sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Descubra como tratar e prevenir as varizes

As terríveis varizes incomodam homens e mulheres, mas você sabe o que pode causar esse desconforto? Entenda a doença e saiba como prevenir
Falar de varizes é tratar de um fantasma que assombra homens e mulheres, especialmente por seus efeitos estéticos. Mas esses vasinhos dilatados, salientes e muitas vezes visíveis constituem uma doença importante, principalmente por sua elevada frequência: cerca de 20% da população mundial adulta é portadora de algum grau do chamado déficit circulatório periférico, que pode atingir 60% das pessoas acima de 60 anos. De acordo com o angiologista Nilo Izukawa, do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, varizes são mais comuns na mulher, na proporção de três para cada homem, comprometendo geralmente as duas pernas. A palavra variz, aliás, se origina do latim: varix, que significa serpente. Varizes são veias dilatadas, alongadas e tortuosas que comprometem a estética, mas também o funcionamento das pernas. Geralmente têm coloração púrpuro-azulada, surgem ao longo das pernas e podem causar dor e inchaço. As varizes, como explica Izukawa, podem ser decorrentes de alterações na composição das paredes das veias, tornando-as mais flácidas e dilatadas, ou por defeitos nas válvulas dessas veias que promovem uma pressão venosa aumentada pelo refluxo do sangue.

Sintomas 

Dor, sensação de peso ou cansaço e desconforto nas pernas são os sintomas mais frequentes 

Inchaço nas pernas e nos pés

Câimbras noturnas

Queimação e coceira 

Origem genética

Os vasos salientes, que por vezes incham e doem bastante no final de um dia estafante, surgem por vários motivos, mas há um ponto em comum entre os chamados varicosos. Geralmente essas alterações têm origem genética, ou seja, aparecem também na mãe, no pai ou em ambos. Logo, pessoas com antecedentes familiares para varizes são mais predispostas ao desenvolvimento da doença, assim como aqueles que trabalham muito tempo em pé ou sentados. “Mulheres que desenvolvem atividades físicas constantes com muito esforço físico (musculação) também entram no grupo de risco”, alerta o angiologista. Entre elas, o uso de anticoncepcionais orais e a terapia de reposição hormonal também favorecem o desenvolvimento de varizes porque os hormônios presentes nos medicamentos podem afetar desfavoravelmente a circulação.

Outro fator externo, que escapa da herança genética, é a gestação, especialmente nas mulheres que já têm predisposição. Nesse caso, importa o bombardeio hormonal e a sobrecarga sobre os membros inferiores. Há ainda a menopausa, especialmente na fase inicial de grande balanço hormonal, como fator agravante.

Obesos também são afetados por sobrecarregar a estrutura corporal demasiadamente, como os sedentários, adeptos da falta de movimento, que, portanto, não favorecem a circulação periférica. Outra causa de varizes, conforme o cirurgião vascular Izukawa, é decorrente de obstrução das veias profundas (trombose venosa profunda), que eleva a pressão de circulação no sistema venoso superficial e leva a um aumento do diâmetro das veias superficiais. O uso frequente de salto alto também pode facilitar o surgimento de varizes ou agravá-las, avisa o angiologista Cid Sitrângulo Jr., diretor científico da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. Além de mais frequentes entre as mulheres, ele acrescenta, os vasinhos visíveis e sintomáticos podem aparecer mesmo entre jovens a partir dos 20 anos de idade. O déficit circulatório, como lembra o clínico geral Roberto Assad, é piorado pelo cigarro, que lança substâncias tóxicas na circulação.

Fonte: http://revistavivasaude.uol.com.br/clinica-geral/descubra-como-tratar-e-prevenir-as-varizes/1979/ - Texto: Stella Galvão/ Foto: Reprodução/ Adaptação: Letícia Maciel 

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Conheça os exames para entrar bem na terceira-idade

Densitometria óssea e colonoscopia são essenciais a partir dos 50 anos

O aumento da população idosa é uma realidade também aqui no Brasil: nos últimos 30 anos a expectativa de vida do brasileiro passou de 62 para 73 anos, segundo dados do Ministério da Saúde. O grande desafio é entender como envelhecer de forma saudável, mantendo corpo e mente ativos. Nesse cenário, é importante estar atento às doenças que têm como um dos principais fatores de risco a idade - e nada melhor do que iniciar os exames de rastreamento na faixa etária recomendada, ou então continuar fazendo aqueles que, se já eram importantes antes, passam a ter atenção redobrada após a meia-idade. Confira essa lista e não se esqueça: na dúvida sobre qualquer alteração no seu corpo ou sintoma diferente, pergunte ao seu médico!

Hemograma e colesterol
O conhecido exame de sangue ajuda o médico a identificar diversos aspectos da sua saúde - principalmente os males do coração, que são mais incidentes a partir dos 50 anos de idade. "É com o exame rápido e simples de colesterol e frações que o médico consegue avaliar índices importantes como o colesterol (tanto o LDL, o colesterol ruim, quanto o HDL, conhecido como bom colesterol) e o perfil lipídico, que revela se há ou não risco para aterosclerose, AVC ou hipertensão arterial", explica o geriatra Clóvis Cechinel, do laboratório Pasteur, em Brasília. Já o hemograma avalia doenças como anemia e outras possíveis infecções, que na terceira-idade são mais passíveis de causar complicações.

TSH
 A incidência de hipotireoidismo aumenta com o passar da idade, principalmente nas mulheres. Isso porque na fase da menopausa é muito comum a mulher sofrer da tireoidite de Hashimoto ou tireoidite crônica, doença autoimune em que o corpo produz anticorpos que atacam a tireoide, fazendo deste distúrbio a principal causa do hipotireoidismo. "Durante o climatério, período em que as doenças autoimunes são mais frequentes, é possível que o metabolismo de hormônios, como estrógeno, esteja produzindo fatores desencadeantes para doenças autoimunes, entre as quais a doença de Hashimoto", afirma a geriatra Silvia Prado, da equipe do Lar Sant'Ana. Dessa forma, o exame de TSH é importante para verificar se há alguma alteração significativa no funcionamento da tireoide que precise de tratamento.

Densitometria óssea
O exame de densitometria óssea é usado para medir a densidade de nossos ossos, ou a massa óssea. "Ele usa um aparelho especial de raio-x, e é o melhor exame para controlar a evolução da osteoporose e de seu tratamento", diz o geriatra Clóvis. O controle com o exame geralmente é anual, mas a frequência pode mudar conforme orientação. "A densitometria avalia o grau da osteoporose e acusa a probabilidade de fraturas", lembra. Por isso mesmo que é um exame de extrema importância a partir dos 50 anos, uma vez que nossos ossos crescem somente até os 20 anos e sua densidade aumenta até os 35 anos, começando a perder-se progressivamente a partir disso. 

Colonoscopia
câncer de cólon e reto tem, entre os principais fatores de risco, a idade. O consumo de álcool, o tabagismo e uma dieta pobre em fibras e rica em gordura são outros fatores de risco para esse tipo de câncer. O exame consegue identificar alterações da mucosa do intestino que podem evoluir para um câncer e o tratamento dessas alterações já reduz o risco da doença. A colonoscopia deve começar a ser feita a partir dos 50 anos de idade para pessoas sem histórico familiar da doença. Aqueles que possuem fatores de risco devem incluir o exame na rotina após os 40 anos ou 10 anos antes da idade do caso mais precoce na família. "A colonoscopia também pode ser indicada em investigação de dores abdominais, alteração do hábito intestinal, hemorragias pelo ânus, diarreias e outras queixas relacionadas", explica a especialista. Se os exames forem normais, devem ser repetidos a cada cinco ou dez anos. Já o resultado alterado deve ser repetido conforme orientação do médico. 

Raio-X de tórax
Essencial para quem é fumante, o raio-x de tórax é importante para avaliar o estado dos pulmões após os 50 anos. "Apesar do câncer de pulmão não ser o mais prevalente, é um tipo de câncer mais agressivo", afirma a pneumologista Sandra Aparecida Ribeiro, da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisilogia (SBPT). Por isso, se o indivíduo é ou foi fumante, deve visitar um pneumologista anualmente para detecção desse problema ? após a meia-idade esse exame se torna mais importante, uma vez que quanto mais tempo de exposição ao cigarro, maiores os riscos. A visita ao pneumologista também deve acontecer sempre que a pessoa for vítima de gripes ou resfriados. Sintomas como uma tosse que demora a se curar não podem ser ignorados. "O risco de o problema evoluir para uma pneumonia é maior e pode levar o paciente à morte". Outro cuidado fundamental é tomar as vacinas contra infecções respiratórias (gripe epneumonia, por exemplo) disponíveis para pessoas de mais idade em postos públicos. 

Eletrocardiograma
O sistema cardiovascular sofre diversas modificações com o decorrer da idade, que culminam com o comprometimento da função cardíaca. "Ocorrem alterações estruturais no coração, nas válvulas cardíacas e nas paredes das artérias", explica a geriatra Silvia. Tais modificações acarretam em diminuição da reserva funcional, limitando o desempenho cardiovascular durante as atividades físicas e em outras situações de grande demanda. Por isso, recomenda-se uma visita anual ao médico a partir dos 40 ou 50 anos, que fará uma análise clínica do paciente, avaliando se ele apresenta fatores de risco como obesidade e gordura abdominal - além de solicitar o ecocardiograma e medir a pressão arterial. O eletrocardiograma é um exame que mede a frequência cardíaca e suas oscilações se a pessoa está em atividade intensa ou repouso. Isso ajuda o médico a encontrar alterações, como insuficiência cardíaca, arritmias e outras cardiopatias. Junto do eletrocardiograma, é importante manter as medidas de pressão arterial uma vez ao ano, mesmo para quem não sofre de hipertensão, ajudando na prevenção e tratamento da doença.

Exame de toque retal e PSA
A partir dos 45 ou 50 anos, todo homem deve marcar uma consulta com um urologista anualmente, pois o risco de um câncer de próstata ser diagnosticado nessa idade aumenta. A investigação correta para a doença é feita com uma história clínica completa, dosagem de PSA, toque retal e ultrassom de próstata por via retal. "O PSA é uma proteína que a próstata normal pode produzir e o tumor de próstata produz em quantidade muito maior", explica o geriatra Clóvis. Esses exames devem ser feitos sempre e em conjunto, pois o toque retal nem sempre pode detectar um câncer que apresenta dosagem de PSA, assim como de 24 a 40% dos tumores não apresentam altas dosagens da proteína PSA, não sendo detectados pelo exame - mas podem ser pelo toque. "O exame de toque retal também nos dá informações adicionais sobre a próstata, mesmo que não relacionado à doença maligna, como a hiperplasia prostática benigna." Além disso, o exame de toque também possibilita encontrar pólipos e fazer retirada de pele para biópsia.

Papanicolau e mamografia
A principal indicação da mamografia é para o rastreamento do câncer de mama - e as mulheres entre 40 e 69 anos são as principais vítimas da doença. "Isso porque a exposição ao hormônio estrógeno (principal causador dos tumores) está no auge com a chegada dessa idade", explica a geriatra Silvia. A partir dos 50 anos, particularmente, os riscos entram em uma curva ascendente. Para mulheres que não tem histórico familiar e são assintomáticas, a mamografia deve começar a ser feita a partir dos 40 anos. Já para aquelas que possuem casos de câncer de mama na família, a mamografia deve começar a ser feita 10 anos antes do caso mais precoce entre as parentas que tiveram a doença. Por exemplo: se uma mulher descobriu um câncer de mama aos 40 anos, sua filha deve começar a fazer mamografias anualmente aos 30 anos.

Juntamente com a mamografia, o exame de Papanicolau precisa continuar a ser feito mesmo após os 50 anos - independente da vida da mulher continuar sendo ativa ou não. Segundo os especialistas, esse exame deve fazer parte da lista até os 70 anos. "É preciso ficar claro que algumas infecções independem disso e que esse é um exame importante", ressalta o geriatra Clóvis.

Dosagens de vitamina D, cálcio e PTH
Juntamente com a densitometria óssea, o exame para detectar deficiências devitamina D (25-hidroxi vitamina D) e cálcio no sangue e ossos é essencial para o acompanhamento do risco de osteoporose a partir da meia-idade. "Quando os níveis de vitamina D estão abaixo do normal, é sinal de que a associação do cálcio nos ossos está ineficiente - já que a vitamina é responsável por essa ligação", afirma o geriatra Clóvis. Além disso, também pode ser pedido um exame de PTH - que indicam as quantidades do hormônio da paratireoide no seu organismo. Isso porque, explica o especialista, o PTH está relacionado com a absorção de cálcio e vitamina D pelo intestino e rins. Dessa forma, altos níveis de PTH no sangue indicam que o cálcio pode não estar sendo utilizado como deveria para o fortalecimento dos ossos, pois não consegue se ligar a eles, e o corpo precisa produzir mais PTH para descartar esses minerais circulantes no sangue. "Exames positivos para deficiência de vitamina D e cálcio, em conjunto alguma alta dosagem de PTH, são bem suspeitos para acompanhamento de uma futura osteoporose e podem indicar a necessidade de suplementação vitamínica", ressalta Clóvis.

Ureia e creatinina
Também é importante que ele possa verificar a creatinina, para averiguar as funções do rim - uma vez que quanto maiores são os níveis de creatinina, menos eficiente está o rim. "A creatinina serve de suporte para fazer o cálculo da taxa de quanto o rim consegue filtrar das impurezas que estão passando ali", conta o geriatra Clóvis. Com o passar da idade esse valor vai subindo gradativamente, e a função renal também vai diminuindo como um reflexo do envelhecimento - resta saber se esses níveis não resultarão em uma insuficiência renal mais grave. Esse acompanhamento é ainda mais importante para pacientes com diabetes e hipertensão, já que essas condições elevam o risco de complicações renais. "A dosagem da creatinina é muito importante, pois ela pode aumentar de forma assintomática, servindo de alerta para a possibilidade de uma doença renal."

Glicemia de jejum
O risco de diabetes tipo 2 aumenta consideravelmente a partir dos 45 anos, principalmente por conta do aumento dos fatores de risco, como obesidade - por isso, pessoas que tem histórico familiar da doença e não fazem esse exame com frequência devem considerar incluir a dosagem na lista de exames anuais a partir desse período. Portadores de diabetes tipo 1 fazem o exame de glicemia de jejum com maior frequência, pois precisam saber os níveis de glicose para ajustar a dose de insulina a ser aplicada - nesse caso o exame é feito em jejum ou então antes da próxima aplicação, usando um aparelho chamado glicosímetro. Portadores de diabetes tipo 2 em uso de medicação oral e eventualmente insulina fazem o exame com uma frequência menor, geralmente durante a consulta médica.  

Exames oftalmológicos
 Após os 50 anos, doenças como a catarata e o glaucoma têm maior incidência, daí a necessidade de uma visita anual ao oftalmologista. "Grande parte das doenças dos olhos são irreversíveis, então identificar o problema precocemente pode eliminar a necessidade de cirurgias", afirma o oftalmologista Marco Antonio Alves, diretor da Sociedade Brasileira de Oftalmologia. O especialista lembra ainda que é possível identificar outras doenças silenciosas, como o diabetes e a hipertensão, apenas por meio de exames oculares. "E mesmo quem já sabe que é portador dessas doenças pode melhorar o controle clínico delas em uma consulta oftalmológica", complementa. 

Fonte: http://www.minhavida.com.br/saude/galerias/16869-conheca-os-exames-para-entrar-bem-na-terceiraidade - POR CAROLINA SERPEJANTE 

Cuidados ao se exercitar no verão

Atente-se a essas dicas e aproveite o verão para se movimentar sem prejudicar sua saúde.

Tanto no verão quanto no inverno, devemos ter alguns cuidados para evitar lesões, mal estar, desconforto, entre outros probleminhas que podem ocorrer durante a prática de uma atividade física.

O primeiro ponto importante é se você treina na rua ou exposto ao tempo, evitar o horário de pico do sol, entre 11 e 14 horas.

Se hidratar da forma adequada, também é um fator importante. 

É essencial conversar com um bom profissional antes de iniciar qualquer atividade física para saber o que fazer, como fazer e o que evitar.

O calor é grande, mas você não deve desanimar e deixar de praticar as suas atividades físicas.

Se você é daqueles que ignora o sol muito forte ou acha que fazendo exercícios nos horários onde ele está mais forte irá suar mais e consequentemente perder mais calorias e emagrecer, cuidado! Você poderá colocar a sua saúde em risco!

O nosso organismo possui um mecanismo encarregado de manter o nosso núcleo central (cérebro, pulmões, sistema digestivo, coração, etc.) a uma temperatura estável, isto é chamado de termo regulação.

Em repouso, as zonas que mais geram calor em nosso corpo são o coração, o fígado, o cérebro e as glândulas endócrinas. Os músculos produzem pouco calor, quando em repouso, mas quando estão em exercício intenso isto muda e o músculo trabalha tanto que chega produzir 50 vezes mais calor do que o resto dos sistemas e órgãos juntos.

Quando a temperatura do corpo começa a aumentar, o nosso "termostato", que se situa no hipotálamo (cérebro) detecta a elevação na temperatura sanguínea e ordena uma série de ações de defesa. Começa a sudorese (transpiração). O suor, ao evaporar-se sobre a pele, a esfria. Isso é sincronizado com o deslocamento de parte do sangue até a periferia do corpo, pela dilatação dos vasos superficiais (próximos à pele). Aí, então, passa mais sangue perto da parte externa do corpo, trazendo calor do interior do corpo para fora, sendo liberado pela pele, através do suor.

Ocorre a vasoconstrição (diminuição do calibre dos vasos) na zona renal e em outros órgãos. Todo o processo de digestão e excreção fica mais lento. O metabolismo celular também fica mais lento. Diminui a produção dos hormônios da tireóide, diminuindo a produção de calor corporal.

Quando o calor produzido pelo corpo não pode ser eliminado no ritmo necessário para evitar um superaquecimento ocorrem às chamadas lesões pelo calor. 

Um esportista que não exagera nos treinos e segue as recomendações necessárias, dificilmente sofrerá um choque térmico, com consequências graves, mas uma pessoa descuidada e que não conhece os perigos de fazer uma atividade física sem orientação e debaixo de um calor muito forte, poderá ter sérios problemas.

Além da alimentação, a hidratação é um fator muito importante. Mas há uma quantidade adequada de água ou isotônico para ser tomada, pois tanto a falta ou o excesso de líquidos pode ser prejudicial ao corpo.

Uma pequena perda de água reduz o rendimento consideravelmente. Em longo prazo, as pessoas que não bebem água durante os esforços ou que não se hidratam adequadamente tem maior tendência a sofrer lesões musculares e articulares. Quanto maior a umidade, a temperatura, a altitude, o tempo de esforço , maior é a perda de água.

Muitas pessoas perguntam qual a quantidade de água ou isotônico a ser tomada durante o exercício. Há uma regra geral de beber 200 ml cerca de 1 hora antes dos exercícios, de 80 a 120 ml a cada 15 minutos de exercício e até 1 litro depois dos exercícios, em pequenos goles.

Mas o importante é repor a quantidade que se perdeu. Ou o resultado da diferença do seu peso antes e depois do exercício e converter os gramas de peso em mililitros de água. Por exemplo: se você perdeu 500 g em uma corrida de 50 minutos, terá de beber 550 ml de água. Assim, vale dizer também que quando você estiver treinando e sentir sede ou a boca seca, é sinal de que o seu corpo necessita de água e já está recorrendo às glândulas salivares.

O excesso de água também pode trazer problemas como a chamada hiponatremia, que ocorre quando se bebe muito mais água que o suor perdido perdendo também o sódio. Assim, o ideal é ter sempre uma boa orientação tanto dos exercícios quanto da alimentação incluindo a hidratação antes, durante e depois dos exercícios.

Não se esqueça de usar protetor solar, óculos e boné a fim de se proteger do sol.

sábado, 25 de janeiro de 2014

Como os pais devem preparar as crianças para a volta às aulas

Nas próximas semanas, alunos de todo o país vão retomar a rotina de aulas. A adaptação às lições de casa, ao contato com os amigos e às provas, porém, não é sempre fácil. Por isso, os pais devem colocar os filhos mais cedo na cama, começar a falar sobre as expectativas para o ano letivo e se envolver com as atividades dos filhos.

O primeiro passo, diz Ângela Fátima Soligo, psicóloga e professora da Faculdade Educação da Unicamp, é mudar os horários das crianças uma semana antes da volta às aulas e colocá-las para dormir e acordar mais cedo.

Se este não é o primeiro ano de estudo, a psicóloga diz que não é preciso falar muito sobre o retorno às aulas. "Não precisa preparar a criança com muita antecedência. Se ela está de férias, deve curtir as férias. Nada de dar coisas para ler e estudar. A escola é o trabalho da criança, então ela precisa de férias para esquecer um pouco da escola", diz.

Quando tudo for novidade, porém, a especialista recomenda que os pais levem a criança antes para conhecer a escola e comecem aos poucos a falar sobre o que ela vai encontrar naquele ambiente. Neste momento, vale envolver a criança na compra do uniforme e na preparação do material escolar.

Para Sueli Conte, psicopedagoga e diretora do Colégio Renovação, em São Paulo, nesses casos também é recomendável que os pais estejam presentes nas dependências da instituição até que o filho se sinta seguro. "Nos primeiros dias, é importante que a criança encontre o pai ou a mãe quando solicitar a presença deles", diz. "Mesmo que o filho diga que o pai ou mãe pode ir embora, é importante ficar, pelo menos nestes dias de adaptação".

Escola nova

No caso das crianças que vão mudar de escola, a recomendação é a mesma: leve o aluno antes para conhecer o local e converse sobre as vantagens do novo colégio. "É importante preparar a criança, pensar com ela as vantagens da nova escola, como conhecer novos amigos. Em geral, o mais difícil é a perda da escola antiga, então ajude a criança a conservar o contato com os amigos", afirma Soligo.

Se a preparação não for suficiente e o aluno tiver problemas para se adaptar ao novo colégio, os pais devem primeiro conversar com a criança e depois entrar em contato com a escola para saber o que é possível fazer para tornar o processo menos traumático.

De volta à rotina

Já nos primeiros dias de retorno às aulas, pais e responsáveis devem estabelecer uma rotina de estudos juntos para o resto do ano letivo. "Nem todos os pais têm muito tempo, mas acho que eles podem reservar pelo menos uns 40 minutos para conversar sobre a escola, não para cobrar, mas para estar por perto enquanto a criança estuda", diz a psicóloga.

Já para Sueli Conte, é importante também que os pais criem um vínculo com a professora, trocando informações sobre as particularidades do aluno. 

No caso dos adolescentes, o acompanhamento é mais distante, mas os pais precisam perceber e cobrar se ele está ou não separando um tempo para estudar. "Às vezes os vestibulandos acabam exagerando, então os pais têm que mandar parar de estudar, dizer que também é preciso relaxar e entender o limite das suas possibilidades físicas", afirma a especialista da Unicamp.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

10 opções refrescantes para aliviar o calor do verão

Nutritivas e leves, elas hidratam e matam a sede sem pesar na balança

Com os termômetros elevados e com a exposição ao calor, nosso corpo precisa de muito líquido para manter-se hidratado e saudável, por isso, ingerir água, sucos e outras bebidas é essencial: "Hidratar o organismo é fundamental. Bebidas leves e bem geladinhas mandam o calor embora e deixam seu corpo saudável", explica a nutricionista do MinhaVida, Roberta Stella. Confira 10 sugestões para se refrescar no calor. 

1- Chá Refrescante de Verão: a receita é de Hanny Guimarães, autora do blog "Rota do Chá". Ela conta que as ervas cítricas são mais refrescantes por causa do azedinho que fica na boca. E esse efeito cresce, se elas forem consumidas com chá gelado. Ingredientes: 500 ml de água; suco de um limão; 2 saquinhos de chá de hortelã ou menta; 2 saquinhos de chá de erva doce; açúcar, adoçante ou mel a gosto. Modo de preparo: aqueça a água até próximo da fervura. Adicione os saquinhos de chá e tampe o recipiente, deixando descansar por 10 minutos. Retire os saquinhos e espere esfriar com o recipiente tampado. Transfira o chá para um recipiente com capacidade para um litro, adicione o suco de limão ao chá, complete o volume com água bem gelada. Adoce a gosto e sirva com algumas pedrinhas de gelo.

2- Suco de uva energético: Os sucos são boas fontes de fibras alimentares, principalmente se não forem coados ou peneirados. Ingredientes: 25 ml de suco de uva concentrado, 25 g de beterraba crua, 100 ml de suco de guaraná light , adoçante a gosto, gelo. Modo de Preparo: Separe o gelo e bata todos os outros ingredientes no liquidificador. Coe, adicione o gelo e sirva. Receita de Claudia Cepukas.

3- Vitamina de ameixa e coco: "O leite já possui grande quantidade de água e, aliado à fruta, este volume fica ainda maior", explica a nutricionista da Consultoria RG Nutri, Cibele Crispim. Calorias: 240 calorias. Ingredientes: 1,5 copo de leite desnatado, 1 pote de iogurte de coco, 2 ameixas secas sem caroço, 2 colheres (sopa) de aveia em flocos, Adoçante a gosto. Modo de Preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador até a mistura ficar homogênea e sirva.

4--Picolé de manga diet- ingredientes: 2 potes de iogurte natural desnatado, 1 xíc. (chá) de polpa de manga madura picada, 2 col. (sopa) de adoçante em pó, 2 col. (chá) de essência de baunilha. Modo de Preparo: Bata no liquidificador todos os ingredientes até obter uma mistura homogênea, despeje o sorvete numa tigela metálica e cubra com filme plástico, deixe no freezer até firmar. Bata na batedeira rapidamente e coloque o sorvete em forminhas de picolés ou de gelo. Receita cedida por Top therm .

5- Coquetel sem álcool Jurassic park: ingredientes: 1 dose (50 ml) de suco de limão, 2 doses (100 ml) de suco de abacaxi, 1 dose (50 ml) de xarope de kiwi, Gelo. Modo de preparo: Bata todos os ingredientes na coqueteleira. Coloque em uma taça, decore (com abacaxi, guarda-chuvinha) e sirva. Receita cedida pelo site Rudge SBC.

6- Água de coco com frutas: Ingredientes: 300 mL de água de coco, 3 fatias de abacaxi, 1/2 unidade de mamão papaya, adoçante a gosto. Modo de Preparo: no liquidificador, bata a água de coco, o abacaxi e o mamão papaya. Sirva em seguida com o adoçante.

7- Shake de abacaxi light: Ingredientes: 150g de coalhada ou iogurte natural light gelado (desnatado) (equivale a um potinho pequeno), 1 fatia média de abacaxi em pedaços (fruta natural), 2 colheres de sopa de semente de linhaça,1 colher de sopa de granola. Modo de preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador e, se preferir, coe a bebida antes de tomar. Os shakes, além de nutritivos, são uma excelente opção para se refrescar no verão e manter a dieta, porém, deve-se prestar atenção em alguns aspectos: "Ao substituir as refeições principais por shakes, você até consegue emagrecer, mas, às custas de altas privações calóricas e também de preferências alimentares individuais", aponta Roberta Stella, nutricionista especialista do MinhaVida.

8- Sorvete de abacaxi com hortelã : Ingredientes: 2 xícaras (chá) de abacaxi picado, ½ xícara (chá) de açúcar, 1 lata de creme de leite light, 2 colheres (sopa) de hortelã picada. Modo de preparo: Bata o abacaxi, o creme de leite e o açúcar no liquidificador até obter uma mistura homogênea. Misture a hortelã picada e leve ao freezer até endurecer. Retire do freezer e bata até que fique cremoso. Retorne para gelar por, no mínimo, 12 horas. Rendimento: 6 porções. RG Nutri, Daniele Botture.

9- Frozen de iogurte e abacax i: Ingredientes: ½ litro de suco de abacaxi, 1 envelope de gelatina sem sabor incolor, 2 xícaras (chá) de iogurte desnatado . Adoçante em pó a gosto, Tiras de abacaxi para enfeitar. Modo de preparo: Coloque em uma tigela suco de abacaxi, gelatina dissolvida em água conforme a embalagem, iogurte, adoçante e bata com um batedor manual, até a mistura ficar homogênea. Cubra a tigela com um filme plástico e leve ao congelador por 2 horas. Retire, bata a mistura na batedeira por 5 minutos e volte ao congelador por mais 2 horas. Retire, misture com uma colher e distribua em taças. Decore com tiras abacaxi. Receita cedida pelo site Rudge SBC.

10- Virgem Mojito (sem álcool): Ingredientes: ½ limão; adoçante a gosto; 8 folhas de hortelã; água gaseificada. Modo de preparo: coloque em um copo "long drink" o limão, a hortelã e o açúcar. Macere até extrair o caldo do limão. Acrescente o gelo e coloque a água gaseificada até completar o copo, depois é só mexer com uma colher. Receita cedida por BaresSP Bartenders.

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Conheça oito alimentos que podem aumentar o risco de câncer

Bacon, refrigerante e até churrasco têm substâncias cancerígenas

Maus hábitos alimentares estão diretamente relacionados com essa estatística. A vida moderna, cada vez mais agitada, dificultou o velho (e bom) hábito de preparar os próprios alimentos e deu lugar aos alimentos prontos para consumo ou de fácil preparo. 


O nutricionista Fábio Gomes, do INCA, explica que muitos alimentos possuem fatores mutagênicos, ou seja, lesam as células humanas e alteram o material genético que existe dentro dela. "Esse processo leva a uma multiplicação celular muito maior do que o normal e, em consequência, pode aparecer um tumor". Muitos desses alimentos não apresentam qualquer benefício à saúde e podem ser facilmente riscados do cardápio. Veja quais são e modere no consumo dos alimentos que predispõem a doença.  

Carnes processadas

Linguiça, salsicha, bacon e até o peito de peru contêm quantidades consideráveis de nitritos e nitratos. Essas substâncias, em contato com o estômago, viram nitrosaminas, substâncias consideradas mutagênicas, capazes de promover mutação do material genético.

"A multiplicação celular passa a ser desordenada devido ao dano causado ao material genético da célula. Esse processo leva à formação de tumores, principalmente do trato gastrointestinal", explica Fábio Gomes.

A recomendação do especialista é evitar esses alimentos, que não contribuem em nada com a saúde.  

Refrigerantes

A bebida gaseificada, além de conter muito sal em forma de sódio, possui adoçantes associados ao aparecimento de câncer. O ciclamato de sódio, por exemplo, é proibido nos Estados Unidos, mas ainda é utilizado no Brasil, principalmente em refrigerantes "zero". "Essa substância aumenta o risco de aparecimento de câncer no trato urinário", conta Fábio Gomes.

Quanto aos adoçantes que podem ser adicionados à comida ou à bebida, o nutricionista diz que ainda não há comprovação científica. "O ideal é que o adoçante seja usado de forma equilibrada, pois é um produto destinado a pessoas com diabetes e não deve ser consumido em excesso pela população em geral", aponta. 

Alimentos gordurosos

Fábio Gomes explica que não é exatamente a gordura a principal responsável pelo aparecimento de câncer, e sim a quantidade de calorias que ela agrega ao alimento. A comida muito gordurosa é densamente calórica, ou seja, tem mais que 225 calorias a cada 100 gramas do alimento. "Por esses alimentos geralmente serem pobres em nutrientes, é preciso ingeri-los em grandes quantidades para obter saciedade, o que leva ao superconsumo", conta o nutricionista do INCA.

Em excesso, esses alimentos provocam obesidade, que é fator de risco para câncer de pâncreas, vesícula biliar, esôfago, mama e rins. A célula de gordura libera substâncias inflamatórias, principalmente hormônios que levam a alterações no DNA e na reprodução celular, como o estrogênio, a insulina e um chamado de fator de crescimento tumoral.  

Alimentos ricos em sal

"Se ingerido em quantidade maior do que cinco gramas por dia, o sal pode lesar as células que estão na parede do estômago", explica o nutricionista Vinicius Trevisani, do Instituto do Câncer de São Paulo. Essa agressão gera alterações celulares que podem levar ao aparecimento de tumores.

Procure evitar alimentos ricos em sal ou mesmo aqueles que usam sal para aumentar o tempo de conservação, como os congelados e os comprados prontos que só precisam ser aquecidos.

Entram nessa lista: carne seca, bacalhau, refrigerantes, pizzas congeladas, iscas de frango empanadas congeladas, macarrão instantâneo, salgadinhos de pacote, entre outros. 

Churrasco

Na fumaça do carvão há dois componentes cancerígenos: o alcatrão e o hidrocarboneto policíclico aromático. "Ambos estão presentes na fumaça e impregnam o alimento que é preparado na churrasqueira", explica Fábio Gomes. "Eles também possuem fatores mutagênicos que levam ao aparecimento de tumores."  

Dieta pobre em fibras

O nutricionista Vinicius Trevisani explica que o intestino se beneficia muito pelo consumo adequado de fibras. Elas garantem um bom trânsito intestinal, de modo a eliminar os ácidos biliares secundários, um produto da digestão presente no intestino. Isso evita a agressão às células do intestino e a multiplicação celular descontrolada.  

Preparo com altas temperaturas

Alimentos fritos ou grelhados também incorporam algumas substâncias cancerígenas. Ao colocar o alimento cru em óleo ou chapa muito quentes (com temperatura aproximada de 300 a 400°C), são formadas aminas heterocíclicas - substâncias que contêm fatores mutagênicos e estimulam a formação de tumores.

O nutricionista Fábio recomenda preparar as carnes ensopadas - modo de cozimento em que não há nenhuma formação de aminas-, ou ainda prepará-las no forno. Dessa maneira, a temperatura do alimento aumenta gradualmente e não chega a níveis tão altos.  

Alimentos com agrotóxicos

Não existe uma forma eficiente de limpar frutas, verduras e legumes dos agrotóxicos. "Muitas vezes, esses conservantes são aplicados nas sementes e passam a fazer parte da composição do alimento", aponta Fábio Gomes. Ele explica que oagrotóxico provoca vários problemas de saúde em quem tem contato direto com esses alimentos, mas ainda está em estudo a sua real contribuição com o aparecimento do câncer.

Como ainda existem dúvidas sobre esses efeitos, o nutricionista orienta evitar opções ricas em agrotóxicos. É melhor consumir alimentos cultivados sem o produto químico, que comprovadamente têm mais vitaminas, minerais e compostos quimiopreventivos. "Estes compostos atuam na proteção e reparação celular frente a uma lesão que pode gerar câncer", afirma.  

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Programação oficial do Pré-Caju 2014

Prévia carnavalesca será realizada entre os dias 24 e 26 de janeiro. Micareta vai ser comandada por mais de 40 atrações.

A Associação Sergipana de Blocos e Trios (ASBT) divulgou a programação oficial do Pré-Caju 2014, prévia carnavalesca que será realizada entre os dias 24 e 26 de janeiro na Avenida Beira Mar, no Bairro 13 de Julho em Aracaju. 

A festa que será comandada por mais de 40 atrações vai marcar a despedida de Bell Marques no Chiclete com Banana, será a última vez que o cantor vai puxar o Bloco Nana Banana no Grupo. Já Saulo Fernandes que se apresentou no Eva até 2013, está de volta em carreira solo no Bloco Com Amor. Ivete Sangalo, Claudia Leite, Harmonia do Samba e Psirico também vão se apresentar.

Confira a programação completa:

Sexta-feira (24/01)

19h45 – Jam e Carreta (Bloco Papelão)
20h –   Maysa Reis (Bloco da Prevenção)
20h15 – Saulo Fernandes (Bloco Com Amor)
20h30 – Asa de Águia (Bloco Coco Bambu)
20h45 – Aviões do Forró (Bloco Aviões Elétrico)
21h – João Neto e Cesinha (Trio Pipoca)
21h15 – Forró dos Plays (Trio Pipoca)
21h30 – Psirico (Trio Pipoca)
21h45 – Beto e Sare (Trio Pipoca)
22h – Inspiração do Guetho (Trio Pipoca)
22h15 – Cid Natureza (Trio Pipoca)
22h30 – Max e Gabriel (Trio Pipoca)
22h45 – Banda Os 3 (Trio Pipoca)
23h – Alma Gêmea (Trio Pipoca)

Sábado (25/01)

19h30 – Julinho Porradão (Bloco Papelão)
19h45 – Burundanga (Trio Pipoca)
20h – Forró Fidapé (Trio Pipoca)
20h15 – Valneijós (Trio Pipoca)
20h30 – Saiddy Bamba (Bloco Cajuranas)
20h45 – Chiclete com Banana (Bloco Nana Banana)
21h – Claudia Leitte (Bloco Largadinho)
21h15 – Gustavo Lima (Bloco Pirraça)
21h30 – Harmonia do Samba (Bloco Meu e Seu)
21h45 – Banda Fix (Trio Pipoca)
22h – Banda Oito7Nove4 (Trio Pipoca)
22h15 – Banda Esmeralda (Trio Pipoca)
22h30 – Rogério (Trio Pipoca)
22h45 - Forró Safado (Trio Pipoca)
23h -Tô Nessa (Trio Pipoca)

Domingo (26/01)

16h45 – Orquestra Frevolândia (Bloco Papelão)
17h - Elba Ramalho (Bloco Caranguejo Elétrico)
17h15 – Forró da Curtição (Trio Pipoca)
17h30 – Babado Novo (Trio Pipoca)
17h45 – Ivete Sangalo (Bloco Cerveja e Cia)
18h- Chiclete com Banana (Bloco Nana Banana)
18h15 - Tomate (Bloco Bora Bora)
18h30- Seeway (Trio Pipoca)
18h45 – Zueirões do Forró (Trio Pipoca)
19h – China Bahia (Trio Pipoca)
19h15 – Guig Guetho (Trio Pipoca)
19h30- Rojão Diferente (Trio Pipoca)
19h45 – Jeito de Ser (Trio Pipoca)
20h – Dhi Sambar (Trio Pipoca)

Fonte: http://g1.globo.com/se/sergipe/musica/noticia/2014/01/asbt-divulga-programacao-oficial-do-pre-caju-2014.html - Fredson NavarroDo G1 SE

5 alimentos que melhoram o desempenho sexual

Mel, pimenta e banana estão na lista dos alimentos afrodisíacos

A alimentação é peça fundamental para o bom funcionamento do organismo. Há alimentos que aceleram o metabolismo, outros que ajudam a manter o bronzeado e até os que retardam o envelhecimento.

Quem quer apimentar a noite pode recorrer também aos alimentos para melhorar o desempenho sexual. Com efeitos afrodisíacos que variam desde o simples auxílio na lubrificação até o aumento na produção de hormônios do prazer.

Pimenta: a pimenta dedo-de-moça apimenta a comida e o clima! Com capsaicina, substância que confere a ardência, a pimenta acelera os batimentos cardíacos e a circulação sanguínea. O açafrão, por exemplo, tem o mesmo efeito estimulante.

Mel: além de ser gostoso, o mel tem o poder de aumentar a libido. O efeito afrodisíaco do mel é resultado da presença do mineral boro. Na antiga Pérsia esse poder do mel de apimentar já era conhecido. Uma bebida alcoólica com mel era preparada para ingestão durante um mês após o casamento.

Chocolate: o composto chamado feniletilamina é um neurotransmissor presente no chocolate. Esse neurotransmissor fornece sensação de prazer porque libera a serotonina no cérebro da pessoa. Segundo uma pesquisa do Instituto Psiquiátrico Estadual de Nova York, quanto mais apaixonada uma pessoa fica, maior a quantidade de feniletilamina.

Banana: comer uma banana umas horas antes do encontro pode apimentar a noite. A fruta ajuda a liberar a serotonina, que dá sensação de prazer e bem estar, e possui potássio, que vai garantir força muscular para se exercitar a noite toda. Além disso, a banana possui bromeliade, que ajuda a aumentar a libido masculina.

Oleaginosas: fontes de zinco e selênio, as castanhas, as nozes e as amêndoas estimulam a produção de hormônios relacionados ao desejo sexual, como estradiol e testosterona.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Siga sete cuidados com o corpo nos dias de calor intenso

Saiba como evitar desidratação, suor excessivo e problemas para dormir

Apesar de o clima quente ser mais comum no verão, nada impede o sol de aparecer com toda a força em pleno inverno - e é preciso estar preparado até mesmo nessas situações adversas. Dias de calor intenso podem causar danos à saúde se não forem tomados os cuidados adequados. "O organismo perde líquidos naturalmente ao longo do dia e esse quadro se agrava nos dias quentes, podendo causar alterações metabólicas", explica a nutricionista Flávia Ferazzo, de Goiânia. A seguir, confira como passar qualquer dia de calorão sem ficar no sufoco! 

Hidratação em primeiro lugar
Nos dias quentes, o corpo precisa liberar calor por meio do suor para manter a temperatura corporal - eliminando água e sais minerais. De acordo com a nutricionista Flávia Ferazzo, sem a quantidade de água e sais minerais necessários, a pessoa fica com o metabolismo comprometido, podendo ter mais chances de sofrer lesões musculares, tonturas, cãibras, diminuição do desempenho físico, menor disposição e dificuldades de concentração.

"A sede é um sintoma tardio de falta de água - significa que o nosso corpo já está sofrendo uma pequena desidratação", explica a nutricionista. Por isso, é recomendado beber água aos poucos durante o dia, antes que a sede apareça. Uma dica para saber se seu corpo precisa de líquido é a urina - se for ao banheiro e perceber que ela está com cor escura e odores fortes, você está ingerindo pouca água. A urina deve estar bem clara, quase transparente! 

Alimente-se bem
Algumas frutas e vegetais apresentam grandes quantidades de água em sua composição. A melancia, por exemplo, tem mais de 90% do seu peso em água, assim como as folhas verdes. "Outra fonte importante é o leite, que possui mais de 80% de água em sua composição", declara Flávia Ferazzo. Além de serem ricas em líquidos, as frutas e verduras são fonte de potássio, mineral que precisa ser resposto quando há uma produção de suor muito intensa. "Portanto, invista também nos sucos de frutas para repor a água e os sais minerais perdidos em dias quentes", recomenda a nutricionista.

O consumo de gorduras deve ser evitado em dias muito quentes, pois elas não são bem metabolizadas, por conta da perda de líquidos do organismo. O resultado de um almoço cheio de frituras, por exemplo, pode ser uma sensação de mal-estar e desconforto algum tempo depois.  

Exercícios físicos
Durante a atividade física, a pessoa se desidrata e perde muito sódio e potássio. É preciso ingerir líquidos: "Apesar de não fornecer todos os nutrientes que os isotônicos possuem, a água já pode ser suficiente para controlar a temperatura corporal, retardar fadiga, prevenir câimbras e evitar o aumento da frequência cardíaca", conta.

Nos dias quentes, a perda de fluídos no suor é ainda maior e pode variar conforme a intensidade do exercício. Quanto mais intensa e longa for a atividade física, maior deverá ser a quantidade de água ou bebida isotônica ingerida. Confira a dica da nutricionista Flávia Ferazzo para manter a hidratação antes, durante a após a atividade física nos dias quentes:

- Antes do exercício: tome de 400 a 600ml de água no mínimo duas horas antes de iniciar o exercício;
- Durante o exercício: caso o exercício tenha mais de uma hora de duração, tomar de 150ml a 350ml a cada 20 ou 30 minutos;
- Após o exercício: beba o suficiente para matar a sua sede. 

Use roupas leves
A dermatologista Sara Bragança, membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, explica que o ideal é usar tecidos de algodão e malha - que absorvem o suor - e evitar tecidos sintéticos, que atrapalham a evaporação da transpiração. "Também é importante evitar roupas de cores escuras, que absorvem mais o calor por não refletir a luz solar", conta. Para evitar alergias e outros problemas de pele, procure lavar as roupas sempre que usá-las, sem repeti-las, e não usar peças de outras pessoas. 

Para dormir fresquinho
Um dos maiores incômodos dos dias quentes é a hora de dormir, principalmente para pessoas que não têm um ventilador no quarto. A dermatologista Sara Bragança aconselha tomar um banho frio antes de deitar e evitar alimentos como chás e leite quente. "O ideal é usar roupas de dormir frescas, manter o quarto arejado com as janelas abertas e não usar qualquer tipo de cobertor", diz.  

Transpirando demais?
Para manter o efeito do desodorante o dia inteiro, a dermatologista Sara Bragança recomenda aplicar um antitranspirante logo após o banho, pois ele obstrui os ductos das glândulas sudoríparas, reduzindo a produção de suor. Manter axilas e virilha também depiladas ajuda a evaporar o suor e diminuir a proliferação de bactérias, responsáveis pelo mau cheiro. Caso você sofra com suor nos pés, é possível usar talco ou mesmo o antitranspirante usado nas axilas, que funcionará reduzindo a transpiração dessa área também.  

Fuja do sol!
A temperatura corporal interna de uma pessoa deve ser de 37º C, independente do horário do dia. Para que o corpo não perca muito líquidos no esforço de se manter essa temperatura ideal, evite ficar exposto ao sol, principalmente, das 10 às 16 horas.

A exposição excessiva ao sol pode causar hipertermia, que é quando o corpo não consegue mais estabilizar o calor interno. "Nesse estágio, o organismo direciona toda sua energia para tentar dissipar o calor e, assim, algumas células param de funcionar, podendo causar desmaios graves", diz o fisiologista do esporte Daniel Portella, da Secretaria de Esportes de São Caetano do Sul. 

domingo, 19 de janeiro de 2014

Os dez empregos mais necessários do futuro

Não é somente para os que têm 18 anos ou para os que estão prestando vestibular que este assunto é interessante. Saber sobre as profissões do futuro e entender como o mercado irá evoluir dentro de alguns anos pode ser a peça chave que falta para você se dar bem. Ao descobrir quais são os dez empregos mais necessários do futuro, você pode avaliar se a sua profissão se encaixa em alguma destas funções ou se será necessário mudar de profissão para não passar aperto a longo prazo.

Treinador de atletas
Com o aumento da preocupação com a saúde e a performance dos atletas, além dos grandes eventos esportivos programados para acontecer no Brasil, a profissão de treinador deverá crescer 37% até 2018. A diferença entre o personal trainer e o treinador de atletas é que o último é formado em medicina esportiva. Desta forma pode tratar pequenas lesões musculares e esqueléticas e, além disso, ainda conta com a supervisão de um médico. Sua importância nos setores industriais, artísticos e governamentais é cada vez maior. Segundo o "The New Yor Times" (TNYT), a previsão salarial para este profissional é de aproximadamente 42 mil dólares por ano.

Bioquímico e biofísico
Com a necessidade de entender melhor as doenças e buscar a sua cura, bioquímicos e biofísicos aparecem na lista das profissões do futuro. Com a previsão de abertura de 9.000 postos de trabalho até 2018, o responsável na área deverá ganhar em torno de 88 mil dólares anuais, segundo o TNYT. A importância deste profissional é estudar os organismos vivos em seu menor nível, o molecular, passando pela composição química e DNA, e desta forma manipulá-los para tratar doenças ou distúrbios genéticos.

Especialistas em cuidados da pele
Devido a um dos problemas que mais preocupam a humanidade atualmente, a quantidade de especialistas em cuidados da pele deve crescer 38% até 2018. E tudo isso porque a população está buscando se rejuvenescer cada vez mais. Tratamentos como botox, lasers e peelings em spas vêm crescendo enormemente. A venda de produtos anti-idade cresceu 13% até 2008, e espera-se que este aumento chegue a 20% em 2013. O que também colabora para o fortalecimento desta área é que hoje em dia a preocupação com o cuidado da pele não é somente das mulheres, já que muito homens também estão consumindo produtos e serviços deste mercado.

Engenheiro de mobilidade
São responsáveis pela construção, funcionamento e assistência das infraestruturas ferroviárias, portuárias e aeroportuárias. Os engenheiros de mobilidade também têm que conferir se tudo está conforme as normas legais específicas na legislação. No perímetro urbano, o gerenciamento da sinalização das vias e o planejamento do transporte urbano, tendo em vista a melhora do fluxo no trânsito, também são responsabilidades destes profissionais. O curso de engenharia de mobilidade é novo. Ele surgiu no Brasil no ano de 2009 e tem duração de cinco anos.

Analista de inteligência de mercado
Responsável por analisar como funciona o mercado, a situação da concorrência e suas movimentações estratégicas, este profissional vem crescendo cada vez mais no Brasil. As marcas são vistas, atualmente, como verdadeiras amigas: basta ver a quantidade de fãs que há na fanpage das marcas mais conhecidas. Os analistas de inteligência de mercado também precisam estudar o perfil da concorrência para saber como posicionar uma marca e evitar a perda de uma vantagem competitiva. Com um salário médio de R$ 5 mil, este profissional atua em grandes empresas e companhias que tenham área de marketing.

Auditor financeiro
Sabe aquela parte chata de todo trabalho que ninguém quer fazer, como analisar as contas nos mínimos detalhes e investigar os gastos para que se cumpra a lei fiscal? Então, é justamente o que faz o auditor financeiro. E a profissão está crescendo devido a problemas com os bancos e algumas empresas no setor de seguros. Espera-se um aumento de 11 mil novos postos de trabalho até 2018 e um salário de 71 mil dólares por ano.


Engenheiros de petróleo
Como muito se especula sobre o fim do petróleo, é necessário que existam profissionais capacitados nesta área a fim de encontrar novos poços e jazidas de petróleo. Para isto, é imprescindível ter conhecimentos em engenharia, geologia, geofísica e mineração. Também é preciso saber como se desenvolvem projetos de exploração, produção e comercialização de petróleo e gás natural sem prejudicar o meio ambiente e sem desperdiçar os recursos. O mercado é grande e a mão de obra é escassa. O profissional da área pode atuar em companhias ligadas à extração de petróleo e gás natural, empresas de engenharia, organizações governamentais relacionadas à indústria petroleira e também em instituições de pesquisa e ensino. O salário inicial é, em média, de R$ 3 mil.

Assistente de saúde
Também conhecidos como cuidadores de pessoas, os assistentes de saúde não se limitam a cuidar as pessoas em suas casa, também o fazem em hospitais e casas especializadas. Sua função inclui preparar as refeições dos pacientes e cuidar do ambiente onde vivem. Mas não pense que são empregados domésticos. Eles também identificam sinais vitais e medicam os pacientes. O que se espera é que até 2018, 461 mil novos postos sejam oferecidos com um salário médio de 30 mil dólares ao ano.

Analista de comunicações e sistema de redes e dados
Com este nome complicado, este item da nossa lista pode parecer um tanto difícil de entender, mas não é. A função deste profissional é conhecer a concepção, construção, manutenção e testes da área de TI, seja intranet ou internet. E é um emprego promissor devido ao crescimento dos smartphones e do "cloud computing", serviço online de armazenamento de dados e aplicativos. O que se espera para 2018 é um aumento de 53% nesse mercado e um salário de aproximadamente 90 mil dólares ao ano.

Engenheiro biomédico
No nosso primeiro lugar da lista está o engenheiro biomédico. Sua função é juntar as disciplinas médicas com as disciplinas da engenharia. E, desta maneira, desenhar e construir novos equipamentos, como órgãos artificiais, e lapidar alguns processos como testes genéticos ou administração de medicamentos. Essa profissão se encontra como uma das mais promissoras devido ao avanço tecnológico das indústrias farmacêuticas e genéticas. Calcula-se que 12 mil novos postos sejam ocupados até 2018, a um salário de 100 mil dólares ao ano, em média.

sábado, 18 de janeiro de 2014

7 truques culinários para facilitar sua vida

Dicas que irão transformar sua vida na cozinha, desde como esquentar pizza sem murchar a massa até como abrir potes

De potes difíceis de abrir a cebolas que nos fazem chorar, a cozinha é cheia de pequenos problemas. Confira esses truques e vire expert em resolver pequenos “perrengues” culinários:

Salvando o arroz queimado: Tire a panela de arroz do fogão, coloque um pedaço de pão sobre o arroz e tampe a panela de 5 a 10 minutos. O pão deve absorver o sabor de queimado do arroz. Sirva como de costume, com cuidado para não pegar a parte do fundo que queimou.

Abrindo potes difíceis: Cole um pedaço de silver tape (fita adesiva prateada, de alta fixação) na lateral da tampa, deixando outra parte livre. Dobre a parte livre da fita para deixar os dois lados com cola grudados, formando um “puxador”. Segure o puxador e gire até abrir.

Como saber se o ovo está fresco: Coloque o ovo em um recipiente com água. Se ele boiar, está fresco, e se afundar, está passado.

Cortando cebolas sem lágrimas: Deixe a cebola no congelador, esfriando-a ao máximo, mas com cuidado para não deixá-la congelar. Agora ela já está pronta para ser cortada sem causar lágrimas.

Servindo um sorvete ainda duro: Esquete uma colher grande no fogo, com muito cuidado, e sirva.

Mantendo saladas frescas: Guarde suas saladas em potes. Eles irão mantê-las frescas entre 7 a 8 dias a mais do que a média e sua alface não irá ficar marrom ou ter folhas murchas. Além disso, assim fica bem mais fácil de pegar apenas as folhas que você precisa.

Esquentando uma pizza no microondas: Coloque um copo com um pouco de água junto. Assim, você evita que a casca fique mole.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Exercícios para aliviar a TPM

Veja como aliviar as dores da TPM com alongamentos diariamente

1. Alongamento lateral: sente-se e estenda uma das pernas. Na sequência, flexione a outra perna sobre aquela que está estendida. Leve o joelho até o peito. Permaneça assim por 16 segundos e troque de perna.







2. Alongamento deitado: deite as costas no chão e flexione os joelhos. Deixe uma perna sobre a outra, levando a perna de baixo em direção ao peito. Permaneça assim por 16 segundos e troque de perna.








3. Equilíbrio: deixe a perna da frente semiflexionada e a de trás, estendida. Os braços permanecem estendidos, acompanhando o sentido do corpo. Detalhe para o pé da perna de trás, que deve fi car virado para fora. Espere 32 segundos nessa posição.







4. De pé, junte as pernas e mantenha os joelhos semifl exionados. Entrelace as mãos e leve-as à frente do corpo. Os braços fi cam na altura do peito, a cabeça permanece abaixada e os cotovelos devem ser posicionados virados para fora. Permaneça nessa posição por 32 segundos.