domingo, 27 de maio de 2012

Rua de Lazer: ferramenta de inclusão social em Itabaiana

Em meados de 1986, quando retornava da UFS com o amigo Valtênio Souza, tive a idéia de criar o Projeto Rua de Lazer em Itabaiana.

A minha inspiração de criar a Rua de Lazer surgiu durante a disciplina Recreação do Curso de Educação Física da UFS, ministrada pelo Professor Maurício Roberto que desenvolvia atividades recreativas com os alunos do curso. O principal objetivo da Rua de Lazer era oferecer lazer à comunidade itabaiannese, principalmente as crianças e jovens, aos domingos e feriados através de atividades recreativas e esportivas nas ruas e praças dos bairros e povoados da cidade..

O Professor Valtênio gostou da idéia e resolvemos procurar Maria Mendonça, ex-diretora do CEMB, para expor o projeto. Ela também gostou e pediu um dia de prazo para falar com o Prefeito João Germano, que prontamente aceitou. Na segunda reunião com Maria, ela indicou os nomes dos Professores Wilson Reis e Benjamin Alves para compor a equipe que desenvolveria o projeto, e assim foram feitas outras reuniões até o projeto ficar pronto.

Como Wilson Reis já tinha experiência na construção de acessórios esportivos na função de Diretor do Módulo Esportivo de Itabaiana, confeccionou os materiais necessários ao desenvolvimento do projeto. No dia 12 de outubro de 1986, dia das crianças, colocamos o projeto para funcionar na prática, foi na Praça Fausto Cardoso atraindo centenas de crianças e jovens, principalmente os nossos alunos do Colégio Estadual Murilo Braga, os quais nós tínhamos mais contatos e até pela força esportiva que a escola tinha na cidade. Em 1987, os professores Josiel Batista e Jair Marinheiro foram convidados a fazer parte da equipe, perfazendo o total de seis professores. Por causa da Rua de Lazer centenas de crianças e adolescentes itabaianenses foram motivados a praticar esporte nos diversos colégios durante anos.

Na Rua de Lazer foram desenvolvidas várias atividades, entre elas: basquete, futsal, handebol, voleibol, queimado, peteca, futebol de mesa (jogo de botão), tênis de mesa (ping pong), perna de pau, tamanco japonês, pular corda, corrida de saco e outras mais. A Rua de Lazer também tinha um cunho social, algumas pessoas ganhavam dinheiro vendendo pipoca, algodão doce, rolete de cana, picolé, sorvete e balas nas proximidades do evento.

Esta fase da Rua de Lazer foi desenvolvida até o ano de 1988, porque em 1989 ao assumir a Prefeitura de Itabaiana, o então Prefeito Luciano Bispo dispensou os professores e com isto, acabou a Rua de Lazer no município, já que o mesmo não contratou novos professores para dar o devido prosseguimento.

A partir de 1996, o Vereador Wilson Reis resgatou e implantou a Rua de Lazer na sua 2ª fase, acrescentando outras atividades recreativas como: cama elástica, salto sobre o cavalo, balanço, chute no pneu, escorregadeira. Também foram incluídas apresentações de grupos de danças, musicais e culturais. Esta fase da Rua de Lazer foi desenvolvida pelo Vereador e sua equipe de apoio, mantida com recursos próprios e alguns patrocínios do comércio local.

Em 2005, na administração da Prefeita Maria Mendonça, o Diretor do Departamento de Esportes Professor Wilson Reis, implantou a 3ª fase da Rua de Lazer com o apoio da Prefeitura Municipal e realizando-a nas diversas ruas da cidade, bairros e povoados.

Com o término do mandato da Prefeita Maria Mendonça, mais uma vez a Rua de Lazer foi esquecida e atualmente o lazer da nossa juventude nos finais de semana é andar de shineray e ingerir bebidas alcoólicas, pois eles não têm espaços esportivos e atividades recreativas, esportivas e culturais para ocupar os seus horários ociosos.

Que a Rua de Lazer retorne o mais breve possível e beneficie as crianças e jovens da nossa querida Itabaiana, pois eles são carentes de eventos esportivos e atividades recreativas, as quais deveriam ser oferecidas pelo poder público para incentivar a prática esportiva e através dela, diminuir a violência e o uso de droga ilícita ou não em nosso município.

Professor José Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário