sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Quer ser mais criativo? Aperte uma bolinha com sua mão esquerda

O hemisfério direito do cérebro humano, acredita-se, está mais envolvido com a criatividade, e o esquerdo, com o pensamento racional. Nos mamíferos, curiosamente, o lado esquerdo do corpo é comandado pelo hemisfério direito do cérebro, e vice-versa.

Levando em conta essas duas ideias, cientistas do Centro de Pesquisa do Cérebro da Universidade de Bar-Ilan (Israel) analisaram um método para aumentar a criatividade e ajudar pacientes com problemas neurológicos específicos.

“Nós exploramos a possibilidade de elevar artificialmente a capacidade criativa de resolução de problemas ativando o hemisfério direito por meio de contrações unilaterais da mão”, explicam os autores, em artigo publicado no periódico Psychonomic Bulletin & Review.

Para testar a ideia, eles dividiram os 40 participantes (todos destros, sendo 24 mulheres e 16 homens) em três grupos: no primeiro, eles apertavam uma bolinha de borracha durante 4 minutos com a mão esquerda; no segundo, faziam o mesmo, porém com a mão direita; no terceiro, apenas aguardavam.

Feito isso, eles passavam por um teste de associação remota (em que precisam encontrar uma palavra capaz de associar a três outras), usado para avaliar a capacidade de pensamento criativo. Os participantes que estimularam o lado direito do cérebro (contraindo a bolinha com a mão esquerda) tiveram um desempenho melhor que o dos outros.

“Independentemente do mecanismo específico, essa técnica tem o potencial de atuar de modo terapêutico e pode ter aplicações variadas para ajudar pessoas com problemas de linguagem ou outras condições possivelmente associadas com desequilíbrio entre os hemisférios [do cérebro]“, concluem os autores.[Science 2.0]

Fonte: http://hypescience.com/quer-ser-mais-criativo-aperte-uma-bolinha-com-sua-mao-esquerda/ - por Guilherme de Souza

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Um refrigerante por dia aumenta em 40% seu risco de câncer de próstata

Já citamos várias razões para largar o refrigerante aqui: eles podem prejudicar o esperma, causar problemas musculares, engordam, causam envelhecimento precoce, aumenta o risco de câncer de pâncreas e, além de tudo, viciam. Agora você tem mais um motivo para trocar a Coca-Cola comum pela versão sem açúcar ou pelo suco natural. Um novo estudo sueco sugere que homens que tomam um refrigerante por dia (330 ml, pouco menos do que uma lata) podem aumentar em 40% o risco de desenvolver formas graves de câncer de próstata.

Pesquisadores da Universidade de Lund (Suécia) examinaram minunciosamente a dieta de mais de 8 mil homens entre 45 e 73 anos por 15 anos, em média.
“Entre os homens que consomem uma grande quantidade de refrigerantes ou outras bebidas com adição de açúcar, constatamos um risco de câncer de próstata aproximadamente 40% maior”, disse uma das autoras do estudo, Isabel Drake.

A partir da análise da dieta masculina, os pesquisadores suecos também descobriram que uma dieta rica em carboidratos, com arroz e massas, aumentou em 31% o risco de contrair formas mais leves de câncer de próstata – que muitas vezes não exigem tratamento. Comer muito açúcar no café da manhã (como cereais açucarados) aumentou esse índice para 38%.

Estudos anteriores já haviam demonstrado que imigrantes chineses e japoneses que viviam nos Estados Unidos, o maior consumidor de refrigerantes do mundo, desenvolviam câncer de próstata com mais frequência do que os compatriotas que permaneceram em seu país.

As mulheres também têm muitos motivos para parar de tomar refrigerante. Além de todos os problemas citados acima, o consumo da bebida aumenta em 80% o risco de acidente vascular cerebral em mulheres. [DailyMail, Foto]

Fonte: http://hypescience.com/um-refrigerante-por-dia-aumenta-em-40-seu-risco-de-cancer-de-prostata/ - Stephanie D’Ornelas

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Encerramento das aulas de educação física do 5º Ano do Colégio Dom Bosco 2012


No período de 12 a 28 de novembro de 2012 foi realizado o Torneio Esportivo do 5º Ano do Colégio Dom Bosco nas modalidades de basquete, futsal, handebol, queimado e voleibol. Confira as fotos dos futuros atletas:


Alunos do 5º Ano A


Alunos do 5º Ano B


Equipe Campeã do 5º Ano A - Real Madrid


Equipe Vice-campeã do 5º Ano A - Os Imbatíveis


Equipe 3º lugar do 5º Ano A - Barcelona


Equipe Campeã do 5º Ano B - Tropa de Elite


Equipe Vice-campeã do 5º Ano B - Milan


Equipe 3º lugar do 5º Ano B - Os Brasileiros

Boas Férias!

A criança pode começar a iniciação esportiva desde cedo, se ela não se transformar em um atleta de alto nível, com certeza vai se transformar em um bom cidadão, pela aquisição de valores que se aprende com o esporte.

Professor José Costa

Fumar “apodrece” o cérebro

Segundo um novo estudo da King’s College London (Reino Unido), fumar “apodrece” o cérebro, danificando seus centros de aprendizagem, memória e raciocínio.

Os pesquisadores queriam investigar a ligação entre a probabilidade de um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral (derrame) e o estado do cérebro. Para tanto, a saúde de 8.800 pessoas com mais de 50 anos foi analisada.

Além de informações de estilo de vida, os participantes tiveram que fazer testes para o cérebro, como aprender quantas novas palavras ou nomes conseguissem em um minuto. Todos foram testados três vezes: no momento do estudo, quatro anos depois e oito anos depois.

Os resultados mostraram que o risco geral de um ataque cardíaco ou derrame estava significativamente associado com o declínio cognitivo. As pessoas que apresentaram maior risco tinham o maior declínio em capacidade mental.

Houve uma “associação coerente” entre o fumo e a menor pontuação nos testes. Além do tabaco, pressão arterial elevada e/ou estar acima do peso também pareceu afetar o cérebro, mas em menor grau.
Segundo os pesquisadores, as pessoas precisam estar cientes de que seus estilos de vida podem danificar não só seu corpo, mas também sua mente.

“O declínio cognitivo se torna mais comum com o envelhecimento e pode interferir com o funcionamento diário e bem-estar de muitas pessoas. Identificamos certo número de fatores de risco que podem ser associados com o declínio cognitivo acelerado, e todos podem ser modificáveis”, explica o Dr. Alex Dregan, um dos autores do estudo.

Isso significa que as pessoas podem fazer mudanças em seu estilo de vida para diminuir seu risco de declínio cognitivo, levando uma vida melhor por mais tempo. Muitas pesquisas indicam repetidamente que fumo e pressão arterial elevada aumentam o risco de declínio cognitivo e demência, e esse estudo é mais uma evidência para alertar as pessoas.

“Nós todos sabemos que o tabagismo, pressão arterial alta, colesterol elevado e um alto IMC [índice de massa corporal] são ruins para o nosso coração. Esta pesquisa contribui para a enorme quantidade de evidências que sugere que também podem ser ruins para a nossa cabeça”, informa a Sociedade Britânica de Alzheimer.

Entre as recomendações dos especialistas para manter uma boa saúde mental estão: comer uma dieta equilibrada, manter um peso saudável, fazer exercícios regularmente, checar sua pressão arterial e colesterol e não fumar.[BBC, Examiner, Foto]

Fonte: http://hypescience.com/fumar-apodrece-o-cerebro/ - por Natasha Romanzoti

terça-feira, 27 de novembro de 2012

10 suplementos alimentares para aumentar sua inteligência

Quem faz academia sabe como o uso de suplementos pode ajudar muito no ganho de massa muscular e na melhora de desempenho. Contudo, também sabe que eles não fazem milagre (um cara magro não vai se tornar um dublê de Arnold Schwarzenegger só porque começou a tomar creatina).

O mesmo vale para os suplementos destinados a fortalecer a inteligência: eles têm efeitos notáveis (se forem usados corretamente), mas não garantem que você vá ganhar o próximo Nobel de Física.

Aumento da capacidade de concentração, memória, processamento de informação visual e de atenção estão entre os vários benefícios que esses suplementos podem trazer.

ATENÇÃO: Antes de passarmos para a lista, porém, vale a pena fazer algumas ressalvas: em primeiro lugar, é importante que você consulte seu médico antes de usar qualquer um deles, para saber se está saudável o suficiente para usá-los e se não está sujeito a efeitos negativos (como reações alérgicas); a lista contém sugestões de doses, mas o ideal é seguir as doses recomendadas na bula do produto, se houver; com exceção dos itens 2 e 4, os estudos indicam efeitos para suplementos consumidos isoladamente, por isso não consuma dois ou mais sem orientação, pois um pode anular o efeito dos outros (ou, até mesmo, causar reações negativas); por fim, lembramos que cada organismo funciona em um ritmo próprio e, por isso, os suplementos podem demorar para surtir efeito (ou o contrário, dependendo do caso).

Dito isso, vamos à lista:

1 – CREATINA

Esse suplemento é popular entre os frequentadores de academia porque aumenta o poder muscular (já que ajuda a dar energia às células do corpo e auxilia no crescimento das fibras dos músculos), mas seus benefícios não se restringem ao físico: estudos mostram que a creatina pode fortalecer a memória e a atenção, pois ajuda a dar energia ao cérebro.

2 – CAFEÍNA + L-TEANINA

A cafeína sempre foi alvo de controvérsias, uma vez que seu consumo não apenas tem efeito estimulante (temporário, vale dizer), mas também pode causar ansiedade e aumento de pressão. Para driblar esse lado negativo e, ainda por cima, conseguir efeitos mais duradouros (como reforço da memória de trabalho, aumento do poder de processamento de informação visual e redução da tendência a se distrair), recomenda-se que ela seja consumida em conjunto com L-Teanina. Esse aminoácido é normalmente encontrado no chá-verde, mas em doses baixas (de 5 a 8 mg em uma xícara). Assim, cientistas sugerem o consumo de 50 mg de cafeína (uma xícara, em média) e 100 mg de L-Teanina (dose encontrada em suplementos).

3 – CHOCOLATE AMARGO (FLAVONOIDES)

É importante destacar que estamos nos referindo aos chocolates com alta concentração de cacau (em torno de 90%) e com pouco açúcar (este, inclusive, enfraquece os efeitos positivos que vamos listar), não aqueles que as pessoas costumam comprar. O cacau contém um tipo específico de flavonoide que estimula processos neurológicos relacionados a memória e aprendizado. Para ter esses benefícios, recomenda-se comer de 35 a 200 gramas por dia (não de uma vez, é claro).

4 – PIRACETAM E COLINA

O piracetam é normalmente prescrito para pacientes com doença de Alzheimer, depressão ou esquizofrenia, mas também é usado por outras pessoas para aumentar a ação do neurotransmissor aceticolina – e, assim, fortalecer a clareza mental, a memória espacial e outras funções cerebrais. Contudo, para se obter esses efeitos, é preciso ingerir piracetam em conjunto com colina, um nutriente essencial solúvel em água: 300 mg de cada, três vezes ao dia, é a dose recomendada por especialistas.

5 – ÁCIDOS GRAXOS ÔMEGA-3

Encontrados em nozes, óleo de peixe, sementes de linho e grãos de feijão, esses ácidos vêm sendo usados há tempos para combater o declínio de funções neurológicas relacionadas ao envelhecimento e a doenças como a de Alzheimer. Recentemente, um estudo mostrou que os efeitos obtidos também podem ocorrer em adultos saudáveis, além de melhorar o ânimo e aumentar a capacidade de foco. Recomenda-se o consumo de 1,2 g a 2,4 g por dia (uma ou duas cápsulas de óleo de peixe).

6 – BACOPA MONNIERI

Essa planta é normalmente encontrada no norte da Índia, e há séculos é usada com diversas finalidades (para o fortalecimento da memória e do aprendizado, como analgésico, antipirético, anti-inflamatório e sedativo). Uma dose saudável é a de 150 mg por dia.

7 – EXTRATO DE GINKGO BILOBA

Vindo da samambaia (planta considerada um “fóssil vivo”, já que não tem “parentes”), o extrato de Ginkgo Biloba é, do mesmo modo que a cafeína, um suplemento cercado de controvérsias: por um lado, ele é usado para fortalecer a memória e a concentração; por outro, há estudos que contestam sua eficácia e sua capacidade de reduzir os sintomas da doença de Alzheimer. Normalmente é usado em conjunto com a Bacopa Monnieri, mas a combinação também é vista com desconfiança por alguns pesquisadores.

8 – GINSENG ASIÁTICO

A lista de possíveis benefícios dessa planta não é das menores: reforço da memória de trabalho e da atenção, melhora do humor e redução da ansiedade e da fadiga. Recomenda-se em torno de duas doses diárias de 500 mg.

9 – RHODIOLA ROSEA

Além de fortalecer a cognição e a memória, a Rhodiola Rosea pode diminuir a fadiga e a ansiedade – efeitos que habitantes da Rússia e da Escandinávia vêm aproveitando há séculos. Você pode consumir entre 100 e 1.000 mg por dia, mas em duas doses iguais.

10 – SALVIA LAVANDULAEFOLIA

Comum na Espanha e no norte da França, a Salvia Lavandulaefolia é uma erva aromática que reforça os efeitos do neurotransmissor acetilcolina e, assim, melhora o humor e a memória de adultos saudáveis e de portadores da doença de Alzheimer, além de atuar como ansiolítico, antidepressivo e antioxidante. Recomenda-se o consumo de 300 mg de folhas secas por dia.[io9]

Fonte: http://hypescience.com/10-suplementos-alimentares-para-aumentar-sua-inteligencia/ - por Guilherme de Souza em

Programação das atividades comemorativas ao 63º aniversário do CEMB

CEMB 63 anos
Desde 1949 em Itabaiana-SE

HISTÓRICO
A fundação da escola Escola Normal Rural “Murilo Braga” deu-se através da lei nº 212 de 29/11/49, sancionada pelo então Governador do estado de Sergipe Dr. José Rolemberg Leite. Tal denominação foi dada para homenagear o então Diretor do INEP (Instituto Nacional de Estados Pedagógicos), órgão ligado ao Ministério da Educação e Cultura. Somente através do decreto Lei nº 16 de 15/05/69 tornou-se então CEMB, com a criação do Curso Científico, uma reivindicação da comunidade estudantil, tendo a frente um ex-aluno, o Sr. José Augusto Machado, hoje figura destacada no cenário Sergipano, entre tantos outros, que no seio deste conceituado estabelecimento escolar receberam as bases sólidas para um futuro promissor.
Hoje, o Colégio Estadual Murilo Braga, é administrado pelo professor Éder de Jesus Andrade conta com uma matricula de 1700 alunos, distribuídos em três turnos diários, mantido pelo Governo do Estado de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Educação tendo a frente o Sr. Belivaldo Chagas Silva, com subordinação direta da Diretora Regional DRE’03 a Sra. Soraya Tavares Gois Fonseca.

Programação das atividades comemorativas ao 63º aniversário do CEMB

21 /11/2012 (QUARTA)
Início dos jogos internos do CEMB
Profs. De Educação Física.
Local: Quadra do CEMB
22/11/2012 (QUINTA)
19:30h às 21:30h
Lançamento do livro, “Alma Branca” da ex-aluna Maria do Carmo Xavier Costa. Apresentações Artísticas por alunos do CEMB.

24 /11/2012 - (SÁBADO)
07:30h às 12:30h
• 4ª Caminhada Ecológica
(ao Parque Nacional Serra de Itabaiana)

26 /11/2012 – (SEGUNDA)
19:30h às 20:30h
• Apresentação da Filarmônica Nª Sª da Conceição.
Regente: Maestro Valtênio
A partir das 20:30h
• Entrega de Comendas
Local: Auditório do CEMB

27 /11/2012 – (TERÇA)
07:20h
• Apresentação do Hino do CEMB via rádio escola
07:30h
• Missa em ação de graças
Celebrante: Padre Jadson da Silva Ramos.
Local: Auditório do CEMB
8:40h às 9:30h
• Apresentação do grupo (A Dança Nunca Morre) do Colégio Costa e Silva (Aju).
Local: Auditório do CEMB.

28 /11/2012 - (QUARTA)
• Semifinais dos jogos internos
(Manhã, Tarde e Noite).
Local: Quadra do CEMB

29 /11/2012 – (QUINTA)
• Finais dos Jogos Internos
(Manhã, Tarde e Noite)
Local: Quadra do CEMB
19:30h às 22:00
• Primeira Mostra de Gêneros Musicais
Local: Auditório do CEMB

30 /11/2012 – (SEXTA)
08:00 h às 16:00 h
PROJETO CEMB EM AÇÃO
Serão oferecidos serviços à comunidade durante todo o dia.
Empresas convidadas:
O Boticário, Visótica, Microlins, Café Maratá, SSP/SE, SENAC, Gilton Cabelereiro, Centro de Beleza Maria Linda, etc.
• 1ª mostra de gêneros musicais em foco (Manhã e Tarde)
Local: Palco Externo do CEMB

Equipe Diretiva do CEMB

Copa O Saber de Futsal Masculino já tem sua equipe campeã

A equipe Mercurial sagrou-se Campeã da Copa de Futsal do Colégio O Saber ao vencer na grande final o Cotinguiba por 4 a 2 em um jogo bastante equilibrado e de bom nível técnico. Pela disputa do 3º lugar da competição, a equipe do Sergipe venceu Los Ricos pelo placar de 10 a 5. Os atletas das equipes Mercurial, Cotinguiba e Sergipe foram premiados com medalhas de ouro, prata e bronze respectivamente.

Um bom público compareceu a Quadra "Emílio de Oliveira para prestigiar a final da Copa de Futsal e incentivar os atletas.

Parabéns aos alunos participantes e que outras copas sejam realizadas para estimular a prática esportiva pela garotada.

Professor José Costa

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Como as tecnologias digitais vão mudar a educação

Futuróloga da Nasa afirma que estamos entrando na chamada Era da Imaginação

O futuro pode ser visto como uma extensão natural do que acontece hoje: nossas políticas, padrões de pensamento, tendências e hábitos. Se vão criar um amanhã indesejável, como podemos mudá-lo agora? É daí que parte o trabalho da americana Rita King.

Rita é futuróloga do think tank (centro de estudos) Langley da Nasa, onde trabalha na concepção de um parque de ciências, e uma das coordenadoras da Science House, instituição que faz a ponte entre cientistas e investidores para concretizar projetos de inovação. Ela afirma que estamos entrando na chamada Era da Imaginação, em que, com a ajuda da inteligência artificial, poderemos criar a maneira como queremos viver.

A maior mudança virá de nossa relação com as máquinas e o mundo virtual, que já começa a transformar a educação. A seguir, Rita fala sobre como robôs estão fazendo as vezes de professores, salas de aula que podem ir muito além de mesas e cadeiras e por que criatividade e imaginação serão os valores mais importantes de nossa sociedade. Para ela, o futuro já começou.

GALILEU: O que é a Era da Imaginação?
Tivemos a Era Industrial e vivemos hoje a Era da Informação. Muitos futurólogos consideram que a próxima será a da Inteligência, mas ela só chegará quando as máquinas pensarem melhor que nós. Estamos em uma transição que chamo de Era da Imaginação. É um período de reformulação, não só para trabalho, educação e relacionamentos, mas para o que significa ser humano. Nós integraremos cada vez mais a tecnologia. Essas mudanças já podem ser vistas na educação.

* Como?
Parte da Era da Imaginação é re-imaginar sistemas, e a educação é um dos que mais necessita de um novo pensamento. Nas escolas, temos do uso de iPads a aulas ministradas por robôs. Os modelos mais avançados são autônomos, guiados por software de inteligência artificial com rastreamento de movimento e reconhecimento de fala. As máquinas começam a aprender a ensinar, tornando-se informadas sobre os mais diversos assuntos. Não é um conceito, mas um modelo já implantado em países como a Coreia do Sul.

* Teremos aulas em cenários virtuais?
Sim. Esses ambientes digitais podem recriar espaços inusitados para o aprendizado, como o fundo de um oceano, com corais sendo destruídos pelo aquecimento global. Um ambiente virtual de uma faculdade de medicina, por exemplo, pode se parecer a uma réplica gigante de um coração humano. Assim, os estudantes poderão explorar o funcionamento desse órgão vital em um nível antes inatingível no ensino à distância.

O futuro já começou

Veja quatro tendências apontadas por Rita:

Professores-robôs: guiados por softwares de inteligência artificial, terão cara humanoide.
Cenários virtuais: os treinamentos profissionais serão em plataformas digitais.
Mercado de trabalho: será baseado em áreas emergentes e projetos colaborativos.
Nuvem humana: vamos ter mais de um contrato profissional e revezar o trabalho com colegas em fusos horários opostos. É o conceito de nuvem (informações espalhadas pelo espaço virtual) adaptado para o trabalho.

Fonte: http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI319924-18538,00-COMO+AS+TECNOLOGIAS+DIGITAIS+VAO+MUDAR+A+EDUCACAO.html - por Rafael Tonon

domingo, 25 de novembro de 2012

Final da Copa O Saber de Futsal Masculino

Nesta Segunda-feira, 26 de novembro, acontecerá a grande final da Copa de Futsal do Colégio O Saber envolvendo as equipes do Cotinguiba, campeã do 1º turno, e Mercurial, campeã do 2º turno. Na preliminar, as equipes do Sergipe e Los Ricos se enfrentarão na disputa do 3º lugar da competição.

Os jogos serão realizados na Quadra “Emílio de Oliveira”, anexa ao colégio, a partir das 17h30min.

Compareça e prestigie a final da Copa de Futsal, a garotada vai curtir a sua presença!

Professor José Costa

Estamos “devoluindo”? Humanos estão perdendo capacidade intelectual e emocional

Há quem pense que as novas gerações estão mais estúpidas do que nunca. Embora seja difícil dizer com certeza se estamos mesmo ficando menos inteligentes, uma nova teoria, bastante controversa, afirma que os humanos estão vagarosamente, mas definitivamente perdendo capacidades intelectuais e emocionais.

Dr. Gerald Crabtree, da Universidade Stanford (EUA), baseou sua teoria no fato de que a inteligência “superior” humana (em relação a outros animais) foi resultado de uma enorme pressão evolutiva. A inteligência e comportamento humanos exigem, portanto, o funcionamento ideal de um grande número de genes.

Essa complicada rede de genes que supostamente nos dá a grande vantagem em relação a outros seres vivos é suscetível de mutações que, sem a manutenção de uma enorme pressão evolutiva, tendem a nos “emburrecer”.

Crabtree acredita que o desenvolvimento de nossas capacidades intelectuais e a otimização de milhares de genes de inteligência provavelmente ocorreram em grupos dispersos de povos, antes de nossos ancestrais surgirem na África.

Nessa época, a inteligência era crítica para a sobrevivência, por isso uma imensa pressão agindo sobre os genes necessários para o desenvolvimento intelectual levou a um pico da inteligência humana.
A teoria de Crabtree é que, a partir desse ponto, a inteligência humana provavelmente começou a lentamente perder terreno.

Depois da agricultura e, consequentemente, da urbanização, passou a haver menos seleção natural para os “mais inteligentes”.

Com base em cálculos da frequência com que mutações prejudiciais aparecem no genoma humano e no pressuposto de que 2.000 a 5.000 genes são necessários para sustentar nossa alta capacidade intelectual, Crabtree estima que dentro de 3.000 anos (cerca de 120 gerações) todos nós teremos sofrido duas ou mais mutações prejudiciais para a nossa estabilidade intelectual ou emocional.

Crabtree argumenta que a combinação de uma menor pressão seletiva e um grande número de genes facilmente afetados por mutações está “corroendo” nossas capacidades intelectuais e emocionais.

Porém, ele também argumenta que essa perda de inteligência é muito lenta e, a julgar pelo ritmo acelerado de descoberta e avanço da nossa sociedade moderna, tecnologias futuras poderão apresentar soluções para o problema.

“Acho que chegaremos a compreender cada uma das milhões de mutações humanas que possam comprometer nossa função intelectual, e como cada uma delas interage com umas as outras e com demais processos, bem como suas influências ambientais”, diz. “Então, seremos capazes de corrigir qualquer mutação no nosso organismo, em qualquer estágio de desenvolvimento. O processo brutal da seleção natural será desnecessário”, opina.[MedicalXpress, NaturalNews, imagem]

Fonte: http://hypescience.com/humanos-estao-perdendo-capacidade-intelectual-e-emocional/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+feedburner%2Fxgpv+%28HypeScience%29 - Natasha Romanzoti

sábado, 24 de novembro de 2012

10 animais estranhos do Brasil

Nosso país é mesmo um país de diversidade, não só no que diz respeito a diferentes etnias humanas, mas também de animais dos mais variados (e estranhos) possíveis.

Confira alguns deles:

10 – PREGUIÇA
A preguiça não é tão estranha no sentido de estarmos acostumados à sua existência, mas, certamente, se repararmos direito nela, é um bicho bastante bizarro.

Aparência esquisita, movimentos lentos e sem energia são suas principais características. Vivendo “de boa” pendurada nas copas das árvores copa do Brasil, Nicarágua e Peru, a preguiça tem dedos com garras curvas gigantes que parecem ganchos. O animal pode usá-las para se defender, mas por ser tão pacato, geralmente só as usa para ficar parecendo uma rede em um galho de árvore.
O cultivo de algas em sua pele (o revestimento exterior de sua pele tem grandes sulcos que recolhem e crescem algas) lhe dá uma cor verde que funciona como camuflagem. Então, o que às vezes pode parecer um amontoado de folhas gigante pendurado em um galho é na verdade uma preguiça.
Frutos, folhas secas e galhos compõem a dieta de uma preguiça. Elas fazem tudo de cabeça para baixo, incluindo comer e acasalar. As fêmeas tendem a ficar juntas, enquanto os machos são solitários e só aparecem para acasalar.
Se tiver que caminhar sobre a terra, a preguiça vai usar suas garras (se andasse ereta, pareceria o Pé Grande). Ela tem que rastejar a barriga e usar as garras para se impulsionar. Não admira que prefira se pendurar nas árvores (só desce cerca de uma vez por semana para urinar e defecar).

No entanto, a preguiça pode nadar muito bem. Também pode virar a cabeça em 270 graus e mantê-la quase em linha reta virada para cima enquanto seu corpo está pendurado de cabeça para baixo.

9 – CAPIVARA
Em que outro país haveria um animal que mais parece um rato gigantesco em cada zoológico? A capivara é uma visão conhecida em diversas cidades brasileiras. Não deixa de ser um roedor muito estranho, no entanto – e também o maior deles.
A capivara pode ser encontrada em diversas regiões da América do Sul e Central. Ela costuma viver em regiões às margens de rios e lagos. Utiliza a água como refúgio dos predadores, pois consegue ficar submersa por alguns minutos e possui uma grande agilidade para nadar.
Uma fêmea costuma gerar de 2 a 8 filhotes por gravidez. A capivara alimenta-se de capim, ervas e outros tipos de vegetação encontrados nas beiras de rios e lagos.
Um animal adulto pesa em média 80 kg, e alcança 1,20 metros. Elas vivem de 15 a 20 anos e, como boa roedora, possui dentes incisivos que podem chegar a 7 centímetros.
De roedores estranhos o Brasil entende, como confirmam esses outros “ratos gigantes”, a paca e a cotia.

8 – ANTA
A família Tapiridae é um grupo de mamíferos da ordem Perissodactyla que habita a América Central, a América do Sul e o sul da Ásia, conhecidos popularmente como “anta”. São os maiores mamíferos da América do Sul, e pertencem a mesma ordem dos cavalos, embora possuam um parentesco mais próximo aos rinocerontes.
A anta chega a pesar trezentos quilogramas. Tem três dedos nos pés traseiros e um adicional, bem menor, nos dianteiros. Tem uma tromba flexível, que sente cheiros e umidade. Vive perto de florestas úmidas e rios, e toma frequentemente banhos de água e lama para se livrar de carrapatos, moscas e outros parasitas.
As antas comem folhas, frutos, brotos, ramos, plantas aquáticas, grama e pasto. Também podem se alimentar em plantações de cana-de-açúcar, arroz, milho, cacau e melão. Para manter seus 300 quilinhos, passa quase dez horas por dia forrageando em busca de alimento.
Esses animais têm hábitos noturnos e solitários. De dia, escondem-se na mata, e só se reúnem durante o acasalamento e a amamentação. A fêmea tem geralmente apenas um filhote, e o casal se separa logo após o acasalamento.
Quando ameaçadas, as antas mergulham na água ou se escondem na mata. Ao galopar, derrubam pequenas árvores, fazendo muito barulho.
Se alguém souber por que os seres humanos usam a palavra “anta” com sentido pejorativo, favor me avisar. Aparentemente, esses animais não são nada bobos, e se domesticados, podem aprender muitas coisas, como girar uma maçaneta para abrir uma porta ou beber água numa garrafa de refrigerante.

7 – TAMANDUÁ
O tamanduá-bandeira, também conhecido como papa-formigas, é um mamífero quadrúpede desdentado. Com aspecto bizarro, solitário, pacífico e cauteloso, ele pode ser encontrado na América Central e do Sul.
O animal tem uma pelagem espessa que se torna maior na cauda. Seu focinho tem formato cilíndrico. Sua visão é fraca, mas sua capacidade de olfato é aguçada (cerca de 40 vezes maior que a do homem). É assim que ele procura formigueiros ou cupinzeiros para se alimentar.
O peso de um adulto desta espécie chega a 40 kg, seu comprimento pode chegar até 2 metros (incluindo a cauda) e sua altura pode chegar a 60 centímetros. Eles têm uma coloração acinzentada, com faixas diagonais pretas com as bordas brancas.
O tamanduá tem fortes longas garras dianteiras com as quais escava os formigueiros e cupinzeiros onde, em seguida, introduz sua língua, pegajosa e longa (aproximadamente 60 centímetros!), para explorar o local e levar os insetos à boca.
O tamanduá-bandeira é capaz de ingerir até 30.000 insetos por dia.
Suas garras também são utilizadas para se defender dos predadores: ele abraça seu inimigo para cravar-lhe as longas garras. Daí que surgiu a expressão popular “abraço de tamanduá”.
O tamanduá-bandeira está ameaçado de extinção devido à destruição de seu habitat. Os fatores que têm contribuído para isso são caça indiscriminada, queimadas (seu pelo é extremamente inflamável) e o avanço da agropecuária no cerrado (ecossistema que, por ser bem aberto, não possui lugares onde o tamanduá-bandeira possa se esconder).

6 – UACARI
O Uacari (Cacajao calvus) é uma espécie raríssima que vive nas florestas ao norte da Amazônia. Esse animal estranho encontrado no Brasil e no Peru está listado como uma espécie em extinção; ele é especialmente vulnerável devido à perda de seu habitat, e por ser caçado para a alimentação.
Os uacaris pesam cerca de 2 a 3 kg e possuem 35 a 60 centímetros de comprimento. Sua cauda possui cerca de 15 centímetros de comprimento. Apesar de terem a cara vermelha, a cor da sua pele pode variar entre quase branco a um castanho avermelhado muito escuro.
A razão para sua face colorida pode ser pelos mesmos motivos que as aves são coloridas: para facilitar a detecção de semelhantes na floresta espessa e densa. Eles não vivem muito bem em cativeiro.
Os uacaris se alimentam de insetos, sementes, nozes, frutas, néctar e similares. Convivem em grupos de 10 e 40 indivíduos. Há relatos de grupos com mais de 100.
Essas criaturas ágeis balançam entre as árvores pendurando-se pela sua cauda e raramente descem ao chão. Eles são capazes de saltar 20 metros ou mais entre diferentes árvores.

5 – MATACO (TATU-BOLA)
O mataco é uma espécie de tatu-bola, animal brasileiro que não poderíamos deixar de falar, já que o mascote da Copa do Mundo de 2014 será o tatu-bola.
Esse apelido vem do método extremamente original de proteção desses animais: eles não correm, camuflam-se ou lutam, apenas se enrolam em uma bola “blindada” graças a sua “armadura” esquisita.
O mataco vive na Bolívia, na região central do Brasil, no Paraguai e na Argentina. Esta classe de tatu não cava sua própria tocas, mas sim aproveita tocas de tamanduá abandonadas. Eles gostam de áreas gramadas ou pantanosas perto de florestas.
Estes tatus castanho-escuros são as únicas espécies que podem se enrolar e proteger completamente seus corpos inteiros dentro de sua concha. A frente desconectada das porções traseiras do escudo é o que permite esta façanha.

As garras em suas patas da frente são extremamente poderosas, e o tatu caminha e corre na ponta destas garras. Eles caçam para se alimentar cavando ninhos subterrâneos e sob vegetação em decomposição. Larvas de besouro são o seu principal alimento, mas também comem formigas, cupins, outros insetos e frutas.
O mataco é considerado uma espécie em extinção. Mineração e desenvolvimento agrícola ameaçam sua existência, além do animal ser extremamente fácil de ser capturado ou caçado.

4 – BOTO
O boto, especialmente o boto cor de rosa, é um animal brasileiro cercado de muitas lendas. A mais famosa delas é que essa criatura do mar adora se transformar em um homem bonito que seduz as moças, ou uma mulher bonita que leva os homens jovens para a água. Aqueles que entram em suas garras são afogados e seus espíritos se tornam golfinhos. Os nativos da Amazônia acreditam que este animal é um presságio de má sorte.
Mas não se assuste se encontrar com um. Ele não vai hipnotizá-lo e levá-lo para o fundo do mar, mas provavelmente vai querer brincar. Botos são criaturas muito curiosas, que gostam de interagir com barqueiros e nadadores.
O boto é o maior de todos os golfinhos de rio. Pode pesar até 180 kg e mora nas porções profundas de rios perto de bancos de areia e outras formações naturais que causam piscinas de águas profundas.

O golfinho respira através de um bico localizado na parte superior de sua cabeça, e precisa sair da água uma a duas vezes por minuto para tanto. Sua incrível flexibilidade lhe permite nadar ao redor de árvores e através das florestas que inundam durante a estação chuvosa.
Construções hidrelétricas são a maior ameaça que o boto sofre em estado selvagem. Represas são a principal causa de mudança do fluxo dos rios, que, por sua vez, perturbam a configuração natural dos bancos de areia que os botos dependem para profundidade adequada de água. Também afetam os ciclos naturais de reprodução de peixes, que o boto depende para sua fonte de alimento. Embora esses elementos causem problemas para eles, os botos têm uma sobrevida maior do que muitos de seus primos.

3 – URSO-DE-ÓCULOS
Achou que não havia ursos no Brasil? Bom, se você ver um, vai ser o urso-de-óculos. Foram as manchas brancas que marcam seus olhos que lhe renderam esse apelido bizarro. Essa é a única espécie de urso que vive na América do Sul, mas não se preocupe; é raro ver uma dessas criaturas. Existem apenas 18.000 vivos atualmente.
O urso-de-óculos é mais frequentemente encontrado nas florestas profundas da Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Brasil, mas também pode habitar florestas tropicais, estepes e desertos.

Eles podem ser de qualquer cor do preto ao castanho, ou avermelhados. O urso adulto tem cerca de 150 a 180 centímetros e pesa 100 a 155 kg. O macho é muitas vezes maior e mais pesado que a fêmea.
Esses ursos comem vegetação, pequenos animais, incluindo ratos, coelhos e aves, bulbos de orquídeas, folhas e frutas. As frutas são, de longe, sua comida favorita.
Diferentemente da maioria dos ursos, o urso-de-óculos é noturno. Ele come e passeia à noite. Quando o amanhecer chega, o animal sobe em uma árvore, se recolhendo ao seu “ninho” ou plataforma que ele construiu para dormir. Muitos ursos sobem em árvores, mas a maioria prefere dormir em cavernas e tocas.

2 – SAGUI PIGMEU
O sagui pigmeu (Callithrix pygmaea) é um macaco encontrado no oeste do Brasil, no Peru e no Equador Oriental e no sudeste da Colômbia. É o menor macaco do mundo, com um comprimento de corpo de 14 a 16 centímetros, excluindo a cauda.
Essa coisinha fofa alimenta-se de frutas, folhas, insetos e pequenos répteis.

1 – CANDIRU
Nenhuma lista sobre animais estranhos brasileiros está completa sem o candiru. Esse peixe amazônico fino, pequeno e quase transparente está entre os poucos vertebrados hematófagos, que se alimentam do sangue de outros peixes. Os candirus fazem isso se ancorando a eles com uma série de espinhos em forma de gancho. Uma infestação severa pode enfraquecer e, eventualmente, matar uma vítima infeliz. Eles também se alimentam de peixes mortos, comendo-os de dentro para fora.
Em alguns casos, eles podem nadar para dentro da uretra ou do ânus de homens e mulheres, e ficar preso lá por causa de seus espinhos. Isso é muito doloroso e potencialmente mortal, porque quando a vítima humana deixa a água, o peixe morre e seu corpo começa a apodrecer. A infecção resultante pode causar morte. Somente um delicado processo cirúrgico pode remover o peixe dos órgãos genitais. Moral da história: não faça xixi na Amazônia.
Conhece mais animais (ainda mais estranhos) brasileiros? Compartilhe![Webecoist,PurpleSlinky, UOL, BrazilianFauna, Ambientes, SuaPesquisa, IdealDicas, InfoEscola]

Fonte: http://hypescience.com/10-animais-estranhos-do-brasil/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+feedburner%2Fxgpv+%28HypeScience%29 – por Natasha Romanzoti

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Atividade física pode prevenir encolhimento do cérebro

Exercício físico, não mental

A atividade física regular na terceira idade pode ajudar a evitar o encolhimento do cérebro e outros sinais associados à demência, revela um novo estudo.

A pesquisa foi feita pela Universidade de Edimburgo, na Escócia, e analisou dados de 638 pessoas com 70 anos que foram submetidas a exames cerebrais.

Os resultados mostraram que aqueles que eram fisicamente mais ativos tiveram menor retração do cérebro do que os que não se exercitavam.

Por outro lado, os que realizavam atividades de estimulação mental e intelectual, como fazer palavras cruzadas, ler um livro ou socializar com os amigos, não tiveram efeitos benéficos em relação ao tamanho do cérebro, constatou o estudo, publicado na revista Neurology.

Deterioração do cérebro

Existem vários estudos que detectaram uma espécie de encolhimento do cérebro com o envelhecimento.

Esse encolhimento está associado com uma perda da memória e das capacidades cerebrais, embora os estudos não sejam conclusivos sobre quem causa o quê.

Mas os estudos também têm mostrado uma correlação inversa entre esse encolhimento e as atividades sociais, físicas e mentais.

Neste novo estudo, que levou três anos para ser concluído, o médico Alan Gow e sua equipe pediram aos participantes que levassem um registro de suas atividades diárias.
No final desse período, quando completaram 73 anos, os participantes passaram por scanners de ressonância magnética para analisar as mudanças no cérebro.

Depois de levar em conta fatores como idade, sexo, saúde e inteligência, os resultados mostraram que a atividade física estava "significativamente associada" com a menor atrofia do tecido cerebral.

Massa cinzenta

"As pessoas de 70 anos que fizeram mais exercício físico, incluindo uma caminhada, várias vezes por semana, apresentaram uma retração menor do cérebro e outros sinais de envelhecimento da massa cerebral do que aqueles que eram menos ativos fisicamente", explicou Grow.

"Além disso, nosso estudo não mostrou nenhum benefício real no tamanho do cérebro com a participação em atividades mental e socialmente estimulantes durante os três anos de estudo", acrescentou.

Segundo o pesquisador, a atividade física foi também associada a um aumento no volume de massa cinzenta. Esta região tem-se mostrado relacionada com a memória de curto prazo.

Quando os cientistas analisaram o volume de substância branca, responsáveis pela transmissão de mensagens no cérebro, descobriram que as pessoas fisicamente ativas tinham menos lesões nessa área do que as que se exercitavam menos.

Causas indeterminadas

Embora estudos anteriores já tenham mostrado os benefícios do exercício para prevenir ou retardar a demência, ainda não está claro os motivos por que isso acontece.

"Embora não possamos dizer que a atividade física é o fator causal deste estudo, nós sabemos que o exercício na meia-idade pode reduzir o risco de demência futura", comentou Simon Ridley, da entidade Alzheimer's Research no Reino Unido.

"Vai ser importante acompanhar tais voluntários para ver se essas características estruturais estão associadas com maior declínio cognitivo nos próximos anos", disse.
"Também será necessário mais pesquisas para saber detalhadamente sobre por que a atividade física está tendo esse efeito benéfico", afirmou.

Com informações da BBC

Fonte: http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=atividade-fisica-prevenir-encolhimento-cerebro&id=8320&nl=nlds

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Saiba como escolher entre viajar por conta própria ou por agência

Há viagens com companhias em que muitas vezes não permitem maior exploração do local visitado, já que os pacotes padronizados resultam em pouquíssima flexibilidade

São Paulo - Fortaleza, Maceió, Foz do Iguaçu, Caldas Novas e Rio de Janeiro são apenas alguns dos lugares que a comerciante Kátia Cristina de Carvalho, já conheceu viajando por intermédio de uma agência de viagens. O próximo destino é Gramado, no Rio Grande do Sul. “Prefiro a comodidade de uma agência. Quando viajo não quero pensar em nada nem ter nenhum tipo de preocupação”, diz.

No caminho oposto, a secretária Daniela Rodrigues não abre mão da liberdade de viajar por conta própria. Ela, que já conheceu França, Itália, Romênia e Turquia, acredita que planejar a própria viagem também significa menor impacto no bolso. “Sempre viajo por conta própria e com baixo orçamento. Assim, adapto os passeios e os lugares onde me hospedo, de acordo com o quanto tenho disponível”, argumenta.

Para a especialista em viagens e sócia-editora da Pulp Edições, Patrícia Papp, tanto a comodidade como a independência são argumentos válidos para quem está em dúvida se contrata uma agência de viagens ou vai por conta própria, respectivamente.

Agência

Na opinião de Patrícia, quem não quer se preocupar com hotel, reserva de passagens ou quaisquer outras coisas deve recorrer a uma agência. Fazer uma viagem em grupo também é uma boa ideia para aqueles que procuram novos amigos, se sentem inseguros em lugares desconhecidos ou não falam o idioma local. “Com a agência, o turista tem sempre por perto alguém que o aconselhe e resolva tudo por ele”, ressalta.

Viajar por agência não é necessariamente mais caro, afirma ainda a especialista. Isso porque as empresas trabalham com muitos pacotes, o que dá a elas melhores condições de negociação com fornecedores, resultando em preços menores para a reserva de hotéis e passagens aéreas, especialmente se o turista procura conforto.

Por outro lado, alerta, viagens com companhias muitas vezes não permitem maior exploração do local visitado, já que os pacotes padronizados resultam em pouquíssima flexibilidade. Outra desvantagem é que os passeios costumam ter horário de início e término. Ou seja, a pessoa não poderá permanecer mais tempo em um local que tenha gostado ou ir mais tarde ao city tour porque não dormiu o suficiente na noite anterior, por exemplo.

Conta própria

Sobre as viagens por conta própria, Patrícia aponta como grande vantagem a liberdade na escolha da hospedagem, roteiros e número de dias que o passeio irá durar. “Em uma viagem planejada por conta própria, a pessoa pode adaptar o orçamento conforme suas necessidades”, diz.

Para baratear os custos, o viajante tem ainda a possibilidade de optar por hotéis mais baratos, ou mesmo albergues e até acampamentos para aqueles que possuem um espírito aventureiro. Entretanto, nesse tipo de viagem, deve-se estar disposto para organizar tudo, desde hospedagem até traslado dentro do destino escolhido.

Também é necessário tentar prever imprevistos para saber o que fazer caso algo aconteça e ter cuidado redobrado ao planejar viagens para locais com culturas bastante distintas, como China ou Oriente Médio. Nesses casos, pode ser uma boa ideia contratar um guia ou intérprete.

Sucesso

Independente da escolha o essencial é o autoconhecimento. Qual é o seu perfil? Qual o objetivo da sua viagem? Fazer amigos ou aproveitar este momento para esquecer de tudo e de todos? Você gosta de aventura, acha interessante caminhar sem destino pela cidade e encontrar lugares pouco conhecidos pelos turistas? Ou prefere aproveitar todos os segundos e registrar em fotos o maior número de monumentos possíveis? Não tem problema em sair pedindo informações para os locais ou acha isso um grande mico?
As respostas para as perguntas acima certamente ajudarão a definir como será sua próxima viagem de férias.

Se pintar problema...

De fato, viajar por meio de uma agência de viagens é mais cômodo, mas nada garante que não possa surgir algum problema. Segundo o Ibedec (Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo), vale lembrar que agências possuem responsabilidade solidária e também respondem se algo der errado em qualquer passeio. Por isso, é importante guardar os comprovantes de todos os compromissos firmados com a companhia bem como panfletos e anúncios.

No caso das pessoas que viajam sozinhas, o melhor é pesquisar detalhadamente para diminuir a possibilidade de imprevistos. Assim, ela listou alguns sites que podem ajudar quem quer planejar a própria a viagem:

www.booking.com (passagens e hotéis)
www.lastminute.com (compra de passagens aéreas de última hora)
www.airbnb.com (acomodações oferecidas por habitantes locais)
www.expedia.com (aluguel de carros, passeios turísticos, passagens e hotéis)

Fonte: http://viagem.uol.com.br/ultnot/infomoney/2012/11/16/saiba-como-escolher-entre-viajar-por-conta-propria-ou-por-agencia.jhtm

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

10 fatos curiosos sobre animais que você provavelmente ainda não sabe

Há coisas sobre os animais que todos sabem, como o fato de que chitas são rápidas, algumas cobras não são venenosas, golfinhos são espertos… Mas também existem curiosidades sobre eles menos óbvias. Confira 10 fatos aleatórios sobre a natureza que você provavelmente ainda não ouviu falar:

1 – INSETOS TÊM SANGUE “ALIENÍGENA”

Na verdade, não é nem sangue, mas algo chamado hemolinfa. Já faz 500 a 600 milhões de anos que os seres humanos e os insetos compartilharam um ancestral em comum, por isso não é nenhuma surpresa que haja algumas diferenças entre os dois organismos.
Hemolinfa é à base de cobre, em vez do ferro que corre nas nossas veias, o que lhe dá uma coloração azul ou esverdeada quando é oxigenada. Ela não é usada para transportar oxigênio, no entanto, já que a respiração através da pele é suficiente para as necessidades oxigenais dos insetos.
Isso significa que eles têm um sistema circulatório muito mais relaxado. Seus corações batem com muito menos frequência do que o nosso, e podem até mesmo entrar em um estado de repouso para economizar energia. Muitos também têm uma proteína em sua hemolinfa que impede a formação de cristais de gelo.

2 – TOUPEIRAS TÊM PELES EXTREMAMENTE MOLES

Acariciar uma toupeira é algo bem fácil. Cada fio individual do seu corpo é incorporado a um saco de fluido, o que permite que se fixem em qualquer direção de encontro à pele, sem nenhum desconforto ou resistência.
Essa é uma adaptação muito prática. Como elas vivem em túneis que não são maiores do que o seu próprio corpo, fica muito mais fácil navegar com uma pele maleável. Sua suavidade é conhecida por fazer casacos encantadores. Esse fato, aliado ao seu status de praga na sociedade humana, deixou muitas espécies de toupeira ameaçadas de extinção.

3 – PÁSSAROS MORRERIAM NO ESPAÇO

Já levamos animais ao espaço, inclusive cachorros. Nunca pássaros, no entanto. A razão para isso é que eles não sobreviveriam por lá, já que a maioria não consegue engolir. Geralmente, as aves dependem da gravidade para levar comida e bebida ao estômago. É por isso que elas mergulham os bicos na água e, em seguida, levantam a cabeça para deixá-la escorrer.
Pássaros no espaço provavelmente morreriam de desidratação, ou afogariam tentando beber. Já tentaram colocar pombos em um avião que voa em longos arcos parabólicos para simular gravidade zero por curtos períodos de tempo, e eles realmente não se deram muito bem.

4 – MARIPOSAS TÊM ARSENAL ANTIMORCEGO

O morcego é um dos caçadores mais fascinantes e bem documentados do reino animal. Ser um inseto voador noturno, portanto, parece equivaler a uma sentença de morte.
Mas não é bem assim. O grande problema com a ecolocalização (tática para se localizar ou localizar presas usada pelos morcegos) é que o alvo sabe que você está vindo atrás dele assim que você a usa. Muitas espécies de mariposas aproveitam esse fato a ponto de medir a distância de seu atacante e reagir com mais urgência.
Uma das táticas usadas pelos insetos é chamada de “cessação de voo”, também conhecida simplesmente como queda. Outros empregam contramedidas. No momento do ataque, os insetos fazem uma série de sons de cliques, confundindo o morcego, fazendo-o errar o alvo 4 de 5 vezes.

5 – AXOLOTLS NUNCA CRESCEM

Esse animal é parente da salamandra e cresce até cerca de 30 centímetros. É completamente aquático, vegetariano e vive de 10 a 15 anos. Enquanto seu primo, a salamandra tigre, se parece muito com ele durante sua fase larval, o axolotl nunca cresce e se transforma em uma salamandra de pleno direito.
O que é realmente fascinante, porém, é que ele não pode fazer isso. Se utilizarmos iodo para estimular sua tireoide, coisa que ele não pode fazer sozinho por não ter os hormônios necessários, o axolotl pode ser forçado a passar por uma transformação que abandonaria normalmente em algum lugar ao longo do caminho.
Infelizmente, o único habitat nativo do axolotl é nas águas ao redor da Cidade do México. Poluição, espécies invasoras de peixes e o fato de que eles são aparentemente deliciosos reduziram seus números para níveis criticamente baixos. Existem mais espécimes em aquários domésticos do que no habitat selvagem.

6 – CORUJAS NÃO SÃO TÃO ESPERTAS

É difícil olhar para o rosto de uma coruja e não pensar que ela sabe algo que você não sabe. Isso é verdade, mas essa coisa é como matar e comer roedores com grande eficiência, apenas.
Os olhos de uma coruja são muito grandes, mas seu crânio nem tanto. Isto deixa muito pouco espaço para um cérebro que, embora capaz de processar grandes quantidades de dados visuais, não tem poder para pensamento muito crítico.
É incrivelmente difícil treinar corujas para fazer as tarefas mais rudimentares. Gary Gero, um treinador de coruja que trabalhou nos filmes de Harry Potter, disse que não sabe de onde a ideia de que corujas são sábias veio, mas certamente não foi um treinador de coruja que inventou isso.

7 – CAULERPA TAXIFOLIA PODE TOMAR O MEIO MARINHO

Muitos tanques de peixes vêm com Caulerpa taxifolia, uma espécie saudável e vibrante de algas que produz uma toxina que a torna intragável para quase toda a vida aquática. Isso é ótimo para certas espécies de peixes que gostam de destruí-la, mas ruim para quase todo o resto.
Então, o que acontece quando uma planta de crescimento rápido e venenosa entra em um ecossistema onde ela não pertence? Vira uma alga assassina e figura na lista das piores espécies invasoras do mundo.
Como ela chegou ao mar Mediterrâneo é uma questão muito debatida. De qualquer maneira, só levou uma década para que cobrisse cerca de 30 quilômetros quadrados no início dos anos 90. Algumas pesquisas implicam que a sua introdução pode até ser globalmente positiva, mas a verdade é que muitas espécies nativas simplesmente não podem coexistir com ela.
A parte mais triste é que a invasão foi descoberta cedo, mas o debate sobre quem era o culpado por ela impediu que a situação fosse resolvida, e agora pode ser tarde demais para fazer qualquer coisa além de acompanhar seus efeitos.

8 – JACU-CIGANOS TÊM MÃOS

Jacu-cigano ou cigana é uma ave que tem gosto horrível e cheiro ainda pior, vantagens muito úteis para elas serem deixadas quietas no seu canto. Existem alguns tipos de aves que têm espécies de esporas ou garras em suas asas, mas na cigana, elas realmente têm um propósito.
Os pintinhos da espécie são escaladores ativos, utilizando seu par de garras em cada asa para maior aderência conforme escalam árvores. Se caírem, não tem problema, pois sabem nadar muito bem também. Na verdade, a única coisa em que não são tão bons é voar. Um recém-nascido tem que esperar meses antes de estar suficientemente desenvolvido para voar, e os adultos são notoriamente desajeitados.

9 – ARANHAS SALTADORAS TÊM BOA NOÇÃO DE PROFUNDIDADE

Só porque têm oito olhos, não significa que as aranhas têm boa visão. Claro que isso não é um problema para a maioria das aranhas, uma vez que caçam através de armadilhas, esperando por uma presa inocente, mas no caso de caçadores mais nômades, como a aranha saltadora, o assunto é outro.
Somente nos últimos anos os pesquisadores começaram a entender como os olhos da aranha saltadora realmente funcionam. Os dois olhos primários são incrivelmente complexos. Eles são capazes de atingir alguma forma de visão binocular, com retinas compostas de camadas separadas de células sensíveis à luz.
Uma imagem que está em foco em uma camada está fora de foco na camada logo acima dela, por isso, comparando a imagem nítida à embaçada, a aranha é capaz de julgar com bastante precisão sua distância. Ela faz isso tão bem que uma empresa japonesa está tentando aplicar o conceito a uma câmera potencialmente capaz de filmar em 3D com uma única lente.

10 – SIFONÓFOROS SÃO UM E MUITOS AO MESMO TEMPO

Esse “animal” estranho levanta questões filosóficas importantes sobre o que torna um organismo individual.
Os sifonóforos, ou Siphonophora, constituem uma ordem de hidrozoários, uma classe de invertebrados marinhos do filo Cnidaria. Apesar de terem, à primeira vista, a aparência de águas-vivas, são, de fato, colônias de vários membros – os zooides – que podem ser polipoides ou medusoides, morfológica e funcionalmente especializados.
Uma das espécies mais conhecidas é a caravela-portuguesa ou garrafa-azul, muitas vezes incorretamente classificada como uma água-viva.
Cada um dos zooides é singular dentro da colônia, especializados para determinadas tarefas. Estes zooides são capazes de
realizar suas funções por conta própria para o benefício do coletivo, mas devem contar com os outros tipos de zooides para desempenhar as funções que eles não podem. Apesar de todas as coisas que separam cada zooide do resto da colônia, o sifonóforo todo ainda cresce a partir de um único ovo.
Então, eles são uma criatura ou muitos? Aqui é onde fica complicado. Olhe longe o suficiente e certamente ele parece e se comporta como um único animal, mas quanto mais perto você o examina, mais diferenciadas as peças se tornam.
Como eles pairam diretamente sobre a linha entre colônia e um complexo organismo multicelular, podem conter pistas muito importantes sobre como a evolução superou essa ponte.[Listverse]

Fonte: http://hypescience.com/10-fatos-curiosos-sobre-animais-que-voce-provavelmente-ainda-nao-sabe/ - Natasha Romanzoti em

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Blog Professor José Costa: 300.000 acessos, obrigado!

Mais uma vez estamos comemorando uma marca histórica do blog, alcançamos os 300.000 acessos. A partir de hoje, a nossa meta é atingirmos os 500.000 acessos até o mês de abril, quando estaremos comemorando o 4º aniversário do blog, e depois, a marca de 1 milhão de acessos até o final do ano de 2013.

Quero agradecer primeiramente a Deus, por me dá força, perseverança e determinação em atingir o objetivo de oferecer qualidade de conteúdos aos leitores do blog através de artigos sobre educação, esporte, saúde, cultura e cidadania extraídos de revistas, jornais e sites confiáveis oferecendo o que há de melhor na internet.

Agradeço aos visitantes que passaram para ler um post através de pesquisa no google; aos amigos do facebook, twitter, orkut; aos leitores cativos, os que acessam de vez em quando e até aqueles que passaram por curiosidade e não mais voltaram; aos que comentaram ou criticaram alguma postagem de maneira construtiva e contribuíram para o engrandecimento do blog.

Um obrigado especial aos parceiros do blog por acreditar no meu trabalho: Inove Planejados, Colégio O Saber, Academia Saúde Total, Parafusos Mil, Churrascaria Recanto da Serra, Comercial Santo André, Drogaria Preferencial, Serrana Suvinil, Osbat Baterias, Auto Escola Serrana, Lindolar Móveis, Lok Car, Galeria Jandrade, Visótica, Supermercado Nunes Peixoto, Milton Som, Casa Barbosa-Barbosa Man, Moacir Imóveis, Bichos & Cia, PASP e Pura Moda. Todos vocês contribuem para a história e engrandecimento deste modesto blog. Nossa parceria é mesmo fundamental, sigamos adiante!

Um agradecimento especial aos agregadores que permitem o aumento de acessos do blog através de nossas postagens em seus sites como: Agrega dicas, Clic, Na Boca do Sapo, Meus Links, Linkerama, Geralinks, Toaky e Ocioso.

Muito obrigado a todos os leitores, parceiros e agregadores por fazerem parte desta história de sucesso do blog, sem os quais não chegaríamos a incrível marca de 300.000 acessos, pois vocês acreditam e confiam no nosso trabalho. Continuem nos visitando!

http://professorjosecosta.blogspot.com

Professor José Costa

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Cada hora sentado reduz expectativa de vida em 21 minutos

Pesquisa afirma que redução é 10 minutos maior do que a de fumar um cigarro

Cada hora que uma pessoa passa sentada reduz a sua expectativa de vida em 21 minutos, diz uma pesquisa desenvolvida pela Universidade de Queensland, na Austrália. Segundo o estudo, essa redução é dez minutos maior do que a de fumar um cigarro. Os resultados foram publicados na edição de Novembro do The British Journal of Sports Medicine.

Os cientistas levantaram dados de 12 mil australianos, coletados por um levantamento nacional sobre diabetes, obesidade e estilo de vida. Os entrevistados responderam perguntas sobre o seu estado de saúde, doenças que já tiveram, sedentarismo, tabagismo e hábitos alimentares. Para medir as horas que os participantes passavam sentados, os estudiosos perguntaram quantas horas de televisão eles assistiam por dia.

Os pesquisadores tentaram isolar o fator de risco da longa permanência na mesma posição de outros hábitos pouco saudáveis, como fumar e não se exercitar. Eles observaram que um adulto que passa seis horas por dia sentado em frente à TV deve viver quase cinco anos a menos que uma pessoa que não assiste televisão. A previsão se aplica mesmo em aqueles que fazem exercícios regularmente.

Uma das possíveis explicações para essa relação é a ausência prolongada de contrações dos músculos das pernas. Depois de ficar meia hora sentado, o corpo liga o "modo repouso" e a taxa metabólica cai. Ficar de pé evita essa queda, pois o músculo permanece rígido, o que consome mais energia. Além disso, a pessoa em pé tende a se movimentar involuntariamente.

Ginástica laboral - exercícios
Mexa o corpo sem passar uma hora na esteira
Nosso corpo não foi feito para ficar parado, e sim em movimento frequente. Pesquisas científicas comprovaram que a queima calórica não associada ao exercício físico, mas ao movimento do dia a dia, também traz os mesmos benefícios à saúde. "Mesmo quem faz atividade física não pode se dar ao luxo de passar o resto do dia sentado, pois sofrerá os mesmos malefícios de um sedentário", alerta o endocrinologista e clínico geral Filippo Pedrinola. Opções para se movimentar não faltam. Veja o que o Filippo Pedrinola recomenda:

Use as escadas em vez do elevador
É uma reação automática: ao entrar em um prédio, a primeira coisa que fazemos é apertar o botão do elevador - seja para subir até o primeiro ou até o vigésimo andar. No entanto, essa é uma ótima oportunidade para se exercitar usando as escadas. Para aqueles que trabalham ou moram em andares muito altos, desça dois ou três andares antes do que deveria e faça o resto do trajeto pelas escadas.

Saia para almoçar ou fazer compras a pé
Tem gente que não consegue nem mesmo ir até a padaria sem pegar o carro, por costume ou preguiça. Porém, não custa nada deixar o veículo na garagem e ir a pé até o mercado comprar os itens fáceis de carregar - além de fazer bem à sua saúde, você evita o estresse do trânsito e ainda tira um carro da rua. Outro hábito comum é acionar um delivery e pedir para entregar a refeição no trabalho, quando poderia ter ido até o restaurante caminhando.

Estacione o carro longe do local de trabalho
Aqui a lógica é a mesma das escadas: você já fez todo o trajeto de carro porque era longe, então que tal estacionar um pouco mais distante do seu destino e aproveitar a caminhada? Para aqueles que andam de ônibus, a recomendação é a mesma - experimente descer um ou dois pontos antes do habitual e faça o restante do trajeto andando.

Alongue-se de tempos em tempos
Nada pior do que ficar muito tempo sentado em uma posição pouco confortável. Por isso, sempre que você se levantar para conversar com alguém, ir ao banheiro ou tomar um café, alongue pernas, braços e pescoço. Exercícios de respiração profunda também são amplamente recomendados.

Use um pedômetro (contador de passos)
Esse aparelho, capaz de registrar cada passo que você dá, pode ficar acoplado ao seu cinto e irá te ajudar a monitorar o quanto você está se movimentando durante o dia. De acordo com o endocrinologista e clínico geral Filippo Pedrinola, dar menos do que 5.000 passos por dia é considerado sedentarismo. "O ideal seria dar 10.000 passos por dia, que equivale aproximadamente a 6 km, ou de 300 a 400 calorias", completa.

Fonte: http://www.minhavida.com.br/saude/materias/15764-cada-hora-sentado-reduz-expectativa-de-vida-em-21-minutos?utm_source=news_mv&utm_medium=ciclos&utm_campaign=Sedentarismo

domingo, 18 de novembro de 2012

10 propostas da geoengenharia para salvar o planeta

O clima em nosso planeta está sempre em mudança, com os seres humanos interferindo nelas ou não. Ao longo de seus 4,5 bilhões de anos de existência, a Terra já passou por eras de extremo calor a extremo frio. Há mais de 25 milhões de anos, a Antártica era um paraíso tropical. Com o congelamento dos polos, o planeta entrou em um período em que a evolução dos seres humanos e das outras espécies se tornou possível.

Vivemos em um clima que é ideal para nossa sobrevivência. Mas a pergunta que assusta e intriga pessoas ao redor do mundo é: até quando será assim? Para que nossa espécie sobreviva, é necessário manter o clima em seu estado atual.

» Em vinte anos, precisaremos de um segundo planeta
Muita gente acredita que nós só conseguiremos manter a Terra em boas condições climáticas com a ajuda da tecnologia. Falando mais especificamente, com a ajuda da geoengenharia, que é a ciência que estuda os meios de manipulação do clima através da tecnologia, de forma controlada.

Com as previsões cada vez mais pessimistas sobre o futuro do clima em nosso planeta, surgem diversas propostas para tentar frear o aquecimento global. Mas, enquanto a geoengenharia promete resolver os problemas climáticos do planeta, céticos acreditam que os efeitos colaterais poderiam ser catastróficos.

Quais são os principais objetivos da geoengenharia?
Para manter o clima em seu estado ideal, é necessário manter os polos gelados. E quanto mais carbono é lançado no ar, mais difícil é manter o clima assim.
Também é necessário manter os oceanos alcalinos. Quando há muito carbono na atmosfera, o gás se dissolve nos oceanos, transformando-se em ácido carbônico. Esse fenômeno, chamado de acidificação oceânica, mata diversas criaturas marinhas, que são centrais na cadeia alimentar. Sem eles, muitas espécies poderiam morrer rapidamente.
Portanto, os objetivos principais da geoengenharia são manter o clima frio, diminuir lançamento de carbono no ar e combater a acidificação dos oceanos.

Abaixo, confira dez propostas da geoengenharia para salvar o planeta:

1 – PARAR DE USAR COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS
Essa talvez seja a proposta mais urgente para salvarmos o planeta – e a nossa existência. Se pararmos de usar combustíveis fósseis (que liberam carbono), o clima poderia voltar a se resfriar, embora muito lentamente.
Acredita-se que muitas das mudanças climáticas antigas na Terra foram causadas por gigantescos vulcões que liberaram muitos gases e carbono, que se assemelham aos elementos que lançamos a partir de fábricas e carros atualmente.
Os combustíveis fósseis são usados em larga escala desde a Revolução Industrial, que poderia ser comparada, metaforicamente, com um grande vulcão. Mas será que as empresas vão se propor a parar de emitir poluentes derivados de combustíveis fósseis algum dia?

2 – TORNAR AS NUVENS MAIS REFLEXIVAS
As nuvens são uma importante forma de manter o planeta frio, pois elas refletem a luz de volta para o espaço. Uma ideia da geoengenharia é tornar as nuvens mais reflexivas. Alguns cientistas sugeriram lançar partículas de sulfato, que são altamente reflexivas, nas nuvens.
Entretanto, não existe nenhuma certeza de que essas nuvens “super-reflexivas” poderiam afetar os padrões climáticos. Além disso, essa seria apenas uma solução de curto prazo, pois as nuvens teriam que receber tratamento constante.

3 – AEROSSÓIS ESTRATOSFÉRICOS
Alguns geoengenheiros creem que tornar as nuvens mais reflexivas não seria a melhor solução. Outra opção seria bombear partículas reflexivas acima da camada de nuvens, na estratosfera. A vantagem é que essas partículas poderiam ficar suspensas na estratosfera por muitos anos. Mas, obviamente, essa seria uma solução de curto prazo também.

4 – ESPELHO GIGANTE NO ESPAÇO
Outra ideia maluca é colocar um espelho gigante em órbita para reduzir a incidência de raios solares na superfície terrestre. Isso descartaria a possibilidade de bombardear as nuvens com partículas de sulfeto. Parece ficção científica, não é?

5 – PLANTAR ÁRVORES
Sim, o que todos os ambientalistas do mundo defendem: devemos plantar árvores. Elas são o sistema de filtragem natural da Terra, pois captam o dióxido de carbono e liberam oxigênio. Nossa espécie já desmatou (e desmata) muito. Então, devemos plantar novamente para controlar o clima do planeta.

6 – MAIOR INTEMPERISMO
O intemperismo é um dos sistemas de filtragem natural do planeta. O fenômeno acontece com o desgaste das montanhas com o vento e chuva. As rochas são quebradas com o tempo, e elas puxam o carbono da atmosfera através de um processo químico complexo. Em seguida, as pedras são arrastadas para o fundo do mar, onde “guardam” carbono.
Esse carbono fica armazenado por milhões de anos no fundo do oceano. Alguns cientistas acreditam que seria possível acelerar esse processo, espalhando rochas pré-intemperizadas em vários lugares do planeta. Ao invés do fenômeno demorar milhões de anos, o carbono seria retirado do ar rapidamente.

7 – FERTILIZAÇÃO DOS OCEANOS
Uma ideia que surgiu é a de despejar pó de ferro no oceano, que é o alimento preferido das cianobactérias e outras criaturas unicelulares que sugam o dióxido de carbono do ar. Isso já foi tentado algumas vezes, mas não funcionou. As cianobactérias não afundam o suficiente no oceano, e acabam liberando o carbono de volta para a atmosfera.

8 – DIMINUIR A ACIDEZ DO OCEANO
Um dos maiores sumidouros de carbono é o oceano. Mas ele já absorveu tanto carbono que está se tornando ácido e incapaz de absorver mais sem grandes danos. É por isso que os geoengenheiros se perguntam como tornar o oceano menos ácido novamente.
Cientistas acreditam que isso só seria possível com um enorme projeto que incluiria o despejo de grandes quantidades de calcário, silicatos, hidróxidos de cálcio e outras substâncias que induzem a alcalinidade no oceano. Mas isso seria arriscado, pois poderia mudar drasticamente o comportamento marinho.

9 – PURIFICAÇÃO DO AR
Alguns pesquisadores acreditam que seria possível inventar sistemas de purificação de ar gigantes que puxassem o dióxido de carbono do ar, e depois o bombeassem para grandes cavernas abaixo da superfície da Terra. Sob grande pressão, o dióxido de carbono permaneceria por lá por milhões de anos.

10 – USO DE BIOCOMBUSTÍVEL
Quando se queima biocombustível, que é o combustível de origem biológica não fóssil, obtemos energia verde. Muitos defensores do biocombustível apontam que esse processo cria um sistema de sequestro de carbono positivo. Seria possível enterrar o subproduto rico em carbono, resultante da queima de biocombustível, e ainda enriquecer o solo. [io9/Ciência Hoje]

Fonte: http://hypescience.com/10-propostas-da-geoengenharia-para-salvar-o-planeta/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+feedburner%2Fxgpv+%28HypeScience%29 – por Stephanie D’Ornelas

Finais do 2º Turno da Copa O Saber de Futsal Masculino

A partir das 17h30min desta segunda-feira, 19 de novembro, acontecerão as finais do 2º Turno da Copa O Saber de Futsal Masculino envolvendo as equipes Dragão Azul e Los Ricos na disputa do 3º e 4º lugar, e enfrentando-se pela disputa do título as equipes de Sergipe e Mercurial.

A equipe do Cotinguiba, campeã do 1º Turno, aguarda o campeão do 2º Turno, para que na próxima segunda-feira, 26 de novembro, decida o Título da primeira Copa de Futsal do Colégio O Saber.

Os jogos decisivos serão realizados na Quadra Emílio de Oliveira, anexa ao colégio.

Todos os amantes do esporte, e em especial do futsal, estão convidados a prestigiarem os jogos finais da Copa.

Professor José Costa

sábado, 17 de novembro de 2012

10 atividades físicas que vão virar tendência em 2013

Treino funcional e fortalecimento do core estão na lista dos exercícios mais pedidos

Spinning, ginástica localizada e natação têm muitos benefícios, mas vão ficar longe dos holofotes das academias no próximo ano. Em 2013, são outros os exercícios que vão chamar a atenção, de acordo com os pesquisadores da Georgia State University, nos Estados Unidos. Eles fizeram um estudo com 3.346 profissionais de saúde e fitness de diversos países e definiram o Top 10 das academias do próximo ano. A lista inclui exercícios com o peso do próprio corpo e o fortalecimento dos músculos do core.
Entram ainda atividades em grupo e com objetivos específicos. O American College of Sports Medicine's Health & Fitness Journal endossou o levantamento e, na sua edição de outubro, publicou a lista para quem quer colocar o corpo no ritmo das novidades. Quer saber quais são elas? O Minha Vida conversou com os especialistas brasileiros e te conta quais são.

Fortalecimento do core
Adriano Coronato explica que core é uma expressão para definir os músculos que vão do meio da coxa até parte do abdômen, ou seja, refere-se aos músculos do quadril, abdômen e coluna lombar. O benefício é um centro de gravidade corporal mais forte, o que vai te dar mais equilíbrio, resistência física e ainda melhorar a sua postura. "Para malhar esses músculos, além de exercícios abdominais, são trazidos alguns exercícios específicos do pilates e do treino funcional", afirma Adriano Coronato.

Exercícios com o peso do corpo
Achou estranho? Pois você pode estar fazendo esses exercícios há algum tempo sem nem saber. São as flexões de braço, agachamento, exercícios de braços nas barras, entre outros. Segundo os pesquisadores da Georgia State University, além de ser um jeito eficaz de entrar em forma, esses exercícios não precisam de investimento financeiro muito grande, já que não requerem o uso de equipamentos. "O governo está colocando pranchas e outros aparelhos em praças e parques, o que influencia, e muito, a prática desse tipo de exercício", explica Adriano Coronato. Tire proveito dessa atividade eficiente e financeiramente viável.

Treino funcional
O treinamento funcional virou febre nas academias do mundo todo e também é sensação no Brasil para quem quer perder peso e definir músculos. "A ideia do treino é que, diferentemente da musculação que trabalha grupos musculares distintos em cada exercício, o treinamento trabalhe o corpo de forma global", explica Givanildo Matias. Em alguns exercícios, a carga de trabalho é exercida pelo próprio peso do corpo somado ao equilíbrio. No entanto, também pode ser realizado com acessórios e até alguns equipamentos específicos, como a bola suíça, o cinto de tração, a medicine bol, o bosu, o mini trampolim, a theraband e os cones. A atividade trabalha a aptidão cardiorrespiratória, a força, a coordenação e o equilíbrio.

Musculação
Isso mesmo, ela continua a queridinha das academias - e esse amor tende a aumentar. O educador físico Adriano Coronato, personal trainer de São Paulo, explica que isso acontecerá, principalmente, pela difusão de academias e disponibilização de aparelhos em parques e praças. "Além disso, nenhum outro esporte permite o ganho de tônus e força muscular tão rapidamente, você consegue sair do sedentarismo e ver resultados logo", complementa Adriano, que cita a simplicidade da execução dos exercícios como um ponto forte da atividade. Outro item favorável a ela inclui a recomendação pelos médicos no tratamento e prevenção de diversas doenças, como diabetes, hipertensão, osteopenia e diabetes.

Obesidade infantil e exercício físico
A obesidade já não tem mais idade para chegar, segundo dados do Ministério da Saúde, uma em cada três crianças no Brasil está acima do peso, podendo chegar à obesidade, situação em que o excesso de peso é encarado como doença. Junto com as medidas para adequar a dieta das crianças, vem também a procura pela atividade física. Givanildo Matias conta que os pequenos precisam de exercícios mais lúdicos, que fujam das repetições, e que aumentem suas capacidades motoras, prejudicadas atualmente pelo excesso de computador, televisão e joguinhos eletrônicos.

Exercício para emagrecer
Não é a toa que ele não cai do top 10, afinal, a perda de peso nunca sai de moda. Exercício aeróbicos que te ajudam a mandar embora os pneuzinhos a mais continuam em destaque. Adriano Coronato conta que cerca de 90% dos seus alunos têm como objetivo o emagrecimento. "Hoje em dia, as pessoas se incomodam com a obesidade tanto pelo desconforto estético como pelos riscos que ela oferece à saúde, os prejuízos do excesso de peso são bastante temidos", afirma.

Programas de exercício para pessoas mais velhas
"A consciência de que o sedentarismo é uma doença, que pode contribuir para o aparecimento de diversas outras, é o que mais leva as pessoas acima dos 50 anos para a academia", explica Adriano Coronato. Programas elaborados pelo governo e até pela mídia como um todo reforçam a importância da atividade física, principalmente para quem está na idade em que os problemas de saúde começam a aparecer.

Personal trainer
Um personal trainer elabora um programa de treinamento só seu e te acompanha, orientando e fazendo adaptações, para que você conquiste seus objetivos. Além disso, os riscos pelo excesso de treino ou por se exercitar da maneira errada são minimizados com essa supervisão contínua. Givanildo Matias explica ainda que a atividade se popularizou em função da melhora do perfil econômico do brasileiro. "O poder de consumo aumentou, o que ajuda a democratizar a atividade".

Personal trainer em grupo
Givanildo Matias explica que existem três níveis de trabalho: o generalizado (feito em grandes grupos nas academias), o personalizado (com um personal trainer só para você) e meio termo, dividindo o personal trainer com mais quatro ou cinco pessoas. Apesar de não ser a ideal, essa é uma boa escolha, já que o profissional vai conseguir enxergar as suas necessidades individuais e assessorar na conquista dos objetivos. Financeiramente o negócio também é vantajoso, já que o gasto também é compartilhado.

Profissionais certificados e experientes
Pelo quinto ano consecutivo, a importância de educadores físicos bem preparados atingiu o topo da lista. Os pesquisadores dizem que programas de certificação nessa área estão crescendo e a expectativa é que o número passe de 251.400 em 2010 a 311.800 em 2020, 29% a mais.

O educador físico Givanildo Matias, conselheiro da Sociedade Brasileira de Personal Trainers (SBPT) explica que, no Brasil, a atividade de personal trainer ainda não tem parâmetros bem definidos. "Existem profissionais bons e ruins no mercado, até estudantes de educação física já se intitulam personal trainers", afirma. "A concorrência cada vez maior nesse mercado atraiu todo tipo de gente". Se informe sobre a formação e a experiência do profissional, também vale descobrir se ele tem as aptidões necessárias para atingir seu objetivo. "As franquias de personal trainer são uma boa alternativa para escolher um profissional, porque os profissionais passam por processo seletivo e capacitação para preencher a vaga", recomenda Givanildo. O cuidado minimiza os riscos e aumenta a eficiência do treino.

Fonte: http://www.minhavida.com.br/fitness/galerias/15783-10-atividades-fisicas-que-vao-virar-tendencia-em-2013?utm_source=news_mv&utm_medium=ciclos&utm_campaign=Sedentarismo - POR MANUELA PAGAN

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Oito cuidados que o paciente com diabetes deve ter ao praticar exercícios físicos

Atividade física é capaz de reduzir a dose necessária de insulina e medicamentos

Aplicação de insulina, dieta rígida, avaliações constantes da glicemia: conviver com o diabetes não é tarefa das mais fáceis. Mas são justamente esses cuidados que tornam a vida dos 10 milhões de brasileiros que, segundo o Ministério da Saúde, possuem a doença com muito mais qualidade. "Com os devidos cuidados, a pessoa com diabetes pode fazer tudo o que uma pessoa saudável é capaz de fazer, inclusive exercícios físicos", explica o endocrinologista Sérgio Vêncio, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).

A atividade física faz parte do tratamento não farmacológico, aquele que vai além dos remédios. "O exercício auxilia no ajuste do controle glicêmico e reduz a dose necessária de insulina e medicamentos orais, além de diminuir o percentual de gordura e aumentar a massa magra", conta a educadora física Luciana Mendonça Arantes, do Centro Avançado de Recuperação e Estética Rio Claro (CARE). Aproveite o dia Mundial do Diabetes (14 de novembro) para calçar o tênis e correr para a academia, mas com todos os cuidados necessários. Nós te contamos quais são.

Auxílio profissional
Consultar um médico antes de iniciar uma atividade física é um cuidado obrigatório para qualquer pessoa. Para o paciente de diabetes, vale o mesmo. O endocrinologista Sérgio Vêncio conta que o aval médico é ainda mais importante para quem tem risco para doença cardiovascular ou mais de 40 anos. A atividade física deve ser preferencialmente supervisionada por educador físico ou fisioterapeuta, pois são profissionais aptos a definir intensidade, duração e o tipo de exercício físico, tornando-o mais eficiente e seguro. Mas o especialista recomenda: "Nos casos em que não for viável o acompanhamento desses profissionais, a atividade física não deve ser evitada, mas realizada de acordo com a recomendação médica".

Tempo e frequência
Nada de passar horas na academia, segundo a educadora física Luciana Mendonça, 60 minutos de exercícios físico diários, com frequência de no mínimo três vezes por semana, são comprovadamente suficientes para melhorar os níveis de glicose no sangue do paciente. Mas se você gosta de malhar, não existem limitações. O portador de diabetes - devidamente controlado - pode praticar exercícios durante o mesmo tempo, frequência e intensidade que qualquer outra pessoa.

Para controlar a glicemia
A endocrinologista Vivian Estefan, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, conta que a redução dos índices de glicemia é um dos efeitos mais significativos da atividade física no diabetes. A glicose é fonte predominante de energia nos 30 primeiros minutos de exercício. Assim, a atividade física tem função parecida com a insulina quanto à utilização de glicose pela célula.

A realização de exercícios físicos estimula a secreção de alguns hormônios, como o cortisol e o GH (hormônio do crescimento). Em consequência, o fígado produz glicose, o que pode aumentar a glicemia. Por outro lado, o exercício aumenta a sensibilidade dos tecidos corporais à insulina ? fazendo com que o corpo metabolize a glicose com mais facilidade. O corpo age como uma balança frente ao exercício: alguns processos físicos aumentam a glicemia, enquanto outros diminuem.

Se antes do exercício a glicemia estiver elevada (maior que 250mg/dl), o exercício está contraindicado, já que pode causar um pico glicêmico. Caso ela esteja inferior a 150mg/dl, a atividade pode ser realizada naturalmente, ajudando até a diminuir esses valores. Caso a glicemia esteja abaixo dos valores considerados normais (de 70 a 140mg/dl, aproximadamente), a atividade pode gerar hipoglicemia e, por isso, deve ser evitada.

Ajuste da insulina
A endocrinologista Vivian Estefan conta que a insulina e as medicações que diminuem a glicemia têm sua ação intensificada pelo aumento do metabolismo que ocorre durante o exercício físico. "Por isso, recomendamos que, sob orientação médica, a dose da medicação tomada seja menor no dia da realização da atividade física". Este mecanismo é um dos responsáveis por hipoglicemias induzidas pelo exercício. O paciente deve fazer a monitorização frequente da glicemia até entender como o seu corpo se comporta antes, durante e a após a atividade física, fazendo a suplementação quando necessário.

Alimentação
O endocrinologista Sérgio indica a ingestão de uma pequena quantidade de carboidrato - como uma fatia de pão integral ou uma barrinha de cereais - antes da atividade física. Esse nutriente é precursor da glicose e é liberado lentamente no organismo, o que evita a queda brusca da glicemia. Após a prática de exercícios, também é importante consumir carboidratos para repor as energias gastas.

Saia da esteira
Exercícios aeróbicos, como a caminhada, são muito importantes para quem tem diabetes, mas estudos recentes mostram que a musculação também pode ser muito vantajosa para quem convive com a doença. "Isso porque as contrações musculares repetidas estimulam componentes da membrana celular", afirma o fisiologista Raul Santo, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Isso faz com que as proteínas celulares carreguem mais facilmente a glicose para dentro da célula. Além de controlar o nível de açúcar no sangue, o exercício pode, a longo prazo, diminuir a dependência da suplementação de insulina

Cuidado com os pés
O endocrinologista Sérgio conta que o paciente de diabetes pode apresentar uma complicação chamada neuropatia, que causa a diminuição da sensibilidade, principalmente em extremidades, como os pés. Essa complicação pode gerar um dos transtornos mais conhecidos do diabetes: o pé diabético. O paciente pode se machucar e não perceber, o que - associado à circulação sanguínea deficitária - pode levar, em casos graves, até à amputação. Mas evitar o problema é simples: use meias e calçados adequados e confortáveis, principalmente durante a atividade física, e olhe bem seus pés diariamente - assim qualquer lesão pode ser identificada e tratada logo no começo.

Diabetes tipo 1
"Os cuidados para o portador de diabetes tipo 1 - doença de caráter genético e não adquirido - são os mesmos indicados para quem tem diabetes tipo 2, com uma única diferença: esse indivíduo necessariamente utiliza insulina, o que pode aumentar ainda mais as chances de hipoglicemia", explica Sérgio Vêncio. "Vale redobrar a atenção nesses casos e fazer as medições antes de qualquer prática".

Fonte: http://www.minhavida.com.br/fitness/galerias/15801-oito-cuidados-que-o-paciente-com-diabetes-deve-ter-ao-praticar-exercicios-fisicos?utm_source=news_mv&utm_medium=ciclos&utm_campaign=Sedentarismo - POR MANUELA PAGAN

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

A participação do Colégio Dom Bosco nos JEPI 2012

No período de 8 a 11 de novembro de 2012 o Colégio Dom Bosco disputou a 3ª edição dos Jogos das Escolas Particulares de Itabaiana e ganhou 13 medalhas de ouro, 13 de prata e 5 de bronze. O Dom Bosco foi o colégio que mais ganhou medalhas nos esportes individuais.

Campeão de Futsal na categoria A Feminino

Campeão de Queimado na categoria B Feminino

Campeão de Xadrez na categoria A Masculino

Campeão de Dama na categoria A Feminino

Campeão de Natação na categoria Infantil Masculino – 25 m nado livre

Campeão de Natação na categoria A Masculino – 25 m nado livre

Campeão de Natação na categoria A Feminino – 25 m nado livre

Campeão de Natação na categoria B Masculino – 25 m nado livre

Campeão de Natação na categoria B Masculino – 50 m nado livre

Campeão de Natação na categoria B Masculino – 25 m revezamento nado livre

Campeão de Natação na categoria A Feminino – 25 m nado costa

Campeão de Natação na categoria A Masculino – 25 m nado costa

Campeão de Natação na categoria B Masculino – 25 m nado costa

Vice-campeão de Natação categoria B Masculino – 50 m nado livre

Vice-campeão de Natação categoria Infantil Masculino – 25 m revezamento nado livre

Vice-campeão de Natação categoria B Feminino – 25 m nado livre

Vice-campeão de Natação categoria B Masculino – 25 m nado livre

Vice-campeão de Natação categoria Infantil Masculino – 25 m nado costa

Vice-campeão de Natação categoria B Masculino – 25 m nado costa

Vice-campeão de Voleibol na categoria Infantil Feminino

Vice-campeão de Voleibol na categoria B Feminino

Vice-campeão de Voleibol na categoria B Masculino

Vice-campeão de Judô na categoria B Masculino

Vice-campeão de Judô na categoria B Feminino

Vice-campeão de Dama na categoria A Feminino

Vice-campeão de Dama na categoria Infantil Feminino

3º lugar de Futsal na categoria B Feminino

3º lugar de Handebol na categoria Infantil Masculino

3º Lugar de Natação na categoria Infantil Feminino – 25 m nado livre

3º Lugar de Natação na categoria B Masculino – 25 m nado livre

3º lugar de Dama na categoria Infantil Feminino

Parabéns a todos os alunos pela brilhante participação nos JEPI!

Os alunos do Dom Bosco foram acompanhados pelos professores Ana Paula, Antônio Márcio, Benjamin Alves (supervisor de educação física), José Costa e Wendel Paixão (Diretor pedagógico).

Professor José Costa