijo, iogurte, coalhada etc.), ovos, feijão, ervilha, soja, grão-de-bico, nozes e castanhas.

Com tanta variedade, fica fácil manter uma dieta nutritiva, saudável e muito saborosa. A quantidade de proteína ideal para se consumir por dia é 0,8 grama para cada quilo da massa corporal. Ou seja, se você pesa 50 quilos, precisa de 40 gramas de proteína por dia para manter a forma.

Os alimentos mais ricos em proteínas são a carne magra de porco e o arenque defumado, que possuem, cada um, 33 gramas de proteína para cada 100 gramas. Mas cuidado: não passe dos limites, evitando consumir mais proteína do que o seu corpo precisa. Enquanto a carência desse nutriente causa transtornos como fraqueza, flacidez muscular, baixa resistência a infecções e anemia, sua ingestão exagerada e contínua pode causar desidratação e perda de cálcio dos ossos.


Alimentos reguladores
Enquanto os alimentos energéticos permitem que o organismo se movimente e os construtores se responsabilizam pela sua construção e manutenção, os reguladores fazem com que o corpo realize suas funções da forma mais correta possível.

É aí que entram as vitaminas e os minerais, micronutrientes encontrados no grupo dos alimentos reguladores, que, como o próprio nome sugere, regulam o funcionamento geral do organismo, mantendo seu equilíbrio.

Apesar de receberem o nome de micronutrientes, por estarem presentes nos alimentos em pequenas quantidades, eles são super importantes. Há uma lista variada de vitaminas e minerais e cada um desempenha diversas funções. Por isso, a presença de todos, mesmo em pequenas quantidades, é muito importante para o nosso organismo.

Para se ter uma idéia do estrago que a falta desses nutrientes podem fazer, uma pessoa carente de vitaminas e minerais tem grandes chances de apresentar envelhecimento precoce, anemia, hemorragias, fraqueza, cansaço e baixa resistência a infecções.

O melhor então é sempre incluir frutas, legumes, verduras, carnes, cereais, ovos, leite e feijão em suas refeições, e aproveitar os benefícios que essa rica dieta pode oferecer: fortalecimento do sistema imunológico, proteção contra os efeitos nocivos dos radicais livres, melhor funcionamento do intestino, pele mais bonita, e por aí vai.

Como as vitaminas e os minerais são muitos e possuem variadas funções, a quantidade diária recomendável varia de um para o outro.

Alimente-se bem e terá uma vida saudável.

Fonte: Revista Saúde

O VALOR DAS PEQUENAS COISAS

O VALOR DAS PEQUENAS COISAS

Aprenda a escutar a voz das coisas, dos fatos. E verá como tudo fala, como tudo se comunica contigo.

Em cada indelicadeza, assassino um pouco aqueles que me amam.

Em cada desatenção, não sou nem educado, nem cristão.

Em cada olhar de desprezo, alguém termina magoado.

Em cada gesto de impaciência, dou uma bofetada invisível nos que vivem comigo, ao meu lado.

Em cada perdão que eu nego, vai um pedaço do meu egoísmo.

Em cada ressentimento que esboço, revelo meu amor-próprio ferido.

Em cada palavra áspera que eu digo, perdi alguns pontos no céu.

Em cada omissão que pratico, rasgo uma folha do Evangelho.

Em cada esmola que eu nego, um pobre se afasta mais triste.

Em cada oração que não faço, um mundo de graças eu perco.

Em cada juízo maldoso, meu lado mesquinho aflora.

Em cada fofoca que eu faço, eu peco contra o silêncio.

Em cada pranto que enxugo, eu trono alguém mais feliz.

Em cada ato de fé, eu canto um hino à vida.

Em cada sorriso que espalho, eu planto alguma esperança.

Em cada espinho que eu finco, machuco algum coração.

Em cada espinho que arranco, alguém beijará minha mão.

Em cada rosa que oferto, os anjos dizem Amém!

Autor desconhecido

O que mais te surpreende na humanidade?


PERGUNTARAM AO DALAI LAMA

O que mais te surpreende na humanidade?

E ele respondeu:

"Os homens... porque perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde.

E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente de tal forma que acabam por não viver nem presente nem o futuro.

E vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se nunca tivessem vivido.”

Pedidos de uma criança aos pais

Não tenha medo de ser firme comigo. Prefiro assim. Isso faz com que eu me sinta mais seguro.

Não me estrague. Sei que não devo ter tudo o que peço. Só estou experimentando vocês.

Não deixe que eu adquira maus hábitos. Dependo de vocês para saber o que é certo ou errado.

Não me corrija com violência, e nem na presença de estranhos. Aprenderei muito mais se me falarem com calma e em particular.

Não me protejam das conseqüências dos meus erros. Às vezes eu preciso aprender pelo caminho mais áspero.

Não levem muito a sério minhas pequenas dores. Necessito delas para obter a atenção que desejo.

Não sejam irritantes ao me corrigirem. Se assim fizerem, poderei fazer o contrário do que me pedem.

Não me façam promessas que não poderão cumprir depois. Lembre-se que isso me deixará profundamente desapontado.

Não ponha à prova minha honestidade. Sou facilmente levado a dizer mentiras.

Não me mostrem um Deus carrancudo e vingativo. Isto me afastará Dele.

Não desconversem quando faço perguntas, senão serei levado a procurar respostas na rua todas as vezes que não obtiver em casa.

Não se mostrem para mim pessoas infalíveis. Ficarei extremamente chocado quando descobrir um erro de vocês.

Não me digam que meus medos e receios são bobos. Ajudem-me a compreendê-los e vencê-los. Eu me julgarei mais forte que vocês.

Não me tratem como uma pessoa sem personalidade. Lembre-se que eu tenho o meu próprio jeito de ser.

Não vivam apontando os defeitos das pessoas que me cercam. Isso vai criar em mim, mais cedo ou tarde, o espírito de intolerância.

Não esqueçam que eu gosto de experimentar as coisas por mim mesmo. Não queira me ensinar tudo. Não desistam nunca de ensinar o bem, mesmo quando eu pareça não estar aprendendo.

Insistam com amor e energia. Insistam através do exemplo e no futuro vocês verão em mim o fruto daquilo que plantaram.

Autor desconhecido

domingo, 21 de fevereiro de 2010

A valorização do esporte na escola

Na escola, a educação física é componente curricular obrigatório da educação básica como determina a LDB, Lei nº. 9394/96. Enquanto o esporte, como prática de competição é colocado à disposição dos alunos conforme os interesses da mesma, podendo oferecer desde os esportes coletivos como: basquete, futsal, handebol, voleibol aos individuais: natação, judô, ginástica, karatê. A iniciação esportiva deve começar nas primeiras séries nas aulas de educação física e nas escolinhas de maneira lúdica, até chegar às equipes de treinamento, que representará a escola em competições.

Nos dias de hoje umas das referências para a escola ser tida como boa e atraente é se oferece o esporte como elemento importante para contribuir na formação integral dos alunos; e os diretores ou donos das escolas, devem entender que o esporte não é despesa e sim investimento, onde o retorno é certo e rápido no aumento de alunos matriculados.

O esporte é um excelente meio de promover e tornar a escola mais conhecida na sociedade, principalmente quando obtém bons resultados nas diversas competições estaduais e classifica suas equipes para disputar competições nacionais, mas para isto deve haver investimentos em professores qualificados com formação acadêmica e compromissados com o esporte; ginásio de esportes ou quadra poli esportiva; piscina; sala de jogos e materiais esportivos adequados. O ideal é oferecer aos alunos treinos esportivos em dias intercalados, três vezes por semana, para que eles tenham condições de disputar com igualdade com as outras escolas.

A escola que promove o esporte está oferecendo meios ao aluno de adquirir não apenas saúde, desenvolvimento físico e intelectual, mas também a aquisição de valores morais e sociais que serão úteis na escola e em toda a sua vida como: responsabilidade, respeito, disciplina, amizade, trabalho em equipe, liderança, equilíbrio emocional, perseverança, honestidade e solidariedade, estimulando o aluno a ser “bom cristão e honesto cidadão”. O esporte ensina tudo o que um homem precisa saber para viver em sociedade.
O aluno que pratica esporte acaba gostando mais da escola, porque sente prazer e orgulho de representa – lá nas competições.

A escola deve valorizar o esporte como instrumento para a educação, saúde e o desenvolvimento sócio-cultural de seus alunos.

Por Professor José Costa

Benefícios da atividade física


Quais são os benefícios da atividade física?

A prática regular de exercícios físicos acompanha-se de benefícios que se manifestam sob todos os aspectos do organismo.

Do ponto de vista músculo-esquelético, auxilia na melhora da força e do tônus muscular e da flexibilidade, fortalecimento dos ossos e das articulações. No caso de crianças, pode ajudar no desenvolvimento das habilidades psicomotoras.

Com relação à saúde física, observamos perda de peso e da porcentagem de gordura corporal, redução da pressão arterial em repouso, melhora do diabetes, diminuição do colesterol total e aumento do HDL-colesterol (o "colesterol bom").

Todos esses benefícios auxiliam na prevenção e no controle de doenças, sendo importantes para a redução da mortalidade associada a elas. Veja, a pessoa que deixa de ser sedentária e passa a ser um pouco mais ativa diminui o risco de morte por doenças do coração em 40%! Isso mostra que uma pequena mudança nos hábitos de vida é capaz de provocar uma grande melhora na saúde e na qualidade de vida.

Já no campo da saúde mental, a prática de exercícios ajuda na regulação das substâncias relacionadas ao sistema nervoso, melhora o fluxo de sangue para o cérebro, ajuda na capacidade de lidar com problemas e com o estresse. Além disso, auxilia também na manutenção da abstinência de drogas e na recuperação da auto-estima. Há redução da ansiedade e do estresse, ajudando no tratamento da depressão.

A atividade física pode também exercer efeitos no convívio social do indivíduo, tanto no ambiente de trabalho quanto no familiar.

Interessante notar que quanto maior o gasto de energia, em atividades físicas habituais, maiores serão os benefícios para a saúde. Porém, as maiores diferenças na incidência de doenças ocorrem entre os indivíduos sedentários e os pouco ativos.

Entre os últimos e aqueles que se exercitam mais, a diferença não é tão grande. Assim, não é necessária a prática intensa de atividade física para que se garanta seus benefícios para a saúde. O mínimo de atividade física necessária para que se alcance esse objetivo é de mais ou menos 200Kcal/dia.

Dessa forma, atividades que consomem mais energia podem ser realizadas por menos tempo e com menor freqüência, enquanto aquelas com menor gasto devem ser realizadas por mais tempo e/ou mais frequentes.

Fonte: boasaude.uol.com.br

COMO VENCER A POBREZA E A DESIGUALDADE

Como vencer a pobreza e a desigualdade.

"Pátria Madrasta Vil"

Onde já se viu tanto excesso de falta? Abundância de inexistência. . Exagero de escassez... Contraditórios? ? Então aí está! O novo nome do nosso país! Não pode haver sinônimo melhor para BRASIL.

Porque o Brasil nada mais é do que o excesso de falta de caráter, a abundância de inexistência de solidariedade, o exagero de escassez de responsabilidade.

O Brasil nada mais é do que uma combinação mal engendrada - e friamente sistematizada - de contradições.

Há quem diga que "dos filhos deste solo és mãe gentil", mas eu digo que não é gentil e, muito menos, mãe. Pela definição que eu conheço de MÃE, o Brasil está mais para madrasta vil.

A minha mãe não 'tapa o sol com a peneira'. Não me daria, por exemplo, um lugar na universidade sem ter-me dado uma bela formação básica.

E mesmo há 200 anos atrás não me aboliria da escravidão se soubesse que me restaria a liberdade apenas para morrer de fome. Porque a minha mãe não iria querer me enganar, iludir. Ela me daria um verdadeiro Pacote que fosse efetivo na resolução do problema, e que contivesse educação + liberdade + igualdade. Ela sabe que de nada me adianta ter educação pela metade, ou tê-la aprisionada pela falta de oportunidade, pela falta de escolha, acorrentada pela minha voz-nada-ativa. A minha mãe sabe que eu só vou crescer se a minha educação gerar liberdade e esta, por fim, igualdade. Uma segue a outra... Sem nenhuma contradição!

É disso que o Brasil precisa: mudanças estruturais, revolucionárias, que quebrem esse sistema-esquema social montado; mudanças que não sejam hipócritas, mudanças que transformem!

A mudança que nada muda é só mais uma contradição. Os governantes (às vezes) dão uns peixinhos, mas não ensinam a pescar. E a educação libertadora entra aí. O povo está tão paralisado pela ignorância que não sabe a que tem direito. Não aprendeu o que é ser cidadão.

Porém, ainda nos falta um fator fundamental para o alcance da igualdade: nossa participação efetiva; as mudanças dentro do corpo burocrático do Estado não modificam a estrutura. As classes média e alta - tão confortavelmente situadas na pirâmide social - terão que fazer mais do que reclamar (o que só serve mesmo para aliviar nossa culpa)... Mas estão elas preparadas para isso?

Eu acredito profundamente que só uma revolução estrutural, feita de dentro pra fora e que não exclua nada nem ninguém de seus efeitos, possa acabar com a pobreza e desigualdade no Brasil.

Afinal, de que serve um governo que não administra? De que serve uma mãe que não afaga? E, finalmente, de que serve um Homem que não se posiciona?

Talvez o sentido de nossa própria existência esteja ligado, justamente, a um posicionamento perante o mundo como um todo. Sem egoísmo. Cada um por todos.

Algumas perguntas, quando auto-indagadas, se tornam elucidativas. Pergunte-se: quero ser pobre no Brasil? Filho de uma mãe gentil ou de uma madrasta vil? Ser tratado como cidadão ou excluído? Como gente... Ou como bicho?

Clarice Zeitel Vianna Silva, estudante de direito da UFRJ - RJ

Fonte: Na Boca do Povo - Itnet

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Curiosidades esportivas

A cortada de um jogador profissional de vôlei pode atingir velocidades superiores a 180 km/h.

Aurélio Miguel foi o primeiro judoca brasileiro a conquistar uma medalha de ouro na categoria meio-pesado, nas Olimpíadas de Seul em 1988.

Emerson Fittipaldi foi o mais jovem campeão mundial de Fórmula 1, com 25 anos.

Mohamed Ali (Cassius Clay) tornou-se campeão mundial de boxe, na categoria peso pesado, com apenas 22 anos.

Maria Esther Bueno, tenista brasileira, foi campeã mundial de simples nos anos de 1959, 1960 e 1964, em Wimbledon.

O saque jornada nas estrelas, subia a uma altura de 15 metros. A bola descia a uma velocidade de 72 km/h.

Gustavo Kuerten, o Guga, foi o primeiro brasileiro a vencer o torneio profissional de tênis em Roland Garros, no ano de 1997.

A “Ola” das torcidas nos estádios de futebol começou no México durante a Copa de 1970. Em espanhol, “Ola” quer dizer onda.

Nas provas de natação das Olimpíadas, os melhores qualificados nas eliminatórias ficam nas raias 4 e 5. Estes são os locais de menor turbulência na piscina.

Roberto Dinamite é o maior artilheiro em campeonatos brasileiros, com 190 gols.

O campeonato mundial de Fórmula 1 foi inaugurado em 1950 e a primeira corrida realizou-se na Inglaterra.

Nos jogos olímpicos de 1896, somente 311 atletas masculinos de 13 países participaram de nove modalidades esportivas.

O Brasil é o único país que participou de todas as Copas do Mundo de futebol e o maior ganhador, com cinco títulos (1958, 1962, 1970, 1994, 2002).

O clássico mais antigo do futebol paulista foi realizado entre Corinthians e Santos no dia 212 de junho de 1913.

Maratona, a mais longa prova olímpica é disputada numa distância de 42,195 km.

O Maracanã é o maior estádio do mundo.

A partida Brasil 1 x 0 Paraguai, em 31 de agosto de 1969, foi assistida por 183.341 pagantes, no Maracanã.

O futsal nunca foi disputado em uma Olimpíada.

Os atletas que praticam handebol são chamados de handebolistas.

Em 1951, no Estádio Olímpico de Berlim, 75 mil pessoas assistiram ao jogo dos Globetrotters, foi o maior público do basquete mundial.

Por Professor José Costa

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

ORIENTAÇÃO PARA O ESTUDO

ORIENTAÇÃO PARA O ESTUDO

LOCAL DE ESTUDO
Sem atenção concentrada não se aprende, procure:
- um lugar isolado com boa iluminação;
- ter seu material escolar em ordem com os apontamentos em dia.

ATITUDES CORRETAS
A disposição física e psicológica é importante para aprender, por isso:
- estude sentado em uma cadeira e ereto;
- disponha o material de estudo em uma mesa;
- leia e releia o assunto de cada vez;
- concentre-se no que está fazendo.

DISTRIBUIÇÃO DO TEMPO
O tempo é precioso, em vista disso:
- estabeleça seu horário diário e semanal de estudo;
- reserve um tempo maior para as matérias mais difíceis.

COMO APRENDER NA SALA DE AULA
- participe atentamente da aula;
- anote todos os apontamentos e tire as dúvidas com os professores.
- colabore com a disciplina da turma.

COMO ESTUDAR EM CASA
- rever os conteúdos do dia;
- realizar as tarefas indicadas;
- verificar qual o melhor sistema de estudo. Resumindo, sublinhando ou lendo em voz alta.

COMO SE PREPARAR PARA AS PROVAS
A melhor forma é:
- estudar todo o assunto parte por parte;
- em seguida escrever o que aprendeu ou falando para si mesmo;
- procure ficar tranqüilo e tenha confiança em si mesmo.

Autor desconhecido

Não custa nada......

Fazer o que gosta sem atrapalhar os outros.

Respeitar pessoas que acreditam em coisas diferentes.

Não prometer coisas que não pode cumprir.

Respeitar as diferenças de religião dos outros.

Evitar contar pequenas mentiras.

Respeitar as pessoas independentemente da classe social.

Pensar duas vezes antes de fazer alguma coisa.

Resolver as coisas com a cabeça fria.

Confiar mais nos outros, mas com cautela.

Dizer sempre ”por favor” e “obrigado”.

Acreditar que podemos ser felizes com coisas simples.

Respeitar a opinião dos outros, mesmo que você seja contra ela.

Respeitar a diferença de cor de pele dos outros.

Ensinar alguma coisa a quem não sabe.

Limpar o que sujou e arrumar o que desarrumou.

Ajudar a quem é menor e mais fraco que você.

Devolver as coisas que você pediu emprestado.

Lembrar que a simpatia é mais forte que a truculência.

Evitar gozações com as dificuldades dos outros.

Ser mais humilde de vez em quando.

Evitar passar fofocas e boatos para frente.

Não tentar levar vantagem em tudo.

Conversar ao invés de discutir.

Não ficar nervoso com pequenas coisas.

Não descontar sua raiva em cima de outras pessoas.

Cumprimentar as pessoas sorrindo.

Respeitar o espaço dos outros.

Não julgar as pessoas pela aparência ou bagagem cultural.

Respeitar a privacidade das outras pessoas.

Acreditar que, o que você faz influi nos resto da comunidade.

Reclamar menos e fazer mais, seja pela cidade, seja por você.

Ser mais otimista e acreditar que dá para melhorar o mundo.

UM DESAFIO PARA NÓS BUSCARMOS UMA ATITUDE MELHOR!

Autor desconhecido

Antes de tudo o ser humano

Não Viva nesta terra como um estranho ou como um turista na natureza.

Viva neste mundo como na casa do pai: creia no trigo, na terra, no mar, mas antes de tudo creia no ser humano.

Ame as nuvens, os carros, os livros, mas antes de tudo ame o ser humano.

Sinta a tristeza do ramo que seca, do astro que se apaga, do animal ferido que agoniza, mas antes de tudo sinta a tristeza e a dor do ser humano.

Que lhe dêem alegria todos os bens da terra: a sombra e a luz lhe dêem alegria, as quatro estações lhe dêem alegria, mas sobretudo, a mãos cheias, lhe dê alegria o ser humano!

Nazin Hikmet – última carta ao filho

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

A EVOLUÇÃO/INVOLUÇÃO DO ENSINO

A Evolução/Involução do Ensino

Antigamente se ensinava e cobrava: tabuada, caligrafia, redação, datilografia.
Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas Industriais e Comerciais, e se cantava o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional antes de iniciarem as aulas.

Leia o relato de uma Professora de Matemática:

Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80. Dei à balconista R$ 20,00 e peguei na minha bolsa R$. 0,80 centavos, para evitar receber ainda mais moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer.
Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la. Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava dar-lhe a mesma explicação que lhe dei e ela aparentemente continuava sem entender. Por que estou contando isso?

Porque me dei conta da evolução/involução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:

1. Ensino de matemática em 1950:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de
produção é igual a 4/5 do preço de venda. Qual é o lucro?

2. Ensino de matemática em 1970:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00. Qual é o lucro?

3. Ensino de matemática em 1980:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de
produção é R$ 80,00. Qual é o lucro?

4. Ensino de matemática em 1990:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00

5. Ensino de matemática em 2000:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de
produção é R$ 80,00. O lucro é de R$ 20,00.
Está certo?
( )SIM ( ) NÃO

6. Ensino de matemática em 2009:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00.Se você souber ler coloque um X no R$ 20,00.
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00

7. Em 2010 vai ser assim:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler coloque um X no R$ 20,00.
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00

E se um moleque resolve pichar a sala de aula e a professora faz com que ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos, pois a professora provocou traumas na criança.

A seguinte pergunta foi vencedora em um congresso sobre vida sustentável.

“Todo mundo 'pensando' em deixar um planeta
melhor para nossos filhos...
Quando é que 'pensarão' em deixar filhos
melhores para o nosso planeta?"

Mensagem recebida por e-mail

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

NOVAS REGRAS PARA O VENCIMENTO DA CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO

NOVAS REGRAS PARA O VENCIMENTO DA CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO

Foi criada uma lei, na mesma época em que foi criada a lei seca, que só pode ser renovada a carteira durante o prazo de no máximo 30 dias após o vencimento da mesma.

Após este prazo, a carteira é cancelada automaticamente e o condutor será obrigado a prestar todos os exames novamente: psicotécnico, legislação e de rua, igualzinho a uma pessoa que nunca tirou carteira.

Esta lei não foi divulgada como a lei seca e mais de 3.000 pessoas, só na cidade de SP, no mês de outubro de 2008, perderam suas carteiras de habilitação e terão de repetir todos os exames.

Fiquem atentos quanto ao vencimento de sua CNH.
Só por alto, fora a multa, para tirar novamente a CNH, fica por volta de R$ 1.200,00 e leva mais ou menos de 2 a 3 meses, isso se você passar por tudo da 1ª vez.

As mudanças começaram a valer no dia 1º de janeiro de 2010. Serão incluídos novos conteúdos, além de uma nova carga horária.

O Diário Oficial da União (DOU) publicou (22/11/2008) uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) que altera as regras para quem vai tirar a carteira de motorista.

Entre as mudanças está à carga horária do curso teórico que vai passar de 30 para 45 horas aula e a do prático, de 15 para 20 horas aula. Serão incluídos novos conteúdos, como as conseqüências
da ingestão de bebidas alcoólicas e cuidados especiais com motociclistas.

As mudanças começam a valer no dia 1º de janeiro de 2010. Quem já tiver iniciado o processo antes disso ainda vai pegar as regras antigas.

ALÉM DISSO: Providenciar com urgência a retirada do plástico e trocar o extintor por um cheio.

Mais uma regulamentação - sem a devida divulgação!

Agora é norma do CONTRAN e dá uma multa de R$ 127,50 para quem for apanhado fora da lei: O extintor de fogo obrigatório do carro tem que estar livre do plástico que acompanha a embalagem..

Tire a embalagem plástica e deixe o acesso ao extintor livre.

Não esqueça -- se um policial rodoviário, estadual ou federal parar seu carro e verificar que o extintor está protegido pelo saco plástico - ele vai te autuar - 5 pontos na carteira; e você só segue viagem após tirar o plástico, desde que o extintor esteja com a validade em dia ( e mais os tais R$ 127,50).

Caso a sua CNH só vença nos próximos anos, fixe um aviso no final da agenda e vá passando para a próxima ao trocá-la.

Fonte: Internet

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Direito à vida

A vida é sagrada, é um dom dado por Deus, que nos criou a sua Imagem. Por isto, ninguém tem o direito de dispor da vida dos outros; somente Ele pode tirá-la.

Nos dias de hoje, as pessoas estão banalizando a vida humana como se ela não tivesse nenhum valor, como se a outra pessoa não tivesse o direito de vivê-la plenamente. Esta banalização está acontecendo através dos abortos, da violência, das guerras, da fome e da miséria.

A mulher que engravida não tem o direito de cometer um aborto porque com a fecundação se dá o início da vida. Ela perguntou a este feto se ele não queria nascer? Ele não tem culpa de uma gravidez não planejada, por isto deve-se dar o direito à vida. Quem é a favor do aborto defende a morte de um inocente; quem é contra o aborto é a favor da vida. A mãe que tem seu filho recém-nascido não tem o direito de jogá-lo no lixo ou no rio para que morra; ou de deixá-lo em frente à porta de uma casa para ser encontrado e criado por outra pessoa. Por que esta mãe não pensou antes de engravidar? Prefere não assumir a responsabilidade de seus atos e tenta destruir uma vida indefesa.

As pessoas estão matando umas as outras como se fosse à coisa mais natural, sem respeitar o direito à vida do outro.

Determinado dia, numa cidade, um adolescente estava voltando do trabalho para sua casa, quando uma pessoa colidiu na sua bicicleta com uma moto, quando começaram a discutir de quem foi a culpa, o que estava na moto puxou uma arma e atirou, matando o adolescente. Esta estória ou uma parecida ocorre todos os dias em qualquer lugar do país; virou rotina, a violência está generalizada; a vida não tem valor de nada.

Os países ricos gastam bilhões de dólares em armamentos para tirar vidas humanas nas guerras ou na desculpa da auto defesa e da soberania; enquanto isto, milhões de pessoas morrem por causa da fome e da miséria, sem ter as condições mínimas de sobrevivência; principalmente nos paises africanos, asiáticos e até no nordeste brasileiro. Em vez de gastar tanto dinheiro com armas, eles deveriam usar seus dólares em ajudas humanitárias, para diminuir a fome e a miséria dos países pobres e salvar milhares de vidas.

Desde a criação do mundo, os povos vivem em guerras pelo poder; do mais forte contra o fraco, por questões religiosas ou até em nome da paz, aniquilando milhões de vidas humanas, que na maioria das vezes, vão à guerra sem saber o real motivo do confronto. A guerra do Iraque é um exemplo, onde o presidente dos EUA e seus aliados resolveram invadir um país soberano, para “livrar” o povo de um ditador e o mundo de armas nucleares que não foram encontradas, mas a invasão continua. Milhares de americanos e iraquianos estão morrendo numa guerra por interesses políticos e econômicos de governantes ditadores e sem escrúpulos.

Alguns países investem milhões de dólares em expedições espaciais para descobrir novas formas de vidas em outros planetas, enquanto milhões de pessoas morrem na terra por falta de investimentos em pesquisas científicas para descobrir a cura da AIDS, do câncer e de outras doenças; isto não é incoerência?

Só através da educação poderemos transformar este mundo para melhor; ensinando e conscientizando crianças e adolescentes a respeitar, defender, amar, preservar e valorizar a vida que é o caminho para a justiça, o progresso, a liberdade, a paz e felicidade da vida humana. Todo ser humano deve ter o direito à vida com dignidade e igualdade. Pense e reflita.

Por Professor José Costa

Motivos para apostar nos livros


AMPLIA O CONHECIMENTO GERAL
Ler é um ato valioso para o nosso crescimento pessoal e profissional.

MELHORA A COMUNICAÇÃO
Além de ser envolvente, a leitura aumenta as referências e a capacidade de comunicação.

ESTIMULA A CRIATIVIDADE
Ler é fundamental para soltar a imaginação. Por meio dos livros, criamos lugares e personagens.

AUMENTA O VOCABULÁRIO
Graças aos livros, descobrimos novas palavras e novos usos para as que já conhecemos.

EMOCIONA E PROVOCA
Quem já se sentiu triste ao fim de um romance sabe o poder que um bom livro tem.

MUDA SUA VIDA
Quem lê desde cedo está muito mais preparado para os estudos, para o trabalho e para a vida.

FAZ PENSAR NAS COISAS
Livros, inclusive os romances, nos ajudam a entender o mundo e nós mesmos.

FACILITA A ESCRITA
Ler é um hábito que se reflete no domínio da escrita. Quem lê mais escreve melhor.

Fonte: Revista Mundo Estranho

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

DIREITOS HUMANOS SÃO PARA HUMANOS DIREITOS

Carta enviada de uma mãe para outra mãe em São Paulo, após noticiário na tv:

- DE MÃE PARA MÃE:

Vi seu enérgico protesto diante das câmeras de televisão contra a transferência do seu filho, menor infrator, das dependências da FEBEM em São Paulo para outra dependência da FEBEM no interior do estado.

Vi você se queixando da distância que agora a separa do seu filho, das dificuldades e das despesas que passou a ter para visitá-lo, bem como de outros inconvenientes decorrentes daquela transferência.

Vi também toda a cobertura que a mídia deu para o fato, assim como vi que não só você, mas igualmente outras mães na mesma situação que você, contam com o apoio de Comissões Pastorais, Órgãos e Entidades de Defesa de Direitos Humanos, ONGs, etc....

Eu também sou mãe e, assim, bem posso compreender seu protesto. Quero com ele fazer coro.

Enorme é a distância que me separa do meu filho.

Trabalhando e ganhando pouco, idênticas são as dificuldades e as despesas que tenho para visitá-lo. Com muito sacrifício, só posso fazê-lo aos domingos porque labuto, inclusive aos sábados, para auxiliar no sustento e educação do resto da família......
Felizmente conto com o meu inseparável companheiro, que desempenha para mim importante papel de amigo e conselheiro espiritual.

Se você ainda não sabe, sou a mãe daquele jovem que o seu filho matou estupidamente num assalto a uma vídeo-locadora, onde ele, meu filho, trabalhava durante o dia para pagar os estudos à noite.

No próximo domingo, quando você estiver abraçando, beijando e fazendo carícias no seu filho, eu estarei visitando o meu e depositando flores no seu humilde túmulo, num cemitério da periferia de São Paulo...

Ah! Ia me esquecendo: e também ganhando pouco e sustentando a casa, pode ficar tranqüila, viu? que eu estarei pagando de novo, o colchão que seu querido filho queimou lá na última rebelião da FEBEM.

No cemitério, nem na minha casa, NUNCA apareceu nenhum representante destas 'Entidades' que tanto lhe confortam, para me dar uma palavra de conforto, e talvez me indicar 'Os meus direitos' !'

DIREITOS HUMANOS SÃO PARA HUMANOS DIREITOS...!!!

A AMAZÔNIA QUE OS BRASILEIROS NÃO CONHECEM

A AMAZÔNIA QUE OS BRASILEIROS NÃO CONHECEM

Segue abaixo o relato de uma pessoa conhecida e séria, que passou recentemente em um concurso público federal e foi trabalhar em Roraima. Trata-se de um Brasil que a gente não conhece.

As duas semanas em Manaus foram interessantes para conhecer um Brasil, um pouco diferente, mas chegando a Boa Vista (RR) não pude resistir a fazer um relato das coisas que tenho visto e escutado por aqui.

Conversei com algumas pessoas nesses três dias, desde engenheiros até pessoas com um mínimo de instrução.

Para começar o mais difícil de encontrar por aqui é roraimense, pra falar a verdade, acho que a proporção é de um roraimense para cada 10 pessoas é bem razoável, tem gaúcho, carioca, cearense, amazonense, piauiense, maranhense e por aí vai. Portanto falta uma identidade com a terra.
Aqui não existem muitos meios de sobrevivência, ou a pessoa é funcionária pública, e aqui quase todo mundo é, pois em Boa Vista se concentram todos os órgãos federais e estaduais de Roraima, além da prefeitura é claro.. Se não for funcionário público a pessoa trabalha no comércio local ou recebe ajuda de Programas do governo.

Não existe indústria de qualquer tipo. Pouco mais de 70% do Território roraimense é demarcado como reserva indígena, portanto restam apenas 30%, descontando-se os rios e as terras improdutivas que são muitas, para se cultivar a terra ou para a localização das próprias cidades.

Na única rodovia que existe em direção ao Brasil (liga Boa Vista a Manaus, cerca de 800 km) existe um trecho de aproximadamente 200 km, reserva indígena Waimiri Atroari, por onde você só passa entre 6:00 da manhã e 6:00 da tarde, nas outras 12 horas a rodovia é fechada pelos índios (com autorização da FUNAI e dos americanos) para que os mesmos não sejam incomodados.

Detalhe: Você não passa se for brasileiro, o acesso é livre aos americanos, europeus e japoneses. Desses 70% de território indígena, diria que em 90% dele ninguém entra sem uma grande burocracia e autorização da FUNAI.

Detalhe: Americanos entram na hora que quiserem, se você não tem uma autorização da FUNAI mas tem dos americanos então você pode entrar. A maioria dos índios fala a língua nativa além do inglês ou francês, mas a maioria não sabe falar português. Dizem que é comum na entrada de algumas reservas encontrarem-se hasteadas bandeiras americanas ou inglesas. É comum se encontrar por aqui americano tipo nerds com cara de quem não quer nada, que veio caçar borboleta e joaninha e catalogá-las, mas no final das contas pasme, se você quiser montar uma empresa para exportar plantas e frutas típicas como cupuaçu, açaí camu-camu etc., medicinais ou componentes naturais para fabricação de remédios, pode se preparar para pagar 'royalties' para empresas
japonesas e americanas que já patentearam a maioria dos produtos típicos da Amazônia...

Por três vezes repeti a seguinte frase após ouvir tais relatos: E os americanos vão acabar tomando a Amazônia e em todas elas ouvi a mesma resposta em palavras diferentes. Vou reproduzir a resposta de uma senhora simples que vendia suco e água na rodovia próximo de Mucajaí:

'Irão não minha filha, tu não sabe, mas tudo aqui já é deles, eles comandam tudo, você não entra em lugar nenhum porque eles não deixam. Quando acabar essa guerra aí eles virão pra cá, e vão fazer o que fizeram no Iraque quando determinaram uma faixa para os curdos onde iraquiano não entra, aqui vai ser a mesma coisa'.

A dona é bem informada não? O pior é que segundo a ONU o conceito de nação é um conceito de soberania e as áreas demarcadas têm o nome de nação indígena. O que pode levar os americanos a alegarem que estarão libertando os povos indígenas. Fiquei sabendo que os americanos já estão construindo uma grande base militar na Colômbia, bem próximo da fronteira com o Brasil numa parceria com o governo colombiano com o pseudo
objetivos de combater o narcotráfico. Por falar em narcotráfico, aqui é rota de distribuição, pois essa mãe chamada Brasil mantém suas fronteiras abertas e aqui tem Estrada para as Guianas e Venezuela. Nenhuma bagagem de estrangeiro é fiscalizada, principalmente se for americano, europeu ou japonês, (isso pode causar um incidente diplomático). Dizem que tem muito colombiano traficante virando venezuelano, pois na Venezuela é muito fácil comprar a cidadania venezuelana por cerca de 200 dólares.
Pergunto inocentemente às pessoas; porque os americanos querem tanto proteger os índios. A resposta é absolutamente a mesma, porque as terras indígenas além das riquezas animais e vegetais, da abundância de água são extremamente ricas em ouro encontram-se pepitas que chegam a ser pesadas em quilos, diamante, outras pedras preciosas, minério e nas reservas norte de Roraima e Amazonas, ricas em PETRÓLEO..

Parece que as pessoas contam essas coisas como que num grito de socorro a alguém que é do sul, como se eu pudesse dizer isso ao presidente ou a alguma autoridade do sul que vá fazer alguma coisa. É pessoal,... saio daqui com a quase certeza de que em breve o Brasil irá diminuir de tamanho.
Será que podemos fazer alguma coisa???
Acho que sim.

Repasse esse mensagem para que um maior número de brasileiros fique sabendo desses absurdos.

Mara Silvia Alexandre Costa Depto de Biologia Cel. Mol. Bioag.Patog. FMRP - USP

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Frases de jogadores de futebol

NO MUNDO DA BOLA

'Chegarei de surpresa dia 15, às duas da tarde, vôo 619 da VARIG.'
(Mengálvio, ex-meia do Santos, em telegrama à família quando em excursão à Europa )


'Tanto na minha vida futebolística quanto com a minha vida ser humana.'
(Nunes, ex-atacante do Flamengo, em uma entrevista antes do jogo de despedida do Zico)


'Que interessante, aqui no Japão só tem carro importado.'
(Jardel, ex-atacante do Grêmio)


'As pessoas querem que o Brasil vença e ganhe.'
(Dunga, em entrevista ao programa Terceiro Tempo)


'Eu, o Paulo Nunes e o Dinho vamos fazer uma dupla sertaneja.'
(Jardel, ex-atacante do Grêmio)


'O novo apelido do Aloísio é CB, Sangue Bom.'
(Souza, meio-campo do São Paulo, em uma entrevista ao Jogo Duro)


'A partir de agora o meu coração só tem uma cor: vermelho e preto.'
(Jogador Fabão, assim que chegou no Flamengo)


'Eu peguei a bola no meio de campo e fui fondo, fui fondo, fui fondo e chutei pro gol.'
(Jardel, ex- jogador do Vasco e Grêmio, ao relatar ao repórter o gol que tinha feito)


'A bola ia indo, indo, indo... e iu!'
(Nunes, jogador do Flamengo da década de 80)


'Tenho o maior orgulho de jogar na terra onde Cristo nasceu.'
(Claudiomiro, ex-meia do Inter de Porto Alegre, ao chegar em Belém do Pará para disputar uma partida contra o Paysandu, pelo Brasileirão de 72)


'Nem que eu tivesse dois pulmões eu alcançava essa bola.'
(Bradock, amigo de Romário, reclamando de um passe longo)


'No México que é bom. Lá a gente recebe semanalmente de 15 em 15 dias.'
(Ferreira, ex-ponta esquerda do Santos)


'Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe.'
(Jardel, ex-atacante do Vasco, Grêmio e da Seleção)


'O meu clube estava a beira do precipício, mas tomou a decisão correta, deu um passo a frente.'
(João Pinto, jogador do Benfica de Portugal)


'Na Bahia é todo mundo muito simpático. É um povo muito hospitalar.'
(Zanata, baiano, ex-lateral do Fluminense, ao comentar sobre a hospitalidade do povo baiano)


E o Impagável.... ..Vicente Mateus
'Jogador tem que ser completo como o pato, que é um bicho aquático e gramático.'
(Vicente Matheus, eterno presidente do Corinthians)


'O difícil, como vocês sabem, não é fácil.'
(Vicente Matheus)


'Haja o que hajar, o Corinthians vai ser campeão.'
(Vicente Matheus)


'O Sócrates é invendável, inegociável e imprestável.'
(Vicente Matheus, ao recusar a oferta dos franceses)

Autor desconhecido

LINGUAGEM JURÍDICA TRADUZIDA PROS "MANO"

Pros manu DEVOGADU…

Para explicar a linguagem jurídica na língua dos mano…
Você lê uma sentença no Diário da Justiça e fica completamente perdido?
Acha a linguagem forense de outro planeta?

ENTÃO, MANO, SEUS PROBLEMAS ACABARAM:
VAI AI UMA TRADUCAO DE IMPORTANTES DIALETOS JURIDICOS PARA A LÍNGUA DOS MANOS…

1- Princípio da iniciativa das partes - ‘faz a sua que eu faço a minha’..
2 - Princípio da fungibilidade - ’só tem tu, vai tu mesmo’ (parte da doutrina e da jurisprudência entende como sendo ‘quem não tem cão caça com gato’).
3 - Sucumbência- ‘a casa caiu !!!’, ‘o tambor girou pro seu lado’
4 - Legítima defesa - ‘tomou, levou’.
5 - Legítima defesa de terceiro - ‘deu no mano, leva na oreia’.
6 - Legítima defesa putativa - ‘foi mal’.
7 - Oposição- ’sai batido que o barato é meu’.
8 - Nomeação à autoria - ‘vou caboetar todo mundo’.
9 - Chamamento ao processo - ‘o maluco ali também deve’.
10 - Assistência- ‘então brother, é nóis.’
11 - Direito de apelar em liberdade - ‘fui!’ (parte da doutrina entende como ’só se for agora’).
12 - Princípio do contraditório - ‘agora é eu’.
13 - Revelia, preclusão, perempção, prescrição e decadência - ‘camarão que dorme a onda leva’ (SENSACIONAL!!!!!).
14 - Honorários advocatícios - ‘cada um com seus problemas’.
15 - Co-autoria, e litisconsórcio passivo - ‘passarinho que acompanha morcego dá de cara com muro’,
16 -Reconvenção - ‘tá louco, mermão. A culpa é sua’.
17 - Comoriência- ‘um pipoco pra dois’ ou ‘dois coelhos com uma paulada só’.
18 - Preparo - ‘então…, deixa uma merrequinha aí.’
19 - Deserção -’deixa quieto’.
20 - Recurso adesivo - ‘vou no vácuo’.
21 - Sigilo profissional - ‘na miúda, só entre a gente’.
22 - Estelionato - ‘malandro é malandro, e mané é mané’.
23 - Falso testemunho - ‘X nove…’.
24 - Reincidência- ‘porra mermão, de novo?’.
25 - Investigação de paternidade - ‘toma que o filho é teu’.
26 - Execução de alimentos - ‘quem não chora não mama’.
27 - Res nullius - ‘achado não é roubado’.
28 - De cujus - ‘presunto’.
29 - Despejo coercitivo - ’sai batido’.
30 - Usucapião- ‘tá dominado, tá tudo dominado’.

Autor desconhecido

A beleza da língua portuguesa

Um político que estava em plena campanha chegou a uma pequena cidade, subiu para o palanque e começou o discurso:

- Compatriotas, companheiros, amigos! Encontramo-nos aqui, convocados, reunidos ou juntos para debater, tratar ou discutir um tópico, tema ou assunto, o qual me parece transcendente, importante ou de vida ou morte. O tópico, tema ou assunto que hoje nos convoca, reúne ou junta é a minha postulação, aspiração ou candidatura a Presidente da Câmara deste Município.

De repente, uma pessoa do público pergunta:
- Ouça lá, porque é que o senhor utiliza sempre três palavras, para dizer a mesma coisa?

O candidato respondeu:
- Pois veja, meu senhor: a primeira palavra é para pessoas com nível cultural muito alto, como intelectuais em geral; a segunda é para
pessoas com um nível cultural médio, como o senhor e a maioria dos que estão aqui; A terceira palavra é para pessoas que têm um nível cultural muito baixo, pelo chão, digamos, como aquele alcoólico, ali deitado na esquina.

De imediato, o alcoólico levanta-se a cambalear e 'atira':
- Senhor postulante, aspirante ou candidato: (hic) o fato, circunstância ou razão pela qual me encontro num estado etílico, alcoolizado ou mamado (hic), não implica, significa, ou quer dizer que o meu nível (hic) cultural seja ínfimo, baixo ou mesmo rasca (hic). E com todo a reverência, estima ou respeito que o senhor me merece (hic)pode ir agrupando, reunindo ou juntando (hic) os seus haveres, coisas ou bagulhos (hic) e encaminhar-se, dirigir-se ou ir direitinho (hic) à leviana da sua progenitora, à mundana da sua mãe biológica ou à puta que o pariu!

Autor desconhecido

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

JUSTIÇA FEDERAL DETERMINA QUE UFS MATRICULE ESTUDANTES QUE SE DIZEM PREJUDICADAS PELO SISTEMA DE COTAS

Justiça Federal determina que UFS matricule estudantes que se dizem prejudicadas pelo sistema de cotas

A juíza da 1ª Vara Federal de Sergipe, Telma Maria Santos, deferiu a Antecipação da Tutela requerida por Raisa de Oliveira Pereira e Danielle Menezes, determinando que a Universidade Federal de Sergipe (UFS) proceda a matrícula das requerentes no Curso de Medicina, assegurando-lhes todos os direitos inerentes a essa condição, inclusive assistir às aulas que forem ministradas. Todavia, a magistrada ressaltou que a Tutela diz respeito exclusivamente à matrícula das postulantes no Curso de Medicina da UFS, não implicando na determinação para que ambas ocupem vagas dos cotistas aprovados e já matriculados.
As estudantes Raisa e Danielle descrevem que se candidataram ao concurso vestibular 2010 da Universidade Federal de Sergipe, também denominado Processo Seletivo Seriado – PSS, para o curso de Medicina, para o qual foram disponibilizadas 100 vagas, obtendo classificação no 62º e 69º lugares, respectivamente. Todavia, não foram elas aproveitadas, por inexistência de vagas, tendo em vista que, de acordo com resolução do CONEPE, 50% das vagas estariam reservadas a candidatos privilegiados por critérios sócio-econômicos e étnico-raciais. As requerentes defendem que o tal sistema foi instituído sem qualquer critério técnico que justifique a desigualdade entre os candidatos e fere frontalmente a Constituição da República.
Na sua argumentação, a juíza Telma Santos evocou uma reflexão sobre os princípios da igualdade e da proporcionalidade – e seus subprincípios. Para ela, no caso específico das cotas, sejam elas em decorrência das raças, sejam em decorrência da renda familiar, não se pode deixar de indagar qual é o objetivo que realmente se deve buscar, tendo como substrato a Constituição Federal: a igualdade de oportunidade para concorrer a uma das vagas nos cursos que se deseja graduar ou o ingresso nesses cursos, ainda que não atingindo o requisito objetivo da pontuação exigida para os demais candidatos. “A pergunta que se deve fazer é: “para a educação brasileira, para o ensino público, o mais relevante é apenas o ingresso nas universidades, ainda que ostentando, nos vestibulares, rendimento chocantemente inferior, na maioria dos casos, a outros alunos, ou ter acesso a uma educação de qualidade e, a partir dela alcançar a excelência necessária para obter vaga no curso pleiteado?”, questionou a juíza.
A magistrada considerou que “resta a evidência de que o princípio da proporcionalidade, que para a corrente favorável às cotas ora em estudo, justificaria a discriminação positiva, porque esta seria vista como forma de se alcançar a própria igualdade substancial, não sufragou as medidas propostas, diante da constatação da existência de outros mecanismos de menor impacto na esfera individual de terceiros envolvidos na ação do poder público e do exagero dos percentuais aplicados e da forma como os mesmos incidiram”.

Fonte: NENOTÍCIAS, 12/02/2010

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Educação e cidadania

A criança desde os primeiros anos de escolaridade aprende com os professores algumas regras básicas de comportamentos e valores morais que devem norteá-la até a idade adulta como: respeitar o outro, ser justo com o colega, compartilhar tudo com os amigos, não bater nos outros, pedir desculpas quando machucar alguém, não mentir, não pegar as coisas alheias e se pegar, devolvê-las; mas parece que algumas autoridades brasileiras não passaram por esta etapa de aprendizagem na escola, porque o que mais vemos e ouvimos são essas pessoas desrespeitarem o povo a todo o momento com atos de corrupção, falcatruas, mentiras, subornos e fraudes. Mesmo com tantas operações da Polícia Federal, investigações da Controladoria Geral da União e do Ministério Público e denúncias através da imprensa, à impunidade no Brasil é gritante e revoltante, transparecendo ao cidadão comum que o errado é o certo; é a inversão dos valores morais e éticos de uma sociedade corrompida. Há mais de 500 anos que o Brasil vem sendo lesado, no início, pelos estrangeiros que levaram o nosso ouro e as madeiras de lei; e ao longo dos séculos, por algumas autoridades brasileiras antipatriotas que sugam e roubam o dinheiro suado do trabalhador honesto, que paga seus impostos em dia, para mantê-los no poder contra o próprio povo.

O país vive uma crise de valores éticos e morais sem precedentes e o povo precisa mudar sua consciência política, exigindo das autoridades atitudes concretas que visem o bem-estar da sociedade e não apenas deles, e que tenham compromisso com o desenvolvimento do seu município, estado e do país. Precisamos valorizar os políticos sérios e honestos em detrimento dos políticos desonestos, mentirosos e corruptos, ficando a favor da ética e da decência nos poderes constituídos do Brasil.

As futuras autoridades estão, neste momento, estudando nas escolas espalhadas por todo o Brasil e cabe aos professores, independentemente da disciplina e do nível de ensino que estão atuando, terem a responsabilidade e até a obrigação de transmitir valores morais e éticos aos alunos, para que eles aprendam a respeitar a dignidade do outro e conheçam seus deveres e direitos civis e políticos. O professor deve ensinar valores fundamentais à sociedade como: a honestidade, decência, justiça, responsabilidade, respeito, gratidão e a generosidade; educando através de palavras, ações e bons exemplos e assim contribuir na formação integral do seu aluno e quem sabe de uma futura autoridade como cidadão.

Os professores devem refletir sobre a importância de sua profissão para o bem do ser humano, desenvolvendo nos alunos o senso crítico, consciência moral, responsabilidade social e a inteligência, a favor da construção de uma sociedade mais humana, justa e igualitária. Os jovens precisam de modelos, mas se o professor, sendo ele um formador de opinião, ficar alienado as transformações sociais, políticas e econômicas do país e preocupado apenas em informar conteúdos e não formar cidadãos de bem, não merecerá o honroso título de educador, porque não teremos alunos críticos e conscientes de suas responsabilidades na sociedade, e sim, pessoas egoístas e individualistas que buscam o poder, a felicidade e o sucesso profissional em caminhos contaminados de desrespeito para com o próximo.

É imprescindível a presença, participação, envolvimento e comprometimento dos pais na educação do seu filho em parceria com a escola e os professores, ensinando-o valores e princípios morais em casa, através de exemplos, cobranças e atitudes, com o objetivo de formá-lo um cidadão digno.

Por ser, a profissão de educador tão magnífica, especial e decisiva para o futuro da humanidade, cabe em parte ao professor, a responsabilidade sobre o que a criança e o adolescente vão ser quando crescer: um homem íntegro ou um parasita da sociedade.


José Costa
Professor de Educação Física
CREF 000245-G/SE

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

INSTANTES

INSTANTES – Merece uma reflexão

Se eu pudesse viver novamente a minha vida, na próxima trataria de cometer mais erros.

Não tentaria ser perfeito, relaxaria mais.

Seria mais tolo ainda do que tenho sido, na verdade, bem poucas coisas levaria a sério.

Seria menos higiênico.

Correria mais riscos, viajaria mais, contemplaria entardeceres, subiria mais montanhas, nadaria em mais rios.

Iria a mais lugares onde nunca fui, tomaria mais sorvete e menos lentilha, teria problemas reais e menos problemas imaginários.

Eu fui dessas pessoas que viveu sensata e profundamente cada minuto de sua vida, claro que tive momentos de alegria.

Mas se eu pudesse voltar a viver, trataria de ter somente bons momentos.

Porque, se não sabem, disso é feita à vida, só de momentos, não os perca agora.

Eu era um desses que não ia a parte alguma sem um termômetro, uma bolsa de água quente, um guarda-chuva e um pára-quedas. Se voltasse a viver, viajaria mais leve.

Se eu pudesse voltar a viver, começaria a andar descalço no começo da primavera e continuaria assim até o fim do outono.

Daria mais voltas na minha rua, contemplaria mais amanheceres e brincaria mais com as crianças, se tivesse outra vez uma vida pela frente.

Jorge Luiz Borges – escritor argentino

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

PÉROLAS DO ENEM 2009

PÉROLAS DO ENEM 2009


O tema da redação do Enem 2009 foi Aquecimento Global, e como acontece todo ano, não faltaram preciosidades. Lá vão:

1) "o problema da amazônia tem uma percussão mundial. Várias Ongs já se estalaram na floresta." (percussão e estalos. Vai ficar animado o negócio)

2) "A amazônia é explorada de forma piedosa." (boa)

3) "Vamos nos unir juntos de mãos dadas para salvar planeta." (tamo junto nessa, companheiro. Mais juntos, impossível)

4) "A floresta tá ali paradinha no lugar dela e vem o homem e créu." (e na velocidade 10!)

5) "Tem que destruir os destruidores por que o destruimento destrói a floresta." (pra deixar bem claro o tamanho da destruição)

6) "O grande excesso de desmatamento exagerado é a causa da devastação." (pleonasmo é a lei)

7) "Espero que o desmatamento seja instinto." (selvagem)

8) "A floresta está cheia de animais já extintos. Tem que parar de desmatar para que os animais que estão extintos possam se reproduzirem e aumentarem seu número respirando um ar mais limpo." (o verdadeiro milagre da vida)

9) "A emoção de poluentes atmosféricos aquece a floresta." (também fiquei emocionado com essa)

10) "Tem empresas que contribui para a realização de árvores renováveis." (todo mundo na vida tem que ter um filho, escrever um livro, e realizar uma árvore renovável)

11) "Animais ficam sem comida e sem dormida por causa das queimadas." (esqueceu que também ficam sem o home theater e os dvd's da coleção do Chaves)

12) "Precisamos de oxigênio para nossa vida eterna." (amém)

13) "Os desmatadores cortam árvores naturais da natureza." (e as renováveis?)

14) "A principal vítima do desmatamento é a vida ecológica." (deve ser culpa da morte ecológica)

15) "A amazônia tem valor ambiental ilastimável." (ignorem, por favor)

16) "Explorar sem atingir árvores sedentárias." (peguem só as que estiverem fazendo caminhadas e flexões)

17) "Os estrangeiros já demonstraram diversas fezes enteresse pela Amazônia." (o quê?)

18) "Paremos e reflitemos." (beleza)

19) "A floresta amazônica não pode ser destruída por pessoas não autorizadas." (onde está o Guarda Belo nessas horas?)

20) "Retirada claudestina de árvores."
21) "Temos que criar leis legais contra isso." (bacana)

22) "A camada de ozonel." (Chris O'Zonnell?)

23) "a amazônia está sendo devastada por pessoas que não tem senso de humor." (a solução é colocar lá o pessoal da Zorra Total pra cortar árvores)

24) "A cada hora, muitas árvores são derrubadas por mãos poluídas, sem coração." (para fabricar o papel que ele fica escrevendo asneiras)

25) "A amazônia está sofrendo um grande, enorme e profundíssimo desmatamento devastador, intenso e imperdoável." (campeão da categoria "maior enchedor de lingüiça")

26) "Vamos gritar não à devastação e sim à reflorestação." (NÃO!)

27) "Uma vez que se paga uma punição xis, se ganha depois vários xises." (gênio da matemática)

28) "A natureza está cobrando uma atitude mais energética dos governantes." (red bull neles - dizem as árvores)

29) "O povo amazônico está sendo usado como bote expiatório" (ótima)

30) "O aumento da temperatura na terra está cada vez mais aumentando." (subindo!)

31) "Na floresta amazônica tem muitos animais: passarinhos, leões, ursos, etc." (deve ser a globalização)

32) "Convivemos com a merchendagem e a politicagem." (gzus)

33) "Na cama dos deputados foram votadas muitas leis." (imaginem as que foram votadas no banheiro deles)

34) "Os dismatamentos é a fonte de inlegalidade e distruição da froresta amazonia." (oh god)

35) "O que vamos deixar para nossos antecedentes?" (dicionários)

domingo, 7 de fevereiro de 2010

MANDAMENTOS PARA TORNAR-SE O MÁXIMO NA ESCOLA

10 MANDAMENTOS PARA TORNAR-SE O MÁXIMO NA ESCOLA

1. Descubra quem você é e que quer tornar-se. Este é o segredo para escolher o caminho certo.

2. Compreenda a importância de aprender. Toda vez que você aprende algo novo, você torna-se alguém novo.

3. Respeite a hierarquia da escola e da vida. Seja digno de aprender com quem estudou para ensinar.

4. Facilite a sua memorização. Anote o que for mais importante de cada tema que você estudar.

5. Estude com seus colegas de turma. Compartilhe o que aprendeu. Aprenda com o outro. Toque sabedoria.

6. Estar na escola é um privilégio, em qualquer momento de sua vida. Desfrute, aproveite, cresça.

7. Faça testes de aptidão. Descubra qual é o seu dom. Revele suas habilidades e ame o que você descobrir.

8. Todos os dias esteja atento para o que há de melhor na sua vida, no outro e em você mesmo.

9. Ser próspero não é ter tudo o que você deseja, mas conseguir realizar-se com tudo o que você tem.

10. A escola é uma porta. O caminho é você quem escolhe. A auto-realização é tarefa pessoal.

Autor desconhecido

ORAÇÃO DO AMANHECER

ORAÇÃO DO AMANHECER

Senhor, no silêncio deste dia que amanhece, venho pedir-te a paz, a sabedoria, a força.

Quero olhar o mundo com olhos cheios de amor; ser paciente; compreensivo, manso e prudente; ver além das aparências teus filhos como Tu mesmo os vês, e assim não ver senão o bem em cada um.

Cerra meus ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua de toda maldade. Que só de bênçãos se encha meu espírito. Que eu seja tão bondoso e alegre, que todos quantos se achegarem a mim sintam Tua presença. Reveste-me de Tua beleza, Senhor, e que no decurso deste dia, eu Te revele a todos.

Autor desconhecido

sábado, 6 de fevereiro de 2010

TOSTÃO MARCOU O MAIOR GOL DA SUA CARREIRA

O gol que o Tostão acabou de marcar foi o maior da sua carreira.

O Presidente Lula define prêmio para jogadores que venceram a Copa do Mundo; valor pode chegar a 465 mil reais.
O presidente Lula e a Associação dos Campeões Mundiais do Brasil negociam aposentadoria e indenização para os atletas da seleção que ganharam Copas do Mundo. O benefício valerá inicialmente aos ex-jogadores de 1958 e se estenderá, posteriormente, a quem atuou nos Mundiais de 1962, 1970, 1994 e 2002. Reunião na Casa Civil discutiu as cifras a serem pagas aos campeões. Inicialmente, o valor negociado para cada um gira em torno de mil salários mínimos, no caso da indenização (465 mil reais), e de dez salários mínimos (4.650 reais), o teto da Previdência, para a aposentadoria.

O texto abaixo foi escrito por TOSTÃO, ex-jogador de futebol, comentarista esportivo, escritor e médico, e foi publicado em vários jornais do Brasil:

Tostão escreveu:
Na semana passada, ao chegar de férias, soube, sem ainda saber detalhes, que o governo federal vai premiar, com um pouco mais de R$ 400 mil, cada um dos campeões do mundo, pelo Brasil, em todas as Copas.

Não há razão para isso. Podem tirar meu nome da lista, mesmo sabendo que preciso trabalhar durante anos para ganhar essa quantia.

O governo não pode distribuir dinheiro público. Se fosse assim, os campeões de outros esportes teriam o mesmo direito. E os atletas que não foram campeões do mundo, mas que lutaram da mesma forma? Além disso, todos os campeões foram premiados pelos títulos. Após a Copa de 1970, recebemos um bom dinheiro, de acordo com os valores de referência da época.

O que precisa ser feito pelo governo, CBF e clubes por onde atuaram esses atletas é ajudar os que passam por grandes dificuldades, além de criar e aprimorar leis de proteção aos jogadores e suas famílias, como pensões e aposentadorias.
É necessário ainda preparar os atletas em atividade para o futuro, para terem condições técnicas e emocionais de exercer outras atividades.

A vida é curta, e a dos atletas, mais ainda.
Alguns vão lembrar e criticar que recebi, junto com os campeões de 1970, um carro Fusca da prefeitura de São Paulo. Na época, o prefeito era Paulo Maluf. Se tivesse a consciência que tenho hoje, não aceitaria.

Tinha 23 anos, estava eufórico e achava que era uma grande homenagem.

Ainda bem que a justiça obrigou o prefeito a devolver aos cofres públicos, com o próprio dinheiro, o valor para a compra dos carros.

Não foi o único erro que cometi na vida. Sou apenas um cidadão que tenta ser justo e correto. É minha obrigação.

Tostão

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

CORDEL DO BBB-10

Vale a pena ler. Cordel do BBB-10

São 25 septilhas (estrofes de 7 versos).

Curtir o Pedro Bial
E sentir tanta alegria
É sinal de que você
O mau-gosto aprecia
Dá valor ao que é banal
É preguiçoso mental
E adora baixaria.

Há muito tempo não vejo
Um programa tão ‘fuleiro’
Produzido pela Globo
Visando Ibope e dinheiro
Que além de alienar
Vai por certo atrofiar
A mente do brasileiro.

Me refiro ao brasileiro
Que está em formação
E precisa evoluir
Através da Educação
Mas se torna um refém
Iletrado, ‘zé-ninguém’
Um escravo da ilusão.

Em frente à televisão
Lá está toda a família
Longe da realidade
Onde a bobagem fervilha
Não sabendo essa gente
Desprovida e inocente
Desta enorme ‘armadilha’.

Cuidado, Pedro Bial
Chega de esculhambação
Respeite o trabalhador
Dessa sofrida Nação
Deixe de chamar de heróis
Essas girls e esses boys
Que têm cara de bundão.

O seu pai e a sua mãe,
Querido Pedro Bial,
São verdadeiros heróis
E merecem nosso aval
Pois tiveram que lutar
Pra manter e te educar
Com esforço especial.

Muitos já se sentem mal
Com seu discurso vazio.
Pessoas inteligentes
Se enchem de calafrio
Porque quando você fala
A sua palavra é bala
A ferir o nosso brio.

Um país como Brasil
Carente de educação
Precisa de gente grande
Para dar boa lição
Mas você na rede Globo
Faz esse papel de bobo
Enganando a Nação.

Respeite, Pedro Bienal
Nosso povo brasileiro
Que acorda de madrugada
E trabalha o dia inteiro
Dar muito duro, anda rouco
Paga impostos, ganha pouco:
Povo HERÓI, povo guerreiro.

Enquanto a sociedade
Neste momento atual
Se preocupa com a crise
Econômica e social
Você precisa entender
Que queremos aprender
Algo sério – não banal.

Esse programa da Globo
Vem nos mostrar sem engano
Que tudo que ali ocorre
Parece um zoológico humano
Onde impera a esperteza
A malandragem, a baixeza:
Um cenário sub-humano.

A moral e a inteligência
Não são mais valorizadas.
Os “heróis” protagonizam
Um mundo de palhaçadas
Sem critério e sem ética
Em que vaidade e estética
São muito mais que louvadas.

Não se vê força poética
Nem projeto educativo.
Um mar de vulgaridade
Já tornou-se imperativo.
O que se vê realmente
É um programa deprimente
Sem nenhum objetivo.

Talvez haja objetivo
“professor”, Pedro Bial
O que vocês tão querendo
É injetar o banal
Deseducando o Brasil
Nesse Big Brother vil
De lavagem cerebral.

Isso é um desserviço
Mal exemplo à juventude
Que precisa de esperança
Educação e atitude
Porém a mediocridade
Unida à banalidade
Faz com que ninguém estude.

É grande o constrangimento
De pessoas confinadas
Num espaço luxuoso
Curtindo todas baladas:
Corpos “belos” na piscina
A gastar adrenalina:
Nesse mar de palhaçadas.

Se a intenção da Globo
É de nos “emburrecer”
Deixando o povo demente
Refém do seu poder:
Pois saiba que a exceção
(Amantes da educação)
Vai contestar a valer.

A você, Pedro Bial
Um mercador da ilusão
Junto a poderosa Globo
Que conduz nossa Nação
Eu lhe peço esse favor:
Reflita no seu labor
E escute seu coração.

E vocês caros irmãos
Que estão nessa cegueira
Não façam mais ligações
Apoiando essa besteira.
Não deem sua grana à Globo
Isso é papel de bobo:
Fujam dessa baboseira.

E quando chegar ao fim
Desse Big Brother vil
Que em nada contribui
Para o povo varonil
Ninguém vai sentir saudade:
Quem lucra é a sociedade
Do nosso querido Brasil.

E saiba, caro leitor
Que nós somos os culpados
Porque sai do nosso bolso
Esses milhões desejados
Que são ligações diárias
Bastante desnecessárias
Pra esses desocupados.

A loja do BBB
Vendendo só porcaria
Enganando muita gente
Que logo se contagia
Com tanta futilidade
Um mar de vulgaridade
Que nunca terá valia.

Chega de vulgaridade
E apelo sexual.
Não somos só futebol,
baixaria e carnaval.
Queremos Educação
E também evolução
No mundo espiritual.

Cadê a cidadania
Dos nossos educadores
Dos alunos, dos políticos
Poetas, trabalhadores?
Seremos sempre enganados
e vamos ficar calados
diante de enganadores?

Barreto termina assim
Alertando ao Bial:
Reveja logo esse equívoco
Reaja à força do mal…
Eleve o seu coração
Tomando uma decisão
Ou então: siga, animal…

FIM

Autor:Antonio Barreto nasceu nas caatingas do sertão baiano, Santa Bárbara, na Bahia.
Professor, poeta e cordelista. Amante da cultura popular, dos livros, da natureza, da poesia e das pessoas que vieram ao Planeta Azul para evoluir espiritualmente.
Graduado em Letras Vernáculas e pós-graduado em Psicopedagogia e Literatura Brasileira.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

O medo causado pela inteligência

Quando Winston Churchill, ainda jovem, acabou de pronunciar seu discurso de estréia na Câmara dos Comuns, foi perguntar a um velho parlamentar, amigo de seu pai, o que tinha achado do seu primeiro desempenho naquela assembléia de vedetes políticas.
O velho pôs a mão no ombro de Churchill e disse, em tom paternal: “Meu jovem, você cometeu um grande erro. Foi muito brilhante neste seu primeiro discurso na Casa. Isso é imperdoável! Devia ter começado um pouco mais na sombra. Devia ter gaguejado um pouco. Com a inteligência que demonstrou hoje, deve ter conquistado, no mínimo, uns trinta inimigos. O talento assusta".
Ali estava uma das melhores lições de abismo que um velho sábio pôde dar ao pupilo que se iniciava n'uma carreira difícil.
Isso, na Inglaterra. Imaginem aqui, no Brasil.
Não é demais lembrar a famosa trova de Ruy Barbosa:
“Há tantos burros mandando em homens de inteligência, que, às vezes, fico pensando que a burrice é uma Ciência”.
A maior parte das pessoas encasteladas em posições políticas é medíocre e tem um indisfarçável medo da inteligência.
Temos de admitir que, de um modo geral, os medíocres são mais obstinados na conquista de posições.
Sabem ocupar os espaços vazios deixados pelos talentosos displicentes que não revelam o apetite do poder.
Mas, é preciso considerar que esses medíocres ladinos, oportunistas e ambiciosos, têm o hábito de salvaguardar suas posições conquistadas com verdadeiras muralhas de granito por onde talentosos não conseguem passar.
Em todas as áreas encontramos dessas fortalezas estabelecidas, as panelinhas do arrivismo, inexpugnáveis às legiões dos lúcidos.
Dentro desse raciocínio, que poderia ser uma extensão do "Elogio da Loucura", de Erasmo de Roterdan, somos forçados a admitir que uma pessoa precisa fingir de burra se quiser vencer na vida.
É pecado fazer sombra a alguém até numa conversa social.
Assim como um grupo de senhoras burguesas bem casadas boicota, automaticamente, a entrada de uma jovem mulher bonita no seu círculo de convivência, por medo de perder seus maridos, também os encastelados medíocres se fecham como ostras, à simples aparição de um talentoso jovem que os possa ameaçar.
Eles conhecem bem suas limitações, sabem como lhes custa desempenhar tarefas que os mais dotados realizam com uma perna nas costas...
Enfim, na medida em que admiram a facilidade com que os mais lúcidos resolvem problemas, os medíocres os repudiam para se defender.
É um paradoxo angustiante!
Infelizmente, temos de viver segundo essas regras absurdas que transformam a inteligência numa espécie de desvantagem perante a vida.
Como é sábio o velho conselho de Nelson Rodrigues... "Finge-te de idiota, e terás o céu e a terra".
O problema é que os inteligentes gostam de brilhar! Que Deus os proteja, então, dos medíocres!...

O autor é José Alberto Gueiros.