sábado, 22 de junho de 2013

Celulite: os exercícios que combatem o problema

Uma medida fundamental em qualquer programa anticelulite de sucesso é a atividade física. "O sedentarismo favorece a retenção de líquido e de sódio entre as células", afirma a endocrinologista Rosana Radominski, presidente do Departamento de Obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). "Por sua vez, os exercícios melhoram a circulação e, consequentemente, a eliminação desses resíduos. Fora que colaboram para o emagrecimento - e sabemos que quadros mais acentuados de celulite ocorrem justamente em mulheres com excesso de peso." Daí, a importância da atividade aeróbica (correr, caminhar, andar de bike).

Mas existem outras modalidades que colaboram para a melhora do problema. E há as que atrapalham, pelo menos na opinião de alguns especialistas. O cirurgião plástico italiano Marco Gasparotti defende, por exemplo, que exercícios com muita carga, como a musculação com o objetivo de hipertrofia, podem piorar o quadro. "Porque liberam altas doses de ácido lático, substância nociva para o tecido cutâneo", disse ele em entrevista à BOA FORMA. Outra teoria desfavorável leva em consideração a anatomia da pele - ao deixar os glúteos "rígidos" com malhação pesada, os septos (aquelas traves fibrosas que sustentam o tecido e comprimem a gordura) repuxariam ainda mais a superfície da pele, evidenciando as depressões. Mas as duas teses ainda são polêmicas.

Muitos médicos acreditam que o problema está em exagerar na dose. "Não tenho dúvidas que a musculação melhora o tônus principalmente do bumbum, das coxas, do abdômen e dos tríceps, o que beneficia o quadro", diz a preparadora física pós-graduada em fisiologia do exercício Claudia Zamberlan, de São Paulo. O ideal é combinar atividade aeróbica e localizada e, mais importante, manter a regularidade - um agachamento aqui, outro avanço ali não faz verão.

Os melhores exercícios contra a celulite

Caminhada, corrida e bicicleta

Aeróbicas, essas atividades estimulam a circulação e queimam calorias. Dessa forma, as células de gordura não se sobrepõem umas às outras, evitando o aspecto acolchoado da celulite.

Natação e hidroginástica

Os movimentos na água podem funcionar como uma espécie de drenagem, que atua na retenção de líquido, diminuindo o inchaço.

Ioga e pilates

Ao alongar a musculatura de forma profunda, foco dessas duas modalidades, os septos fibrosos que repuxam a pele para baixo se soltariam, já que estão inseridos na fáscia, membrana que reveste o músculo.

Musculação sem exageros

Mantém o metabolismo em alta e troca massa gorda por magra. Alguns pesquisadores acreditam que a hipertrofia (exercícios com muita carga) podem liberar toxinas que fazem mal à pele.

Fonte: http://boaforma.abril.com.br/beleza/rosto-corpo/celuite-exercicio-735883.shtml - Por Marcia Kedouk | Fotos Carlos Cubi, Alex Silva, João Avila

2 comentários:

  1. Muitíssimo interessante a matéria!

    ResponderExcluir
  2. Eu precisava mesmo ler isso... muito bom!

    ResponderExcluir