segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Oito cuidados contra o envelhecimento da pele dos 40 aos 50 anos

Filtro solar, limpeza de pele e peelings são indicações de dermatologistas

Nunca é tarde para cuidar da pele. Na faixa dos 40 anos, é comum aparecer manchas, rugas e flacidez, males que podem ser amenizados ou evitados com o uso de produtos adequados e algumas práticas que não podem ser deixadas de lado. "Cuidados essenciais como beber muita água, não fumar, manter uma alimentação equilibrada, não abusar de bebidas alcoólicas, praticar exercícios e evitar o estresse também devem ser lembrados quando o assunto é barrar o evelhecimento", diz o dermatologista Mario Chaves, da clínica Derma Gávea, no Rio de Janeiro. Confira as recomendações dos especialistas e mantenha a pele jovem e saudável. 

Não abandone o filtro solar
De acordo com o dermatologista Murilo Drummond, do Instituto Carlos Chagas, usarprotetor solar nunca foi tão importante quanto nessa idade. "Qualquer excesso de exposição ao sol pode prejudicar a pele da mulher acima dos 40 anos, porque ela está mais sensível às ações do envelhecimento", diz. Rugas, manchas e até câncer de pele podem ser evitados com o uso diário do filtro.  

Sempre retire a maquiagem antes de dormir
Não importa a idade: muitas mulheres têm preguiça de retirar toda a maquiagem antes de dormir e aplicar loções tônicas. Mas, após os 40 anos, esse ritual deve ser seguido à risca em qualquer caso, pois a pele está mais sensível a descuidos. "Dormir com a maquiagem pode deixar manchas e marcas com facilidade, pois o cosmético irá entupir os poros, impedindo a pele de respirar", afirma o dermatologista Murilo. Aplique o demaquilante com um algodão, lave o rosto para retirar a oleosidade e use apenas produtos adequados para o seu tipo de pele.  

Manchas na pele? Invista nas vitaminas
Se você tem a pele manchada pela ação do sol ou do tempo, saiba que o problema pode ser resolvido com cosméticos ricos em vitamina C e vitamina E, ou mesmo a ingestão desses nutrientes. "As vitaminas clareiam manchas e combatem os efeitos do fotoenvelhecimento, aquele causado pela exposição ao sol", afirma o dermatologista Carlos Rodrigo Miranda, da clínica ANOVA Estética, em Belo Horizonte. "Elas também estimulam a produção de colágeno, mantendo a pele firme e com menos rugas", completa. Mas lembre-se sempre de consultar um dermatologista antes de comprar qualquer produto. Boas fontes de vitamina C são abacaxi, acerola, agrião, laranja, limão, kiwi, rúcula, e espinafre. Já a vitamina E pode ser encontrada em alimentos como gérmen de trigo, óleos vegetais, gema de ovo e vegetais folhosos. 

Produtos anti-idade contra flacidez
É importante que o creme antirrugas para essa idade tenha: ação tensora, que ajuda a manter a pele mais firme; as vitaminas já citadas e a vitamina A, mais conhecida como retinol. Mas preste atenção: esse retinol é diferente do ácido retinoico, que é um derivado da vitamina A. "Apesar de ter efeito mais demorado, o retinol é melhor para essa faixa etária por ser menos irritante", diz Murilo Drummond. Ele é responsável por renovar as camadas da pele, melhorando a textura e elasticidade.  

Faça uma limpeza de pele mensalmente
limpeza de pele faz a desobstrução dos poros, deixando a pele respirar melhor e evitando pequenos carocinhos e imperfeições que ficam mais visíveis nessa época. "Esse cuidado promove a renovação da pele, retirando a camada com manchas, acne, oleosidade e células envelhecidas", diz o dermatologista Carlos. Procure fazer em um centro de estética de confiança. 

Peelings
Recomendado para pessoas que sofrem com a pele oleosa e acneica, opeeling superficial também é indicado para quem tem mais de 40 anos, pois servem para retirar manchas. "Também recomendo peelings médios e profundos para estimular a produção do colágeno, essencial ao rejuvenescimento", diz o dermatologista Mario Chaves. 

Laser e luz pulsada
Os dois tratamentos são muito indicados nesta faixa etária, pois a mulher já acumula muitos sinais dos danos causados pelo sol. A luz pulsada, além de dar viço e luminosidade, estimula a produção de colágeno e melhora a textura da pele. "O tratamento também retira manchas e vasos sanguíneos visíveis na face e suaviza as olheiras", afirma o dermatologista Mario. "Já o laser é excelente para o rejuvenescimento facial e o tratamento de rugas, cicatrizes de acne, cicatrizes cirúrgicas e estrias." 

Não se deixe levar pela propaganda
Muitos produtos são lançados constantemente pela indústria farmacêutica com promessas de combater o envelhecimento. De acordo com os especialistas, muitas dessas novidades não têm comprovação científica e devem ser encaradas com cautela. "A maioria desses produtos não possui os componentes ou as concentrações necessárias para tratar uma pele da faixa etária em questão", diz o dermatologista Murilo. É importante consultar um dermatologista, pois só ele saberá quais produtos e tratamentos a sua pele precisa.  

Respeite o tempo e a frequência de uso dos produtos
O dermatologista receitou? Siga as instruções à risca. Não adianta sair do consultório com uma lista de produtos e não usá-los na quantidade, tempo e horário corretos. "Exagerar no uso desses produtos pode causar irritação e descamações excessivas na pele, podendo levar até ao aparecimento de queimaduras", alerta o dermatologista Carlos. "Ao passo que usar menos ou pular alguns dias fará com que você não obtenha os efeitos desejados, desperdiçando tempo e dinheiro." 

2º turno da Copa O Saber de futsal masculino 2013



Professor José Costa

domingo, 29 de setembro de 2013

Sete alimentos que atuam na prevenção do câncer

Veja quais nutrientes combatem células doentes e aumentam a imunidade

Para muitas pessoas, ter ou não um câncer é uma questão de destino. Será? Um estudo publicado na edição de dezembro de 2011 do British Journal of Cancer apontou que 45% dos casos de câncer em homens e 40% dos casos de câncer em mulheres poderiam ser evitados com a adoção de hábitos de vida saudáveis. Dentre esses hábitos, um que se destaca é a alimentação. De acordo com a nutricionista Priscila Cheung, do Centro Paulista de Oncologia (CPO), uma dieta equilibrada previne não só o desenvolvimento de um câncer, mas de outras inúmeras enfermidades. "Alguns alimentos, entretanto, apresentam destaque quando o assunto é combater a multiplicação de células doentes", afirma. Confira quais são eles:

Brócolis
Um estudo publicado na revista Molecular Nutrition & Food Research já comprovou a atuação dos brócolis na prevenção do câncer. "Graças a diversos compostos, como o fitoquímico sulforafano, eles têm a capacidade de destruir células cancerígenas e deixar as demais intactas", explica a nutróloga Tarama Mazaracki, da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). Na pesquisa, homens com câncer de próstata que consumiram o vegetal apresentaram inibição de determinada enzima que também é alvo de medicamentos para tratamento da doença. Resultados similares também puderam ser vistos em mulheres com câncer de mama, em estudo divulgado na reunião anual da American Association for Cancer Research.

Chá verde
Queridinho de quem está de dieta, o chá verde não ganha destaque somente por acelerar o metabolismo e evitar a formação de coágulos nas artérias. "A bebida também é rica em antioxidantes, que atuam na prevenção do câncer", explica o nutrólogo Roberto Navarro, da ABRAN. Isso é o que mostra um estudo divulgado pela Cancer Prevention Research que acompanhou a progressão do câncer de próstata em homens que passaram a tomar cápsulas de uma substância encontrada no chá. Outra pesquisa, da Chun Shan Medical University, em Taiwan, ainda destacou importante atuação do chá verde contra o câncer de pulmão. Segundo ela, uma única xícara por dia reduz em 13 vezes o risco de fumantes desenvolverem a doença.

Alho e cebola
"Alho e cebola pertencem a um mesmo gênero de alimentos que são fonte de determinado fitoquímico envolvido na capacidade de excreção de compostos carcinogênicos", aponta a nutricionista Priscila. Em outras palavras, esses alimentos auxiliam na eliminação de toxinas que favorecem o desenvolvimento de doenças degenerativas, como o câncer. Um estudo publicado noInternational Journal of Cancer aponta para redução do risco de câncer de intestino, enquanto que uma pesquisa divulgada pelo Epidemiology Biomarkers & Preventionrelacionou o consumo dos alimentos a menor probabilidade de câncer de pâncreas.

Tomate
Muitas pessoas associam o tomate à prevenção do câncer de próstata. Não é à toa: o alimento é fonte de licopeno, carotenoide que confere alto grau de proteção contra a oxidação celular, explica a nutricionista Priscila. Segundo ela, é preferível comer o tomate após o aquecimento e acompanhado de uma gordura, como o azeite, para facilitar a absorção da substância pelo organismo. Molho de tomate, portanto, é a melhor escolha para obter o nutriente. Tais benefícios foram comprovados por inúmeros estudos. Entre eles, um publicado no British Journal of Nutrition e conduzido por especialistas da University of Portsmouth, no Reino Unido.

Cenoura
"A cenoura contém uma substância chamada carotenoide, atuante no combate a radicais livres que, quando em excesso, levam a mutações celulares capazes de originar um câncer", explica o nutrólogo Roberto. Tal ação se mostra eficaz principalmente na prevenção do câncer de mama, como mostra um estudo publicado no Journal of the National Cancer Institute que acompanhou mais de 6 mil mulheres. Acerola, abóbora e manga são outras boas fontes desse nutriente.

Uva
Fonte de polifenois, a casca e a semente da uva são outros bons aliados no combate aos efeitos dos radicais livres, aponta a nutróloga Tamara. Para prevenção do câncer, entretanto, não é recomendado obter o nutriente bebendo vinho, pois o álcool pode anular os efeitos anticancerígenos do alimento. Um estudo publicado no Cancer Prevention Research descobriu que o resveratrol aumenta a produção de uma enzima que destrói compostos orgânicos de estrogênio perigosos. Como esse tipo de câncer é hormono-dependente, o controle dos níveis de estrogênio é fundamental para impedir sua evolução.

Frutas vermelhas
Frutas vermelhas, como a framboesa e a amora, são ricas em antocianinas, fitonutrientes que retardam o crescimento de células pré-malignas e evitam a formação de novos vasos sanguíneos que poderiam estimular o crescimento de um tumor. Um estudo publicado no Journal of Agricultural and Food Chemistry mostrou que o consumo desses alimentos reduzir o risco de desenvolver câncer de boca, câncer de mama, câncer de cólon e câncer de próstata.

sábado, 28 de setembro de 2013

Comer para a saúde do coração!

Conheça os benefícios de alguns alimentos para o seu coração

Veja como alguns alimentos podem ser aliados do seu coração e coloque-os em sua alimentação diária para desfrutar de todos os benefícios:

Alho: tem potente ação no controle da pressão arterial. Pesquisas mostram que o alho inibe uma enzima chamada angiotensina que tem papel vasoconstrictor. Com essa enzima inibida os vasos são mais relaxados e o sangue circula melhor.

Suco de uva: As uvas escuras são ricas em polifenóis que melhoram a elasticidade dos vasos e ajudam e diminuir a formação de placas de colesterol. Estudos mostram que o consumo de 200ml ao dia tem relação inversa com doenças do coração.

Romã: Pesquisa feita em Israel mostrou que o consumo de suco de romã, devido aos seus antioxidantes não só controlou a formação de placas de colesterol, mas também reduziu o entupimento das artérias. A sugestão de consumo é de 250ml ao dia do suco.

Amêndoas: são fontes de gorduras insaturadas, um tipo de gordura que no fígado não é transformada em colesterol. Também tem fito-esteróis que diminuem a absorção do colesterol da dieta. Inclua com opção de lanche da manhã ou da tarde.

Peixes: o ômega 3 presente no salmão, atum ou sardinha são fundamentais para a saúde cardiovascular. Esse tipo de gordura do bem diminui os níveis de triglicérides, aumenta os níveis de HDL e diminui o risco de arritmias. Além de ser anti-inflamatório.

Cacau: é rico em flavonoides, antioxidantes que diminuem a formação de placas de colesterol ao mesmo tempo que melhoram a flexibilidade dos vasos. Assim seu consumo está relacionado a redução da pressão arterial e também a menor risco de infarto. Use 30g do chocolate amargo ao dia ou use o cacau em pó em bebidas ou frutas.

Laranja: é rica em um tipo de fibra solúvel, a pectina. Essa fibra reduz a absorção do colesterol ingerido na dieta e diminui seu acumulo nas veias e artérias. Também é boa fonte de potássio, mineral importante no controle da pressão arterial.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Conheça os exames que ajudam a deixar seu coração em ordem

Fazer "check up" periodicamente garante a manutenção da saúde

Hoje os métodos diagnósticos em cardiologia evoluíram e se multiplicaram, sendo que a população e até alguns médicos desconhecem como são realizados e suas indicações. Não raro o paciente evita determinados exames por um medo do desconhecido. Ou perde noites de sono após informações truncadas de amigos, vizinhos e outros "especialistas em desinformação". Aqui vou descrever como são realizados alguns exames mais comuns, bem como os riscos e indicações. Para qualquer exame, traga sempre copia de seus exames mais recentes, da receita médica e da solicitação do exame.

Eletrocardiograma: A pessoa fica deitada em uma cama. São posicionados eletrodos (colados na pele com um tipo de adesivo ou com sucção). Geralmente um em cada membro e seis no tórax. Serve para avaliar a parte elétrica do coração, e algumas vezes isso fornece pistas sobre o formato do coração e algumas doenças. É possível ver o ritmo, frequência dos batimentos e o trajeto que o impulso elétrico faz dentro do coração.

Ecocardiograma transtorácico: A pessoa fica deitada em uma cama, e pode ser solicitado que mude um pouco de posição durante o exame (deitado de lado, respirar fundo, etc). O aparelho de ultrassom (sim, é um ultrassom do coração!) encosta na pele e com isso é possível desenhar o órgão na tela do computador. Também é possível medir a velocidade do sangue, e como ele se movimenta através das válvulas. Outra utilidade é ver como o coração contrai e relaxa. Em resumo, é uma avaliação da anatomia do coração.

Ecocardiograma transesofágico: Em princípio é igual ao Ecocardiograma trastorácico. Mas ele é feito através de um dispositivo que parece um aparelho de endoscopia. Esse "tubo" entra pela boca e vai até próximo do estômago. Serve para ver o coração mais de perto. Geralmente é usado para ver os átrios (uma parte do coração) em busca de coágulos de sangue. Costuma ser realizado sob sedação salvo situações excepcionais. Geralmente o paciente que internou para este exame recebe alta no mesmo dia após se recuperar da sedação. É necessário jejum de pelo menos 6 horas, mas depende de cada serviço. Recomenda-se levar acompanhante. 
"Para qualquer exame, traga sempre copia de seus exames mais recentes, da receita médica e da solicitação do exame"
Teste ergométrico: O teste de esforço pode ser realizado em esteira ou bicicleta. Serve para provocar o esforço físico máximo em um ambiente supervisionado, onde é possível medir a pressão arterial e ler o ECG durante todo o exame. É um dos mais antigos e sensíveis métodos para investigar arritmias induzidas pelo esforço e doença de coronárias, com baixo risco e grande aplicação prática.

Cintilografia do miocárdio: Geralmente o paciente deve evitar certos alimentos (chocolate, café, chá, cafeína) e algumas medicações (checar com seu médico) pelo menos 48 horas antes do exame. É um exame onde o paciente recebe material radioativo especialmente tratado para aderir ao músculo do coração (miocárdio). Ele é injetado em repouso e durante esforço físico (O esforço pode ser com esteira, bicicleta ou com medicações), chegando ao coração através das coronárias. Assim, o material radioativo "pinta" as áreas com fluxo normal de sangue e deixa "não pintada" qualquer área onde o fluxo seja insuficiente. Assim podemos ver onde o miocárdio está em sofrimento (isquemia). Podemos ver se isso acontece só no esforço físico ou se acontece também sem fazer esforço. Costuma a durar pelo menos 6 horas, sugiro trazer acompanhante.  

Holter 24 horas: É um eletrocardiograma que dura 24horas. São colados eletrodos no tórax da pessoa, que por sua vez são conectados a uma caixa semelhante a um toca-fitas. A pessoa deve carregar essa caixa por 24 horas e devolve-la ao termino do exame. Deve manter a rotina do dia-a-dia, fazer as atividades que geralmente faz e se possível, reproduzir as ocasiões que provocam os sintomas. A idéia é fazer um eletrocardiograma durante o dia todo, em busca de arritmias. Tome banho antes do exame, pois ficará 24 horas com o aparelho sem poder retirá-lo. Anote minuciosamente no diário tudo que fizer durante o dia.

MAPA: É um aparelho muito semelhante ao Holter, mas em vez de eletrocardiograma, ele mede a pressão arterial por 24 horas. Serve em especial para analisar pressão arterial que varia muito ao longo do dia. Também é importante manter a rotina o mais próximo do normal (trabalho e lazer).

Cateterismo(Cineangiocoronariografia): O paciente fica deitado em uma sala especial. Os pêlos da região da virilha são raspados e a área em torno fica coberta por material estéril para evitar infecções. Pela artéria femural sobe um cateter (tubo muito fino) até o coração, e por ali é injetado contraste com iodo. O contraste vai "desenhar" as coronárias por dentro, e mostrar qualquer anormalidade no trajeto do sangue com uso de raios-X. O risco de complicações fica em torno de 1%. Pacientes devem trazer acompanhante para o exame. Pessoas com alergia a Iodo ou frutos do mar ou em uso de anticoagulantes devem avisar ao médico. Dura em torno de 1h, e o paciente recebe alta geralmente após 4 a 6 horas do final do exame.

Exames para o coração

Estudo Eletrofisiológico: Semelhante ao cateterismo, com cateteres diferentes e geralmente sem uso de contraste. Mas o objetivo deste exame é localizar e se necessário cauterizar focos de arritmia(através de ablação). Os riscos ficam em torno de 2%. A duração é variável, em torno de 2 a 3 h. Exames mais longos podem ser realizados com anestesia, mas geralmente sedação leve ou anestesia local são suficientes. Pacientes devem trazer acompanhante para o exame. O paciente geralmente recebe alta no dia seguinte ou menos frequentemente após 6 horas do fim do exame.

Tomografia e ressonância do coração: São feitas da mesma forma que para outras partes do corpo. As máquinas são mais novas, com melhor definição. Permite avaliar coronárias , através de contraste com iodo e raios X (tomografia) ou forma do coração e função (tomografia e ressonância). A ressonância tem a vantagem de não usar iodo ou radiação, mas não permite objetos de metal próximo a ela (Marcapassos, próteses e outros), limitando seu uso a alguns pacientes. Como são métodos recentes, suas indicações são em casos bem específicos. 

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Oito alimentos que ajudam a baixar a pressão alta

Eles são ricos em potássio, nutriente que elimina o excesso de sódio no organismo

A relação entre sódio e pressão alta não é novidade. Quem sofre da doença, que atinge cerca de 35% dos brasileiros com mais de 40 anos, segundo o Ministério da Saúde, sabe que tirar o sal da mesa é um dos primeiros passos para controlar a hipertensão. O que nem todo mundo sabe é que os níveis desse nutriente no organismo dependem de outro elemento: o potássio. "A dupla sódio e potássio geram o que nós chamamos de equilíbrio hídrico do corpo, sendo o potássio um bom diurético e o sódio um bom retentor de líquidos", explica a nutricionista Roseli Rossi, especialista em Nutrição Clínica Funcional, da clínica Equilíbrio Nutricional, em São Paulo.

Uma dieta rica em potássio, portanto, leva a uma maior eliminação de sódio, o que pode ajudar a combater a pressão alta. Interessou? Então veja quais alimentos são boas fontes desse mineral:

Salmão grelhado
"Tanto o salmão quanto alguns mariscos são ótimas fontes de potássio", afirma a nutricionista Maria Fernanda Cortez, da clínica Nutri & Consult, em São Paulo. Um pedaço de 100 g do peixe grelhado oferece 628 mg de potássio. A profissional recomenda consumi-lo grelhado ou no forno para não elevar demais seu valor calórico. Ela destaca ainda que o alimento é rico em ácidos graxos ômega 3, anti-inflamatório que ajuda a regular os níveis de colesterol sanguíneo, evitando também doenças cardiovasculares.

Abacate
Apesar de ser extremamente calórico, oferecendo 160 calorias a cada 100 g, o abacate é uma fruta extremamente rica em nutrientes, como as vitaminas A e E, que atuam como antioxidantes no organismo. "Além disso, a fruta contém betassitosterol, substância antiinflamatória que ajuda a diminuir os níveis de colesterol ruim (LDL) no sangue", afirma a nutricionista Roseli. Quando o assunto é potássio, por sua vez, a fruta ganha ainda maior destaque. Cada 100 g da fruta contém 485 mg do mineral. O alimento pode ser consumido puro, em saladas ou em uma elaborada guacamole.

Espinafre cozido
Para obter potássio sem se preocupar com as calorias, o jeito é optar por folhas verdes. Dentre elas, a que ganha maior destaque pela abundância do mineral é o espinafre. Em uma porção de 100 g, você consome 466 mg de potássio. O alimento ainda é rico em ferro, mas lembre-se de que para conseguir absorver esse nutriente é necessário ingeri-lo com alguma fonte de vitamina C, como a laranja. "Consumir espinafre também ajuda a prevenir alguns tipos de câncer e doenças oculares, graças ao carotenoide luteína nele presente", complementa a nutricionista Roseli.

Batata assada
Apenas 100 g de batata oferece 391 mg de potássio, fazendo com que este alimento seja um bom aliado de quem sofre de hipertensão. A batata também ganha destaque por ser uma ótima fonte de carboidratos e não conter muita gordura. O alimento ainda contém vitaminas do complexo B e vitamina C.

Banana
Embora não seja a principal fonte de potássio, a banana é o alimento mais lembrado quando se fala no nutriente. Em 100 g da fruta, é possível obter 358 mg de potássio. Já a ideia de que a fruta previne cãibras não passa de mito. Beber água e repor o sódio perdido durante a prática de atividade física é o que é, de fato, eficaz para evitar o incômodo. Por fim, a banana ainda funciona como um calmante, relaxando músculos estressados e promovendo a liberação de hormônios que geram a sensação de bem-estar, aponta a nutricionista Roseli.

Feijão preto cozido
Se você precisa consumir mais potássio, talvez seja uma boa ideia optar pelo feijão preto. Uma porção de 100 g da semente oferece 355 mg de potássio. Seu consumo também fornece boas quantidades de ferro, fibras, fósforo e cálcio. Combinado com o arroz, então, o prato aumenta ainda mais seu valor nutritivo. Os aminoácidos - compostos que formam as proteínas - que faltam em um podem ser encontrados no outro.

Molho de tomate
molho de tomate não só vai bem em massas como também é uma boa fonte de potássio. Uma latinha com 100 g oferece 331 mg do mineral. "Se possível, prepare você mesmo o molho, pois os industrializados são riquíssimos em açúcar, sódio conservantes e aromatizantes", recomenda a nutricionista Maria Fernanda. O molho de tomate também oferece boa quantidade de um fitoquímico chamado licopeno, que ajuda na prevenção de alguns tipos de câncer, graças ao seu poder antioxidante.

Mamão papaia
"O mamão também pode ser uma opção para o consumo de potássio", aponta a nutricionista Maria Fernanda. Um pedaço de 100 g oferece 257 mg do nutriente. A melhor forma de consumi-lo é cru no café da manhã e, se possível, acompanhado de aveia ou sementes de linhaça e chia. O mamão é rico em licopeno, vitamina C e possui uma enzima chamada papaína que auxilia na digestão.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Excesso de exercício é tão prejudicial quanto sedentarismo, diz estudo

Segredo para aumentar a longevidade é praticar exercícios moderados

Inúmeros estudos já comprovaram que praticar exercícios físicos é um dos segredos para aumentar a longevidade. Mas tudo tem limite. Isso porque treinar em excesso, o chamado overtrainig, pode ser tão prejudicial quanto o sedentarismo. É o que mostra uma pesquisa publicada em 29 de novembro no periódico Heart, do grupo British Medical Journal (BMJ).

Segundo os autores, que faziam parte do Saint Luke's Mid America Heart Institute e da University of Queensland School of Medicine, nos Estados Unidos, embora o treino regular seja benéfico, o exagero pode torná-lo mais prejudicial. Recomenda-se, portanto, realizar exercícios vigorosos por 30 a 50 minutos ao dia. Exceder esse limite ocasiona, sobretudo, problemas ao coração.

Para ilustrar tal efeito, os especialistas usaram um estudo apresentado em maio na Sociedade Europeia de Cardiologia, na Irlanda. Após acompanhar 52.600 pessoas durante 30 anos, eles descobriram que os voluntários que corriam tinham um risco 19% menor de morrer nesse período do que aqueles que não praticavam a atividade. A média, entretanto, escondia um dado muito importante: aqueles que corriam de dez a 30 quilômetros por semana apresentaram um risco 25% menor de mortalidade, enquanto que os que corriam entre 30 e 40 quilômetros não apresentaram qualquer vantagem sobre os sedentários.

Os resultados exemplificam a chamada "curva em U", em que uma ponta representa o overtraining e a outra o sedentarismo. A base ou meio termo, por sua vez, mostra o ponto em que o indivíduo mais se beneficiaria. Por isso, mesmo quem se submete a provas de exercícios vigorosos deve tentar levar um treino mais leve nos demais dias do ano.

Seu treino é eficaz ou só pesado?

Mais disposição, corpo em forma e melhora da postura são apenas alguns dos primeiros benefícios que a prática de exercícios revela. Com o tempo, entretanto, é normal querer aumentar a carga, esticar a distância e traçar novas metas. Mas será que você não está exagerando? Veja alguns sinais de que seu treino está excessivamente pesado:

1. Frequência cardíaca
A frequência cardíaca ideal deve obedecer a seguinte fórmula: 65% a 85% de 210 - a sua idade. Ela comprova que o organismo está promovendo a queima de gordura de forma saudável.

2. Fôlego
Perder o fôlego durante o exercício significa que você submeteu seu corpo a uma intensidade de exercícios acima do que ele é capaz de aguentar. Neste caso, diminua o ritmo até recuperar a respiração normal. Evite a parada brusca da atividade.

3. Dor
Sentir dores musculares após o treino é normal, principalmente nos primeiros dias de atividade. Entretanto, voltar para casa com dificuldade de se locomover ou sentir necessidade de tomar medicamentos para amenizar a dor indicam problemas.

4. Frequência
Dê tempo para o seu corpo descansar. Repita seu treino apenas 24h depois do anterior. Mesmo os treinos aeróbios precisam desse intervalo.

Por que os homens traem mais do que as mulheres

Os homens traem mais que as mulheres? Para a ciência, sim. Um novo estudo indica que as traições do sexo masculino não têm tanta ligação com o autocontrole, e acontecem principalmente porque os homens têm impulsos sexuais mais fortes. Os pesquisadores ainda afirmam que, quando as pessoas precisam de autocontrole em uma determinada situação, as diferenças de gênero são mínimas.

Em um estudo da Universidade Texas A&M (EUA), pesquisadores recrutaram 218 voluntários (70 homens e 148 mulheres) estadunidenses para responder inquéritos que medem impulsos sexuais e autocontrole. Quando os homens refletiram sobre comportamento sexual em situações passadas, eles relataram ter impulsos sexuais relativamente mais fortes do que as mulheres – e, por sua vez, agiram de acordo com esses impulsos.

No entanto, homens e mulheres não diferiram na capacidade de autocontrole. Ambos afirmaram que, quando se obrigavam a ter autocontrole em situações sexuais, eles realmente conseguiam se controlar, independentemente do impulso sexual.
Ou seja, os homens têm tanto autocontrole quanto as mulheres, mas se não querem exercer esse autocontrole, os impulsos sexuais podem falar mais alto.

Em outro estudo, pesquisadores recrutaram 600 estudantes universitários (326 homens e 274 mulheres) para participar de um teste em que viam imagens de pessoas do sexo oposto e tinham que as analisar rapidamente, categorizando-as como desejáveis ou não. Homens mostraram um impulso mais forte para aceitar as pessoas do que as mulheres.

Homens, vocês concordam com o estudo? Conseguem se controlar com facilidade? [MedicalXpress]

domingo, 22 de setembro de 2013

Mãe, a sua missão na terra foi cumprida

Em 11 de abril de 1930, nascia no povoado Flechas de Itabaiana uma criança que recebera o nome de Maria da Graça Santiago, filha de José Felipe Santiago e Maria Francisca Santiago, família pobre e de agricultores. Foi batizada na Igreja católica. Tinha dois irmãos, José Felipe Santiago Filho, mais conhecido como Zequinha, era o mais velho, in memorian, e Alaíde Maria Santiago, a mais nova, viva entre nós. 

 Ainda criança, seus pais compraram um sítio no povoado Batula e eles se mudaram para lá a fim de plantar e criar algumas cabeças de gado, ao mesmo tempo morava em uma casa na Rua da Vitória, atualmente Rua General Siqueira.  Aos Domingos, ia à Igreja de Santo Antônio para assistir à missa, e foi numa dessas, que conheceu Josias Costa, pintor renomado na cidade.  Namorou, noivou e casou em 20 de Julho de 1956, aos 26 anos, na Paróquia Santo Antônio e Almas de Itabaiana.

O casal foi morar na Rua 7 de Setembro onde ela teve seu primeiro filho, José Antônio Costa que morreu prematuramente. Posteriormente Josias Costa comprou uma casa na Praça João Pessoa onde nasceram os outros 6 filhos: Antônio Costa, Maria Aparecida Costa, José Costa, Maria Bernadete Costa, Maria de Lourdes Costa e Maria Luzia Costa que morreu com menos de 1 ano de vida.

Em 22 de outubro de 1972, meu pai morreu e minha mãe ficou encarregada de criar os filhos que tinham idades entre 6 e 14 anos. Na época, mãe estava com 42 anos, bonita e jovem, mas não quis casar novamente e assumiu o papel de pai e mãe preferindo nos criar sozinha educando através do seu exemplo, oferecendo os estudos e nos guiando com os ensinamentos de Deus. Mãe viveu e dedicou sua vida aos filhos, foi por causa dela que estudamos, nos formamos e construímos nossas famílias através do seu exemplo de mulher, esposa, mãe e avó. Apesar do pouco estudo, pois ela estudou até a 4ª série do ensino primário, ela fez questão que estudássemos para que um dia fossêmos alguém na vida. Eu e minhas irmãs fomos formados como professores pela UFS e meu irmão como técnico de eletrotécnica na Escola Técnica Federal de Sergipe.

Em 1973, mãe fez uma troca de casa com o Sr. Américo, situada na Rua General José Calazans. Com o restante do dinheiro comprou uma casa do outro lado da Praça João Pessoa onde passamos a morar. Os filhos foram se casando um a um, saindo de casa e construindo suas famílias, até a última a casar, a caçula Lourdes, que ficou morando com ela. A casa da Rua General Calazans foi alugada por alguns anos. Com o casamento de Tonho, mãe desalugou a casa para ele morar até ser transferido para Salvador. Posteriormente eu casei e fui morar na casa até 1990. Com a reforma da casa da Praça João Pessoa, Lourdes fez a mudança para a outra casa e após a sua saída mãe continuou morando nela, principalmente para dormir à noite. Foi Lourdes que morou e cuidou de mãe após os casamentos de todos da família, até o último dia de vida dela.

Com a morte de minha avó em 1976, mãe levou o meu avô para morar conosco, mas infelizmente em 1977, Deus também o chamou para o céu. Em 5 anos, morreram meus avós maternos e meu pai, e com uma força inabalável, mãe superou os acontecimentos e continuou nos criando com a pensão deixada por meu pai e seu trabalho de costureira. Apesar das dificuldades pelas quais passamos nossa mãe sempre se mostrou forte e determinada a nos criar com muito amor, orientando-nos para o caminho do bem e nos apoiando nas decisões que tomávamos.

Após o meu casamento, todos os Domingos eu, minha esposa e meus filhos almoçávamos com minha irmã Lourdes e mãe na casa dela. Há uns 5 anos mãe parou de cozinhar aos Domingos e ia almoçar com a minha irmã e sua família em restaurante. Mas eu não deixei de visitá-la aos Domingos, todas as tardes ia buscá-la para passear, principalmente na casa de minha irmã Cida para bater um papo e tomar um cafezinho.

Mãe foi e sempre será importante, um exemplo, o porto seguro na vida de todos os seus filhos, e principalmente na minha, com lembranças que nunca esquecerei como: Foi ela quem me levou no 1º dia à escola, e como eu não queria separar dela, corri pela Praça João Pessoa até ser pego por meu irmão, tomei umas chineladas, a única vez que mãe me bateu, e me levou até o Grupo Escolar Guilhermino Bezerra, bem próximo a nossa casa; em 1985, ela esteve presente na minha formatura no curso de licenciatura em educação física da UFS, em Aracaju; ficou ao meu lado na igreja no dia do meu casamento a espera da minha esposa; ela me acompanhou no dia da minha operação das amídalas no Hospital São José mesmo eu já casado; ao construir minha casa durante 16 meses, na falta do dinheiro quase todos os meses, ela me emprestava para que a construção não parasse e eu pudesse ter meu lar; ela dava uns trocadinhos aos netos e quando eles pediam sua benção um beijo era dado nas suas cabeças; até hoje não conheci uma pessoa que tivesse a tamanha vontade de viver, tomava seus remédios diários sem reclamar, consultava-se periodicamente com os médicos e fazia fisioterapia constantemente; gostava de passear como nenhuma outra pessoa, apesar dos problemas de saúde com a coluna, perna e ombro e em todos os lugares onde chegava, fazia amizades com facilidade, pois seu jeito meigo de ser cativava as pessoas; nunca a vi irritada, impaciente ou tratando alguém com ignorância, sempre era calma, paciente, bondosa, um amor de pessoa.

Em 16 de setembro de 2013, ao entardecer, Dona Graça, minha mãe, foi chamada por Deus e nos deixou para morar com Ele na eternidade. A saudade é grande, principalmente pelo que ela representou na vida de seus filhos, um exemplo de mulher, esposa, avó e MÃE. Deus está feliz com o seu retorno a casa do PAI, o céu está em festa com a sua presença. No tempo de Deus, logo, logo todos nós estaremos juntos mais uma vez para desfrutarmos da vida eterna.

Maria da Graça Costa, mãe, a sua missão na terra foi cumprida, pois viveu para criar e educar 5 filhos com dignidade sem a presença de um pai. MÃE, a senhora foi um presente de Deus aos seus filhos, obrigado por tudo. Para sempre te amaremos, como é grande o nosso amor por você!

José Costa e irmãos

Qual é o limite diário para o trabalho?

Chegar cedo e sair tarde do escritório pode elevar a sua moral com o chefe e ajudar na suas perspectivas de carreira, mas pode prejudicá-lo de outra maneira. Pode não ser uma descoberta surpreendente, mas uma nova pesquisa confirmou o que já sabemos na prática: existe uma ligação entre o excesso de trabalho e a redução do bem-estar dos trabalhadores.

A pesquisa constatou que os funcionários que trabalhavam mais de 50 horas em uma semana sofreram um declínio na saúde física e mental. “Observamos essa associação entre o vício em trabalho e a saúde física e o bem-estar mental”, conta a pesquisadora Sarah Asebedo, estudante de doutorado na Kansas State University (EUA).

 “Descobrimos que os ‘workaholics’ – aqueles que trabalham mais de 50 horas por semana – eram mais propensos a ter um reduzido bem-estar físico, medido pela quantidade de refeições puladas. Além disso, encontramos uma relação entre o vício em trabalho e a redução do bem-estar mental, constatada por meio de uma autoavaliação de depressão”.

O problema torna-se ainda mais complicado quando se analisa por que os trabalhadores optam por fazer horas extras. Asebedo e sua equipe de pesquisa de colegas doutorandos, Sonya Britt e Jamie Blue, buscaram descrever por que os trabalhadores trabalham tanto baseando-se na Teoria da Alocação do Tempo, proposta pelo economista estadunidense Gary Becker.

“Esta teoria sugere que, quanto mais dinheiro você ganha, mais propenso você é a trabalhar ainda mais”, explica Asebedo. “O tempo é interpretado como se fosse um bem de mercado e tivesse um custo. Se você não está envolvido em atividades relacionadas com o trabalho, então há um custo que se deve pagar por esse caminho alternativo, no qual você está gastando seu tempo. Mesmo que você entenda as consequências negativas que o vício em trabalho traz, você ainda pode se sentir suscetível a continuar trabalhando porque o custo de não fazê-lo é ainda maior”, completa.

Quando os trabalhadores começam a pensar dessa forma, os pesquisadores descobriram que eles passam a correr o risco de ser vítima dos efeitos negativos para a saúde que as horas extras causam. Para ajudar a minimizar esses sentimentos, os trabalhadores devem entender as limitações do trabalho. Além disso, eles precisam compreender o papel que o trabalho desempenha em suas vidas pessoais, dizem os pesquisadores. [Live Science]

sábado, 21 de setembro de 2013

Crianças e adolescentes podem consumir energéticos?

Muitos energéticos têm sabor e aspecto de refrigerante, mas os níveis de cafeína são muito mais altos. A cafeína é um estimulante que, em excesso, pode levar a convulsões, batimentos cardíacos irregulares e, em casos extremos, a morte. Um relatório feito nos Estados Unidos pela associação Drug Abuse Warning Network mostrou que, em 2011, 20.783 pessoas foram parar no hospital por causa de bebidas estimulantes.

Embora fabricantes dos energéticos afirmem que os produtos são seguros, muitos especialistas estão alertando os pais sobre os riscos do consumo por crianças e adolescentes. Nos Estados Unidos, refrigerantes não podem ter mais de 71 miligramas de cafeína a cada 354 ml da bebida. A Coca-Cola normal, por exemplo, tem 30 a 35 miligramas da substância nessa porção, enquanto um café do McDonalds com 473 ml tem 100 miligramas de cafeína.

Se bebidas forem vendidas como suplementos alimentares dietéticos, alguns órgãos de saúde não controlam a quantidade de cafeína. Para exemplificar a situação, o energético Monster’s Worx Energy tem 200 mg de cafeína em apenas 59 ml da bebida, e o Rockstar Energy tem 214 mg em 473 ml.

Até o momento, não existem pesquisas que mostrem se os energéticos produzem efeitos colaterais no sistema neurológico e cardiovascular em desenvolvimento. Mas já é comprovado que as bebidas podem elevar a frequência cardíaca e a pressão arterial, causar distúrbios de ansiedade e gastrointestinais e insônia. [MedicalXpress]

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

15 formas diferentes de usar o elástico de látex

Ele pode ser a solução perfeita e barata para muitos problemas corriqueiros, como consertar a mangueira do jardim, abrir tampas escorregadias e economizar sabonete líquido

Criadas em 1845 pelo inventor inglês Stephen Perry, as primeiras tiras elásticas foram feitas a partir de um tubo de borracha cortada em fatias bem finas. O objetivo era prender papéis e envelopes, mas as utilidades destes elásticos de látex se multiplicaram.

O elástico de borracha é um item simples, barato e versátil. Existem tantas maneiras de usá-lo quanto você for capaz de imaginar. Mas, se nem todas estas utilidades passaram por sua cabeça, aqui você encontra ideias interessantes e muito práticas que vão facilitar seu dia a dia. Confira:

1. Marcador de página
Um elástico pode ser a melhor forma de marcar páginas de um livro. Ao contrário dos marcadores de papel, há a garantia de que a sua marcação não vai simplesmente cair. Basta pegar um elástico que seja grande o bastante para envolver todo o livro.

2. Abra potes de vidro com menos esforço
Tampas escorregadias costumam atrapalhar bastante, principalmente na hora da pressa. Você pode eliminar este problema colocando um elástico ao redor dela. Assim, você vai ter muito mais firmeza para abrir aquele pote de vidro que parece impossível de ser vencido.

3. Apoio para lápis
Enrole algumas tiras de borracha ao redor da base do lápis ou caneta, no local onde você costuma segurar. A escrita ficará mais confortável e menos escorregadia.

4. Organize fios e cabos
Cabos emaranhados atrás da TV ou do computador significam uma dor de cabeça na hora da faxina, não é mesmo? Para minimizar este problema, use alguns elásticos para separar os cabos em pequenos grupos ou encurtá-los. As versões com borracha colorida também podem ajudar a diferenciar os fios.

5. Controle dispensadores de sabão
Enrole um elástico bem apertado logo abaixo da válvula de esguicho do sabão para limitar a quantidade do líquido que sai da embalagem. Esta dica é especialmente útil para casas com crianças.

6. Mantenha as maçãs cortadas frescas
Se você cortou a maçã, mas, por algum motivo, desistiu de consumí-la, há uma maneira de evitar que os pedaços da fruta escureçam. Para isso, disponha as fatias de maçã na forma original da fruta e prenda-as com um elástico. Bom apetite mais tarde!

7. Não deixe colheres escorregarem na tigela
A colher escorregou para dentro da tigela de novo? Desta vez, depois de enxaguar a colher, enrole um elástico em torno da parte superior do cabo e a aderência do látex vai segurar o talher na borda da louça.

8. Tábuas de corte sempre no lugar
Você está com pressa e a tábua de cozinha não para de escorregar? Uma ideia simples pode ser a solução: coloque um elástico em cada ponta da tábua e pronto! O atrito da borracha com a superfície da pia ou balcão vai garantir que a tábua fique firme o bastante para que você termine o que estava fazendo.

9. Prolongue a vida útil da vassoura
Você não precisa jogar fora a vassoura só porque as cerdas abriram com o uso. Enrole alguns elásticos de látex ao redor delas e deixe preso por um ou dois dias, até que as cerdas recuperem o formato original.

10. Conserte pequenos vazamentos em uma mangueira
Uma maneira rápida de consertar um vazamento é dispor uma faixa de borracha ao redor do buraco. Não é uma solução permanente, mas você conseguirá terminar seu trabalho sem grandes dificuldades.

11. Faça uma bola de borracha
Com algumas tiras de elástico você pode simplesmente criar uma bola de látex, que poderá ser usada para apagar lápis e manchas nas paredes tão bem quanto a borracha de escritório.
Outra ideia e usar esta bolinha de borracha para aliviar o estresse: aperte e descarregue a raiva.

12. Segure os óculos
Se você usa óculos durante a prática de esportes, os elásticos de látex podem ser uma alternativa inteligente para manter a lentes mais firmes na cabeça. Basta cortar uma tira de borracha ao meio e prender as extremidades a cada uma das hastes.

13. Porta correspondências
Com martelo, duas fileiras de pregos (na lateral do armário ou atrás da porta) e alguns elásticos esticados entre eles você acaba de arquitetar um criativo sistema de armazenamento de cartas, faturas e papéis diversos.

14. Conserve seu controle remoto
Enrole algumas faixas de borracha ao redor da parte superior e inferior do controle remoto. Isto vai protegê-lo, dificultando que ele escorregue da mesa ou estante. Em último caso, também amortecerá a queda.

15. Mantenha sacos e embalagens fechados
Para conservar os mantimentos frescos, dobre bem a parte superior da embalagem e, em seguida, envolva-a com um elástico de látex.

Use sua criatividade e abuse deste item multiuso chamado elástico de borracha. Se você conhece outras utilidades para este material, compartilhe em seus comentários.

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

É possível aumentar ou modelar o quadril?

Existem algumas opções para modelar os quadris, mas todas possuem suas vantagens e desvantagens

Uma das maiores diferenças do contorno corporal entre o homem e a mulher é a forma do quadril. O quadril feminino é arredondado e em conjunto com as mamas dá a famosa forma de violão à silhueta feminina.

Este formato se deve principalmente à distribuição de gordura, visto que a parte muscular e óssea são bastante semelhantes aos dois sexos. Isso fica muito evidente quanto comparamos um homem e uma mulher maratonista. Se os vemos correndo de costas fica difícil ter certeza se é um homem ou mulher, pois a taxa de gordura é tão baixa, que o quadril de ambos é praticamente reto, equiparando os corpos.

Sendo assim, quando pensamos em modelar o quadril, feminino pensamos principalmente em dar volume a eles e acentuar suas curvas, tanto na parte posterior, o glúteo, como nas laterais.

Opção 1: lipoescultura

O volume do glúteo pode ser aumentado por diversas maneiras. A mais usada entre elas é o enxerto de gordura. Na lipoescultura, a gordura retirada geralmente do abdômen ou flancos é enxertada no glúteo. É bem indicada para pacientes que tenham gordura na cintura, pois ao fazer a lipo nesta região, o glúteo passa a ser mais exposto. Depois de enxertada a gordura, fica ainda em maior evidencia.

Por ser um material do próprio corpo, a gordura é muito bem aceita pelo organismo, sendo bastante seguro o seu uso. Sua desvantagem é que a gordura sofre uma absorção quase de 50%, permanecendo apenas a metade a longo prazo. Sendo a gordura mole, apesar de dar volume, não aumenta muito a consistência dos glúteos e os projeta menos que uma prótese. Pode também ser usada para preencher as laterais do quadril.

Opção 2: preenchimento com PMMA ou hidrogel

Existem outros materiais de preenchimento dos glúteos e lateral do quadril, entre eles o polimetilmetacrilato (PMMA) e o hidrogel de poliamida (Aqualift). Ambos podem ser aplicados com anestesia local ou sedação, sendo o retorno às atividades em poucos dias.
Divulgada como bioplastia, o uso do PMMA é uma opção de preenchimento definitivo. São partículas de acrílico diluídas em um gel. Ao ter o gel absorvido, perde-se um pouco de volume, mas o acrílico permanece para sempre. Apesar de muito compatível, por ser um corpo estranho, pode haver reações ao seu uso, como alergia, nodulações, etc. A desvantagem é que não é possível a retirada do material, por estar ele infiltrado difusamente em tecido muscular e gorduroso. Como um gel, apesar de dar volume, não aumenta muito a consistência dos glúteos.

O hidrogel de poliamida (Aqualift) começa a ser absorvido depois de 6 anos. É bastante tolerado pelo organismo e em caso de alguma reação é absorvido com o tempo. Com todo gel, aumenta o volume, mas a consistência é menor que a de uma prótese.

Opção 3: prótese de glúteo

Já a prótese de glúteo é sem dúvida nenhuma a opção que proporciona maior projeção e consistência aos glúteos. Porém, é uma cirurgia com pós-operatório desconfortável, necessitando um mês para se recuperar. O risco do procedimento é maior se comparado aos preenchimentos por PMMA e Aqualift, mas pode ser retirada imediatamente em caso de complicação.

A prótese deve ser trocada, provavelmente depois de 20 anos. Por ser colocada dentro do músculo, ela projeta a parte posterior, não aumentado o quadril nas laterais. Caso necessário, um preenchimento com gordura, PMMA ou Aqualift pode ser usado nesta região como complemento.

Como tudo na cirurgia plástica, cada técnica tem suas vantagens e desvantagens, assim como sua indicação. O que pode ser bom para um paciente, pode não ser bom para outro. Isso depende do biotipo, tipo de glúteo, musculatura, distribuição de gordura no quadril, presença ou não de flacidez, expectativa do paciente em relação à projeção e aumento do quadril.

Desta forma, apenas em consulta com o cirurgião plástico a melhor técnica poderá ser escolhida, levando-se em conta a vontade do paciente, indicações e riscos de cada técnica.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

8 alimentos que (surpreendentemente) podem ser bons para você

A maioria das pessoas acha que comer de forma saudável significa desistir de todos os alimentos “porcarias” e gordurosos que elas mais gostam. Não é bem assim. Muitos alimentos podem ter benefícios não aparentes para a saúde e, se consumidos moderadamente, fazer bem para você. Confira:

8. Doce aumenta expectativa de vida
Cientistas decidiram dar muitos doces a crianças e ver o que acontecia. Descobriu-se que as que comiam regularmente doces eram mais saudáveis, pesavam menos e tinham menor risco de doença cardíaca. Mas não corra ao pote de porcarias ainda: outro estudo descobriu que esses efeitos mudam ao longo do tempo. Adultos comedores diários de doces eram mais susceptíveis a pesar mais do que os não comedores. E, ainda assim, viveram mais tempo: até um ano a mais.

7. Pipoca reduz chance de ter câncer
A pipoca é carregada com antioxidantes chamados polifenóis, conhecidos por reduzir o risco de câncer e outras coisas, como doenças do coração. Uma porção de pipoca possui mais polifenóis do que o valor recomendado diário de frutas e legumes. Claro, a manteiga processada no alimento é menos do que fantástica para sua saúde, então é melhor não comer pipoca demais.



6. Chiclete e saúde do cérebro
A maioria das pessoas vê a goma de mascar como pouco mais que um deleite. Mas será que faz alguma coisa para o seu corpo? Para começar, pode melhorar a sua memória de curto prazo e desempenho do seu cérebro. E isso não é tudo: durante várias horas após a mastigação, você ainda terá apetite e desejos por comida (especialmente porcarias) reduzidos. Essencialmente, você está enganando a si mesmo. Ao realizar mastigação, seu corpo pensa que está absorvendo nutrientes.

5. Pimenta acalma dores
Pimenta não é junk food, mas certamente não é considerada alimento de dieta. Qual o benefício de saúde que ela esconde, então? Algumas variedades de pimenta contêm mais vitamina C por quilo do que a rainha do mundo da vitamina: a laranja. E, embora pareça contraditório, os maias comiam pimenta para curar dores de estômago. Aliás, até hoje a pimenta é usada em aplicações médicas. Você não as come, mas passa em sua pele. O alimento é comumente utilizado em pomadas e cremes para dores musculares.

4. “Açúcar natural” é bom pro dente
Cientistas encontraram um substituto natural para o açúcar. Xilitol é usado em gomas de mascar, balas e outros doces em vez de açúcar, porque tem menos calorias e é benéfico para os dentes. Quando consumido regularmente (com moderação, é claro), a boca produz menos ácido lático e placa, sendo que ambos são responsáveis por dentes em decomposição. As crianças que consomem xilitol duas vezes por dia também têm 25% menos risco de infecções de ouvido.

3. Chocolate e suas vantagens
Hoje, é de conhecimento comum que o chocolate (chocolate amargo de qualidade, com bastante cacau) tem benefícios para pressão arterial e função cardíaca quando consumido diariamente em quantidades moderadas. Surpreendentemente, comer um pouco de chocolate também hidrata a pele, faz com que ela fique mais suave e protege contra queimaduras solares. Tudo se resume aos antioxidantes e flavonóides que o chocolate contém, que são compostos benéficos encontrados em concentrações elevadas em alguns alimentos, como vinho. Os flavonóides no chocolate também melhoram a função muscular e a regeneração.

2. Refeição: sorvete
Se você já foi para a Itália, sabe que os italianos amam seu verdadeiro gelato. Por isso não é nenhuma surpresa saber que cientistas italianos queriam estudar a comida nacional e descobriram que ela é na verdade muito saudável. Sorvete tem um valor nutricional diversificado, contendo proteínas, açúcares, gorduras e calorias semelhantes a uma refeição do porte do almoço. Então, o que esses cientistas empreendedores decidiram? Você pode pular o almoço e ir uma sorveteria em vez disso.

1. Bolo no café da manhã leva a emagrecimento
Cientistas fizeram um estudo com pessoas acima do peso e permitiram que comessem bolo no café da manhã. Mas, em vez de ganhar peso, os pesquisadores descobriram que comer bolo ou uma sobremesa semelhante na parte da manhã pode levar a perda de peso significativa. E essa foi, realmente, a única “mudança de vida” que essas pessoas fizeram para emagrecer. A chave aqui é comer açúcar logo no início do dia. Seu corpo é mais ativo na parte da manhã, especialmente na digestão dos alimentos. Você também tem mais tempo para utilizar a energia ganha. Comer grandes refeições à noite muitas vezes faz com que seu corpo armazene a gordura por não ter o que fazer com a energia que você lhe deu. [Listverse]

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

7 fatos que você ainda não sabe sobre roupa íntima

Escolher o tecido e o modelo certo pode ajudar na prevenção de infecções

Há quem tenha dúvidas em relação a usar ou não calcinha, especialmente em algumas ocasiões em que ela pode ficar marcando a roupa e estragar a produção, ou durante a prática de esportes, quando podem incomodar. Alguns especialistas falaram sobre o assunto e listaram coisas que todas as mulheres devem saber sobre saúde e higiene da região íntima.

Bactérias adoram um ambiente quente e úmido, propício para que se desenvolvam. Para não deixar que isso aconteça, usar calcinha é necessário e ajuda a proteger durante as atividades físicas. A escolha do tecido também é fundamental. Entretanto, pode-se dormir sem calcinha de vez em quando para permitir ventilação na região.

As calcinhas fio-dental não são indicadas, pois o atrito pode atrair bactérias do ânus para a vagina, causando infecções vaginais e até mesmo urinárias.

Tecidos como rendas são ruins, pois não permitem respiração e podem causar irritações.
O mais recomendável é usar calcinhas de algodão ou alguns tecidos sintéticos que mantém o local seco.

Não se depile totalmente. Por mais que isso gere uma sensação de estar limpa, os pelos funcionam como uma proteção da região genital, já que a pele é mais sensível nessa área. Ao se depilar, uma camada protetora é removida, aumentando os riscos de doenças sexualmente transmissíveis, pelos encravados e queimaduras.

Quem pratica esportes de longa duração, como triatlo ou maratona precisa ter cuidados extras ao escolher a calcinha, pois irá usá-la por muito tempo e a fricção pode machucar. A sugestão é fazer alguns testes antes do dia do evento.

Durante o período menstrual, os absorventes internos podem causar menos atrito na vulva, especialmente durante a prática de esportes. Mas cada mulher deve usar o que se sentir mais confortável. Após o treino, é recomendado um banho com um sabonete neutro.

Muitas mulheres, especialmente as que já tiveram filhos, podem sofrer com problemas na bexiga, como a incontinência urinária, que faz com que se tenha vontade de fazer xixi com uma grande frequência. Nesses casos é necessário procurar um médico, que saberá indicar o melhor tratamento para o problema.


domingo, 15 de setembro de 2013

Invista em exercícios que valem por remédio

Problemas respiratórios, depressão e até diabetes podem ser aliviados

De hipertensão a osteoporose, diversos males podem ser amenizados e controlados com a escolha do exercício físico certo. De acordo com o fisiologista Raul Santo de Oliveira, da Unifesp, a prática de atividade física - aliada ao tratamento médico - tem tanto poder que pode diminuir a quantidade de medicação. "Dependendo da pessoa, é possível até chegar a situações em que os remédios não são mais necessários", conta. Confira as opções de exercício mais indicadas para combater oito doenças a seguir: 

Diabetes

Exercício: caminhada, hidroginástica e atividades aeróbicas em geral

diabetes vem da insuficiência ou falta total de insulina, substância responsável por metabolizar o açúcar e fornecer energia ao corpo. Com isso, em vez de a glicose entrar nas células, fica acumulada no sangue. Segundo o fisiologista Raul Santo de Oliveira, o exercício físico aeróbico precisa de energia e, por isso, facilita essa entrada da glicose nas células, diminuindo os níveis no sangue.

Mas cuidado para não exagerar na intensidade! O clínico geral João Marcello Branco, especialista em medicina do esporte, explica que o nosso corpo tem três tipos de fontes de energia: glicose, aminoácidos (moléculas presentes nos músculos) e gordura. "Quando temos pouco condicionamento físico, o organismo busca primeiro a fonte mais fácil, ou seja, queima mais aminoácidos do que glicose e gordura", afirma. Isso é grave para quem tem diabetes, pois seu corpo já tem dificuldades em queimar açúcar, e terá ainda mais, já que a fonte primária de energia serão os aminoácidos, não a glicose. 

Doenças respiratórias

O exercício: natação

A natação pode ser uma grande amiga de quem sofre com doenças respiratórias, como asma e bronquite. "A umidade relativa do ar é bastante elevada nesses ambientes, o que provoca vasodilatação e facilita o processo respiratório", diz o fisiologista Raul Santo. Além disso, lembra o clínico geral João Branco, a natação trabalha a parte cardiovascular e a musculatura pulmonar, aumentando a capacidade respiratória.

Cuidado, porém, com a temperatura da piscina, pois isso pode piorar as crises respiratórias. A piscina precisa estar com temperatura agradável - não muito quente ou muito fria, para que não haja choque térmico - e sem cloro e outros produtos químicos. 

Hipertensão

O exercício: aeróbicos, como caminhada

Qualquer exercício - até uma simples caminhada - que tenha intensidade leve a moderada pode ajudar a combater hipertensão. A atividade física criará novos vasos sanguíneos, em um processo chamado de neo-formação de vasos. "Com a neo-formação, diminui-se a resistência periférica, ou seja, o sangue consegue percorrer todo o corpo com mais facilidade", conta Raul Santo. "Isso diminui a sobrecarga cardíaca e o coração trabalha com mais eficiência", completa. É como se abrissem novas avenidas e ruas em uma grande cidade, diminuindo o congestionamento.  

Distúrbios de ansiedade (depressão)

O exercício: Ioga

Um dos principais fatores dos distúrbios de ansiedade é o estresse. Ele libera uma série de hormônios, como adrenalina, cortisol, noradrenalina e prolactina. Raul Santo conta que esses hormônios, chamados de catabólicos, causam um desajuste no corpo, capaz de afetar até o ritmo cardíaco.

A atividade física em carga leve a moderada melhora o condicionamento do cérebro, equilibrando a secreção hormonal e a produção de neurotransmissores, que são sinalizadores do cérebro. Para o clínico geral João Branco, atividades como ioga e Tai Chi Chuan são boas opções porque controlam a ansiedade por meio da respiração. Isso reduz o estresse e auxilia no equilíbrio do organismo.

No caso da depressão, o fisiologista Raul conta que as doses da medicação podem diminuir com o tempo até serem extinguidas, tamanho o benefício da atividade física. 

Insônia

O exercício: Tai Chi Chuan

O sono é regulado por uma série de hormônios e neurotransmissores, como a serotonina. Se, durante o dia, os hormônios responsáveis por deixar você em estado de alerta dominam (como a adrenalina), à noite precisa ocorrer o inverso. Antes de dormir, conta Raul Santo, você deve alcançar o estado chamado "sub-ativo", onde o metabolismo está estabilizado - ou seja, as frequências cardíaca e respiratória estão estáveis, assim como a secreção hormonal. "Como a atividade física equilibra a secreção de hormônios e a produção de neurotransmissores, o seu corpo saberá a hora de ficar em alerta e a hora de descansar", conta Santo. O Tai Chi é uma atividade relaxante e ideal para ser praticada depois que o sol se põe, já que trará a calma necessária para o sono. 

Fibromialgia

O exercício: alongamento e hidroterapia

Os remédios para combater a dor e a ansiedade intensas da fibromialgia podem ficar ainda mais potentes com a prática de exercícios físicos. Mas, como o corpo já está muito dolorido, nada de exagerar no exercício para não piorar o sintoma. "Uma atividade que relaxe, como alongamento e hidroterapia, trará melhoras ao paciente. Isso regulará a serotonina, ajudando a pessoa a ter menos ansiedade", diz João Marcello Branco. 

Osteoporose

O exercício: na fase inicial, a caminhada previne a perda óssea

Já diria o ditado: "é melhor prevenir do que remediar". No caso da osteoporose, essa frase ganha intensidade. Segundo Raul Santo, mesmo para quem já sofre com a doença é possível fazer exercícios para evitar uma perda ainda maior de massa óssea. No entanto, é preciso sempre praticar com orientação médica, já que a recomendação da atividade física depende do estágio da doença.

Quase todas as atividades físicas causam impacto - desde natação até pegar ônibus em pé -, mas o especialista em medicina do esporte João Branco destaca a caminhada, que não tem grandes riscos de sobrecarga nos ossos. "O impacto do pé no chão estimula o osteoblasto, célula responsável pela criação de tecido ósseo. Conforme a pessoa tem perda hormonal e sedentarismo, ess a célula fica adormecida. O pequeno impacto deve ser contínuo e regular, para fazer com que a célula volte à sua função normal", explica.  

Tabagismo

O exercício: treino de resistência

A nicotina do cigarro causa dependência química ao cumprir a função de neurotransmissor. Com o tempo de fumo, o cérebro acaba deixando de produzir alguns neurotransmissores, que são supridos pela nicotina. Ao tirar o cigarro, o cérebro sentirá falta. "A atividade física ajuda a colocar o cérebro e corpo em equilíbrio omeostático, ou seja, faz com que a pessoa volte a produzir neurotransmissores que não produzia antes", conta João Branco. Para o fisiologista Raul Santo, a atividade física também pode ser um incentivo para deixar de fumar, já que melhora a respiração, traz sensação de bem estar e fornece mais energia para as atividades cotidianas.

Além disso, existe a pressão social. O indivíduo que passa a praticar qualquer atividade física passa a conviver com pessoas que, em geral, não fumam e nem gostam de cigarro. "Com o tempo, isso pode resultar no abandono do tabagismo por insistência dos novos colegas", sugere Raul Santo.

Embora todas as atividades físicas colaborem com a melhoria, estudo realizado pelo Miriam Hospital's Centers for Behavioral and Preventive Medicine, nos Estados Unidos, indica o treino de resistência com o melhor. De acordo com os resultados, homens e mulheres fumantes que completaram 12 semanas de treinamento de resistência - como parte de um programa de tratamento contra o tabagismo - têm duas vezes mais chances de parar de fumar, em comparação a aqueles que não levantam pesos regularmente. 

A participação do Colégio O Saber nos JEPI 2013

No período de 12 a 15 de setembro de 2013, o Colégio O Saber disputou a 4ª edição dos Jogos das Escolas Particulares de Itabaiana, JEPI, e com uma excelente participação nos esportes coletivos ganhou 11 medalhas, 5 troféus de campeão e 5 troféus de vice-campeão através dos seguintes resultados:



Campeão de basquete na categoria B masculino

Campeão de handebol na categoria infantil feminino

Campeão de handebol na categoria A feminino

Campeão de handebol na categoria A masculino

Campeão de queimado na categoria infantil feminino

Vice-campeão de queimado na categoria A feminino

Vice-campeão de voleibol na categoria infantil feminino

Vice-campeão de voleibol na categoria infantil masculino

Vice-campeão de voleibol na categoria A feminino

Vice-campeão de voleibol na categoria A masculino

3º lugar de futsal na categoria infantil masculino

4º lugar de futsal na categoria A masculino

Parabéns a todos os alunos pela brilhante participação nos JEPI 2013!

A criança pode começar a iniciação esportiva desde cedo, se ela não se transformar em um atleta de alto nível, com certeza será um bom cidadão pela aquisição de valores que se aprende com o esporte.

Professor José Costa