segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

O que a higiene pessoal faz por você


O que a higiene pessoal faz por você

Hábitos simples como tomar banho, lavar as mãos e escovar os dentes estão entre as principais atitudes preventivas para o seu bem-estar. Veja como manter cada parte do corpo limpa e longe dos problemas.

Pneumonia, otite, dor de garganta, asma, sinusite, sarampo, varicela, impetigo, eczema, sarna, micose, furúnculo, abscesso e conjuntivite. Você sabe o que essas doenças têm em comum? Todas elas podem ser evitadas por meio de uma boa higiene pessoal. Cultivar hábitos de limpeza do corpo é essencial para garantir a saúde de todo o organismo, contra os estímulos externos, com destaque para o ataque de micro-organismos. E é justamente a nossa incapacidade de percepção às investidas desses seres que dá à higiene um papel fundamental para o bem-estar do corpo.

“A higiene pessoal previne a ocorrência de doenças infecciosas. Por exemplo, alguém que lava as mãos antes de se alimentar diminui o risco de contrair vermes, protozoários, bactérias e vírus que causam diarreia, gripe ou resfriado”, fala Fernando Bellissimo Rodrigues, médico infectologista e professor do departamento de Medicina Social da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP).

Ameaça invisível

Um estudo conduzido na África do Sul por pesquisadores da Universidade de Brigham Young, dos EUA, mostra que a educação e a prática de hábitos de higiene pessoal e das residências ajudaram a reduzir em até 39,1% a incidência de infecções na pele. Já o relatório Diarreia: Por que as crianças continuam morrendo e o que pode ser feito, divulgado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef ) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2009, mostra que a diarreia é a causa de morte de mais de 1,5 milhão de crianças por ano em todo o mundo. E, de acordo com o estudo, a falta de higiene está diretamente relacionada a 88% desses óbitos.

No Brasil, o estudo Suabe, que entrevistou 150 donas de casa em São Paulo, constatou que 65% das crianças apresentam coliformes fecais nas mãos após irem ao banheiro. Entre as bactérias encontradas estão Enterococcus e Escherichia Coli, causadoras de doenças gastrointestinais.

Quem lava as mãos antes de se alimentar diminui o risco de contrair micro-organismos que causam diarreia, gripe e resfriado

A hepatite A, comum nas escolas infantis, também é disseminada dessa forma. “Ela é transmitida por via oral-fecal, ou seja, um indivíduo contaminado elimina o vírus pelas fezes, que são posteriormente retransmitidas a outra pessoa pela boca. Uma criança que não faz uma higiene adequada após as evacuações é um potencial propagador do vírus”, destaca Tânia S. Souza Chaves, médica responsável pelo Centro de Imunizações e do Núcleo de Medicina do Viajante do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo.

Aprender desde cedo

Os mecanismos de higiene pessoal devem ser aplicados em todo o corpo de forma global e incentivados desde os primeiros anos de vida. São atitudes simples e indispensáveis, como a de lavar as mãos antes e depois de fazer necessidades fisiológicas. Isso porque tanto a falta de lavagem das mãos quanto a má limpeza da região anal após a utilização do banheiro podem ajudar a transmissão do vírus da hepatite A, por exemplo.

Mas nada de se desesperar e exagerar na dose. O excesso de limpeza pessoal, como lavar as mãos compulsivamente, desinfetar e esterilizar objetos de uso pessoal, também pode prejudicar o desenvolvimento do sistema imune. “Há evidências de que crianças vivendo em ambientes ultralimpos, sem contato com terra, plantas ou animais, têm maior risco de desenvolver asma brônquica”, contrapõe Rodrigues.
Os especialistas consultados por VivaSaúde ensinam como ficar longe de doenças com o cultivo de bons hábitos de higiene pessoal. Vire e página e descubra como você pode ficar ainda mais limpo.

A forma certa de limpar

Rosto

• O que usar: água e sabonete. Não utilize sabonetes antissépticos diariamente para não remover componentes necessários à pele, como os lipídios. As loções adstringentes têm indicação em casos de peles que acumulam mais impurezas. Peles mais oleosas podem ser tratadas semanalmente com géis esfoliantes.

• Como higienizar: lave bem a região com água e sabão e remova toda a espuma com água.

• O que não fazer: esfregar com buchas ou esponjas de forma agressiva ou com frequência diária. Lavar com água muito quente ou utilizar agentes que possam irritá-la como sabões e loções antissépticas sem indicação.

• Frequência da limpeza: depende dos tipos de pele. Em geral, uma limpeza mais cuidadosa deve ser feita ao acordar e antes de dormir. Pessoas com acne precisam complementar a higiene do rosto com uma desobstrução dos cravos pela esteticista uma vez por mês, ou trimestral para peles excessivamente oleosas. Esse recurso também é indicado para a pele normal, mas o intervalo pode ser maior.

• Outros cuidados: filtros solares de uso diário.

• Você ficará livre de: impetigo, espinhas e cravos no rosto, blefarites e outras infecções bacterianas na região dos olhos.

Unhas

• O que usar: água, sabonete e lixa de unha.

• Como higienizar: o ideal é manter as unhas sempre curtas e lixá-las a cada três dias. Pessoas que cultivam unhas compridas devem lavar as mãos com maior frequência e sempre antes de preparar alimentos.

• O que não fazer: enfiar palitos e outros materiais que agridam as unhas e as descolem do leito. Caso exista a necessidade desse tipo de intervenção, consulte um especialista.

• Frequência da limpeza: diária.

• Você ficará livre de: verminoses e doenças intestinais, micoses das unhas e onicomicoses (infecção)

Cabelos

• O que usar: água e xampus e condicionador.

• Como higienizar: aplique o xampu suavemente sem massagear com força. Espere um minuto e massageie mais uma vez. Em seguida, remova o produto enxaguando totalmente os fios por três ou quatro minutos para garantir que nenhum resíduo provoque irritação do couro cabeludo. Por fim, aplique o condicionador apenas nos fios.

• O que não fazer: escovação em excesso, abuso de secadores, permanentes, relaxamentos, descolorimento e exposição ao sol, vento e água com cloro.

• Frequência da limpeza: ao menos, duas vezes por semana. Alguns tipos podem ser lavados todos os dias.

• Outros cuidados: a temperatura da água não deve ser alta. Evite prender os fios em rabos de cavalos tensos ou qualquer outra forma que tracione o couro cabeludo.

• Você ficará livre de: caspas, piolho, mau cheiro, oleosidade e queda de cabelo, fungos e bactérias.

Nariz

• O que usar: água e soro nasal.

• Como higienizar: umedecer as narinas com água e soro nasal. Depois, assoe em um lenço o excesso de líquido.

• O que não fazer: cutucar a região com o dedo.

• Frequência da limpeza: sempre que sentir que há a formação de secreções na região.

• Você ficará livre de: infecções na vias aéreas, rinite alérgica, sinusite, gripes e resfriados.

Orelhas

• O que usar: toalha e cotonete.

• Como higienizar: a melhor maneira de fazer a limpeza é com uma toalha após o banho. Não se deve forçar a área interna. O cotonete só deve ser usado na parte externa.

• O que não fazer: usar cotonetes para limpar a parte interna, pois empurrará a cera para o interior da orelha.

• Frequência da limpeza: apenas quando há o excesso de cera. Essa substância, ainda que visivelmente incômoda, é essencial para bloquear a entrada de micro-organismos.

• Você ficará livre de: eczema e otite.

Mãos

• O que usar: água, sabonete e géis antissépticos.

• Como higienizar: molhe as mãos e os pulsos com água. Depois, passe sabonete até cobrir toda a superfície e esfregue cada palma sobre o dorso da outra mão, entre os dedos e, por fim, as palmas. Então, deixe as mãos ensaboadas durante 15 segundos e as enxágue com bastante água corrente.

• O que não fazer: usar cremes oleosos, pois eles ajudam a reter impurezas.

• Frequência da limpeza: sempre que for ao banheiro, assoar o nariz, espirrar, tossir, manipular alimentos e lixo, tratar de pessoas enfermas, trocar fraldas, ter contato com animais, depois de visitar locais públicos, antes de qualquer refeição e para manusear lentes de contato.

• Você ficará livre de: doenças respiratórias e gastrointestinais, além de evitar a transmissão de germes resistentes aos antibióticos.

As buchas devem ser completamente enxaguadas e secas logo após o uso e trocadas a cada mês

Membros e tórax

• O que usar: água, sabonete, bucha e hidratante.

• Como higienizar: basta lavá-los com água e sabonete durante o banho. Utilize hidrantes por toda a região, com atenção especial para os joelhos e cotovelos.
• O que não fazer: fricções excessivas.

• Frequência da limpeza: diária.

• Você ficará livre de: micoses e pitiríase versicolor, popularmente conhecido como pano branco.

Pés

• O que usar: água, sabonete, hidratante, e talcos antimicóticos ou antissépticos.

• Como higienizar: lavar com água e sabonete e secá-los bem logo após a lavagem. Use hidratantes — principalmente os que contêm ureia — para a limpeza e refinamento da pele. As buchas, escovas ou esponjas devem ser completamente enxaguadas e secas logo após o uso e trocadas periodicamente, no máximo a cada mês, para evitar que também se tornem focos de contaminação microbiana.

• O que não fazer: usar meias úmidas.

• Frequência da limpeza: diária.

• Outros cuidados: mantenha os calçados sempre limpos e secos, guardados em local bem ventilado e livre de umidade.

• Você ficará livre de: micoses, bromidrose e do aparecimento das bactérias e fungos.

Fonte: Revista Viva Saúde - por Ivan Alves

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Frases sobre Educação


"A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo." Nelson Mandela

"A leitura é uma fonte inesgotável de prazer, mas por incrível que pareça, a quase totalidade, não sente esta sede." Carlos Drummond de Andrade

“Somente a paixão de ensinar demonstrada pelo professor pode conduzir o aluno à paixão de aprender na sala de aula.” Maria Lucia Weiss

“Para o aluno, o mestre é o grande espelho da sua vida. Se esse espelho for ofuscado, toda uma esperança estará perdida.” Fritz Karl

“O mais belo trabalho do mundo é o de lecionar.” Raissa Gorbatchev

“A escola deve ser o espaço de discussão de temas morais. Onde se possa refletir sobre valores, para que cada um chegue a uma conclusão própria.” Isabel Vieira

“Para ensinar há uma formalidade a cumprir: saber.” Eça de Queiroz

“Sem educação não há democracia consolidada e justiça social.” Oded Grajew

“Educação gera conhecimento, conhecimento gera sabedoria, e, só um povo sábio pode mudar seu destino.” Samuel Lima

“Educar é fazer os jovens serem honestos cidadãos e bons cristãos.” Dom Bosco

“Os filhos tornam-se para os pais, segundo a educação que recebem uma recompensa ou um castigo.” Petir Senn

“Eduquem as crianças e não será necessário castigar os homens.” Pitágoras

“É na educação dos filhos que se revelam as virtudes dos pais.” Coelho Neto

“A educação criou uma vasta população capaz de ler, mas incapaz de reconhecer o que vale a pena ser lido.” Trevelyan

“É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe.” Epíteto

“Os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler e não lêem.” Mário Quintana

“A sabedoria, por sua mera existência, é o constante questionamento do saber.” Juan José Saer

“O ganho de nosso estudo é termo-nos tornado melhor e mais sábio.” Montaigne

“Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” Cora Coralina

“Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda.” Paulo Freire

“Nada melhor pode dar um pai a seu filho do que uma boa educação.” Maomé

“Se os teus projetos forem para um ano, semeia o grão. Se forem para dez anos, planta uma árvore. Se forem para cem anos, educa o povo.” Provérbio Chinês

“Ensinar é aprender duas vezes.” Joseph Joubert

“O educador deve fazer-se amar e não fazer-se temer.” Dom Bosco

“O objetivo da educação é a virtude e o desejo de converter-se num cidadão bom.” Platão

“Não se pode ensinar tudo a alguém, pode-se apenas ajudá-lo a encontrar por si mesmo.” Galileu Galilei

“Mandai educar o vosso filho por um escravo e, em lugar de um escravo, tereis dois.” Adágio Grego da Antiguidade

“O ignorante que procura se instruir é como um sábio; o sábio que fala sem discernimento semelha um ignorante.” Ibn Ali Talib

“A cultura forma sábios; a educação, homens.” Louis Bonald

“O princípio da educação é pregar com o exemplo.” Anne Turgot

“Aprender a ler é como aprender a viver: não termina nunca.” Leandro Konder

“Todos estamos matriculados na escola da vida, onde o mestre é o tempo.” Cora Coralina

"Os professores abrem a porta, mas você deve entrar por você mesmo." Provérbio Chinês

“Daqui a cem anos, não importará o tipo de carro que dirigi, o tipo de casa em que morei, quanto tinha depositado no banco, nem que roupas vesti. Mas o mundo pode ser um pouco melhor porque eu fui importante na vida de uma criança.”

“O material escolar mais barato que existe na praça é o professor.” Jô Soares

“Três elementos são capazes de fazer feliz uma pessoa: Deus, um amigo e um livro.” Lacordaire

“Se continuarmos a fazer o que sempre fizemos, continuaremos a obter os resultados que sempre obtivemos.” Seldon Witaker

“De nada adianta pensar no que é melhor para seus alunos se você não procura melhorar a si mesmo também.” Gilda Luck

“Só é possível tornar-se um bom professor num bom conjunto pedagógico.” O livro dos pais.

“ A escola dá certo quando o aluno aprende e é feliz.” Bernardo Toro

“O homem só pode tornar-se homem por meio da educação.” Kant

“Um marketing mais forte que a didática pode afundar a escola.” Rogério Mainardes

“Qualquer que seja o meio de ensino utilizado, existe um único meio verdadeiro: o consentimento do aluno.” Atenas, menina, 1931

“Com um pé no chão e o outro nas estrelas o professor pode levar seus alunos a todos os lugares.” JOSE RIBAMAR MUNIZ FEITOSA

“Aprender é construir significados, ensinar é oportunizar essa construção.”Vasco Moretto

“Ensinar exige reflexão crítica sobre a prática.” Paulo Freire

“A ética que precisamos defender na escola, e no mundo, é a ética humana, aquela que promove o desenvolvimento, tendo como objetivo o bem-estar dos homens e das mulheres que habitam este mundo.” Laura Monte Serrat Barbosa

"O professor medíocre conta. O bom professor explica. O professor superior demonstra. O grande professor inspira." CIMAR CORREA

“Uma pessoa permanece jovem na medida em que ainda é capaz de aprender, adquirir novos hábitos e tolerar contradições.”

“O professor só pode ensinar quando está disposto a aprender.” Janoí Mamedes

"O Brasil ficou entre os 8 melhores do mundo no futebol e ficou triste. É 85º em educação e não há tristeza..."Cristóvam Buarque.

“O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.” Cora Coralina.

“Uma pessoa permanece jovem na medida em que ainda é capaz de aprender, adquirir novos hábitos e tolerar contradições.” Marie Von Erner-Eschenbach

“O que eu ouço, esqueço. O que eu vejo, lembro. O que eu faço, aprendo.” Confúcio

“Devia existir uma lei que obrigasse político e família de político a só estudar em escola pública e só se tratar em hospital público. Eu não dava um ano pra estar tudo uma maravilha.” Taxista anônimo

"O estudo é a valorização da mente ao serviço da felicidade humana." Guizot

"O conhecimento é um tesouro, mas a prática é a chave para ele." Thomas Fuller

“A educação é um processo lento como o florescer de uma flor; a fragrância se faz cada vez mais profunda e perceptível quando brota em silêncio, pétala por pétala, até que surja a flor completa.” Sathya Sai Baba

"A leitura é uma fonte inesgotável de prazer, mas por incrível que pareça, a quase totalidade, não sente esta sede." Carlos Drummond de Andrade

“É mais fácil construir um menino do que consertar um homem.” Charles Chick Govin

"Se o conhecimento pode criar problemas, não é através da ignorância que podemos solucioná-los." Isaac Asimov

“Nunca encontrei uma pessoa da qual não tivesse nada a aprender.” A. de Vigny

“Brincar não é perder tempo, é ganhá-lo. É triste ter meninos sem escola, mas mais triste é vê-los enfileirados em salas sem ar, com exercícios estéreis, sem valor para a formação humana”. (Carlos Drummond de Andrade)

“Ser ou não ser professor, não é questão, é ter dom.” Undergod

“Talvez o tempo te ponha na sua escola, pois não terás melhor professor que ele.” Abu Shakur

"O conhecimento não pode nos fazer a todos líderes, mas pode ajudar a decidir que líder seguir." Management Digest

"Se a gente quiser modificar alguma coisa, é pelas crianças que devemos começar." Ayrton Senna

“Quem abre uma escola fecha uma prisão.” Victor Hugo

"Devemos prosperar por merecimento, não por proteção." Titus Maccius Plauto

"Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocarmos nela, corre por nossa conta" Chico Xavier

"Se me oferecessem a sabedoria com a condição de guardá-la só para mim, sem comunicar a alguém, não a quereria" Sêneca

"Quando morremos, nada pode ser levado conosco, com a exceção das sementes lançadas por nosso trabalho e do nosso conhecimento". Dalai-Lama.

“Educação, ferramenta indispensável na construção de um mundo melhor.” Gil Barbosa

"Sei que meu trabalho é uma gota no oceano. Mas, sem ele, o oceano seria menor." Madre Tereza de Calcutá.

"A minha maior satisfação como educador é de contribuir na formação integral dos alunos através da educação física e do esporte." José Costa

Se alguém te procurar


Se Alguém te Procurar...

Com frio... É porque você tem o cobertor.

Com alegria... É porque você tem o sorriso.

Com lágrimas... É porque você tem o lenço.

Com versos... É porque você tem a música.

Com dor... É porque você tem o curativo.

Com palavras... É porque você tem a audição.

Com fome... É porque você tem o alimento.

Com beijos... É porque você tem o mel.

Com dúvidas... É porque você tem o caminho.

Com orquestras... É porque você tem a festa.

Com desânimo... É porque você tem o estimulo.

Com fantasias... É porque você tem a realidade.

Com desespero... É porque você tem a Serenidade.

Com entusiasmo... É porque você tem o brilho.

Com segredos... É porque você tem a cumplicidade.

Com tumulto... É porque você tem a calma.

Com confiança... É porque você tem a força.

Com medo... É porque você tem o AMOR!!!


Ninguém chega até Você por acaso, em Tudo há o propósito de Deus!

Você pode até não ser ninguém para este mundo, mas é o mundo para Alguém...

O mundo está nas mãos daqueles que têm coragem de sonhar, e correr o risco de viver seus sonhos.

Autor desconhecido

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Exercício para o pescoço

Estudo afirma que a genética influencia o processo de aprendizado


Um estudo realizado com 4.000 pares de gêmeos na Inglaterra relata que os dados genéticos das pessoas podem influenciar o processo de aprendizado. Gêmeos idênticos e fraternos fizeram provas de inglês, biologia e matemática. Os pares idênticos tiveram resultados mais semelhantes entre si do que os pares fraternos. “Os resultados foram surpreendentes, indicando que mesmo quando realizações prévias e a habilidade cognitiva geral de uma criança são removidas, a medida das realizações individuais ainda é significativamente influenciada por fatores genéticos.”, afirma o estudo realizado no King’s College London’s Institute of Psychiatry.

Os resultados apontam para uma necessidade de revisar o sistema educacional e entender essas diferenças genéticas como algo que deve ser aceito e encorajado. A líder da equipe de pesquisadores, Dra. Claire Haworth, diz que os resultados do estudo não significam que a qualidade da educação não é importante, mas sim que fatores ambientais e genéticos têm a mesma importância. As características que cada criança possui vão afetar no aproveitamento da informação que ela aprende na sala de aula. “Considere uma sala de aula cheia de estudantes sendo ensinados pelo mesmo professor – algumas crianças vão melhorar mais do que outras crianças, mesmo que a experiência educacional na escola seja a mesma”.

A proposta feita pelos pesquisadores é que o modelo de instrução não funcione de forma que as crianças apenas recebam passivamente o conhecimento, participando diretamente do processo. A ideia é que eles possam modificar e criar partes da sua própria educação, tendo como base suas propensões genéticas.

Essa linha de pensamento está de acordo com uma tendência atual que sugere que é possível personalizar a educação através da tecnologia interativa.

Fonte: BBC Health.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Meu pequeno campeão


Meu pequeno campeão

A atividade física é fundamental para o desenvolvimento de uma criança. Além dos benefícios para o corpo, a prática colabora para sua formação intelectual e social, mas é preciso que seja prazerosa

Todo pai vislumbra uma vida repleta de sucesso aos filhos. E uma importante parcela desses sonhos está voltada para uma carreira esportiva. Mais do que um devaneio paternalista, há aqueles que, de fato, planejam a trajetória dos herdeiros ao topo do pódio. Seja qual for o objetivo, a prática de exercícios é um recurso multibenéfico à saúde da criança. Ela é importante para aquisição de habilidades psicomotoras, para o desenvolvimento intelectual, melhora o desempenho escolar e também o convívio social. Além disso, aliada a uma dieta balanceada, minimiza o risco da obesidade.

Esporte recreativo

Em primeiro lugar: o esporte deve ser uma atividade que agrade à criança. De acordo com Moisés Cohen, professor do departamento de Ortopedia e Traumatologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), um importante recurso para estimular uma vida esportiva nos filhos é o exemplo: "se os pais forem fisicamente ativos, há seis vezes mais chances da criança também praticar esportes".

Um erro comum cometido pelos pais é estimular os filhos a participar de eventos competitivos precocemente. "Uma criança submetida a essas condições provavelmente chegará à adolescência cansada pela pressão por resultados", destaca Ana Célia Osso da Costa, educadora física e coordenadora do Centro de Aprendizagem Desportivo (CAD) do Esporte Clube Pinheiros, de SP.

Segundo a especialista, muitos pais escolhem um tipo de esporte e querem que o filho se torne um atleta profissional. Nada errado até aí, mas é preciso respeitar a sua condição intelectual e física. "Se um pai quer que o filho seja um atleta, leve-o ao parque para que ele faça os movimentos motores básicos como correr e pular. Depois mostre diferentes modalidades para que ele escolha a que mais lhe agradar", afirma Ana Célia.

Debute esportivo

E qual é a melhor idade para iniciar os primeiros lances? "Pode começar até mesmo com seis meses de vida se consideramos a natação para bebês. O importante é respeitar a carga adequada para cada faixa etária e a modalidade escolhida pela criança", indica Flávia Piazzon, pediatra do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas de São Paulo. "Não há um tipo de esporte para cada idade. O que precisamos é adaptar a atividade à idade dos atletas. Uma criança de 5 anos pode praticar vôlei, mas com uma bola diferente da usada por adultos", explica Paulo Sérgio Martino Zogaib, médico especialista em medicina esportiva e em fisiologia do esporte e coordenador de Medicina do Esporte Clube Pinheiros.

Meu filho vai ser atleta profissional

Planejar um atleta de alto rendimento e de carreira profissional é improvável. "Qualquer pessoa consegue correr uma maratona, mas pouquíssimas conseguem completar uma prova desse calibre em duas horas. Alguns indivíduos são favorecidos geneticamente. Não dá para achar que o seu filho vai ser um atleta excepcional porque treina desde pequeno. Pode ser que dê certo, mas não é o normal", pondera Paulo Sérgio Martino Zogaib. O especialista reforça que a carreira profissional será uma consequência natural de uma boa formação atlética, iniciada na infância.

O momento para focar em uma modalidade é quando a criança chega à adolescência, após os 12 anos. É quando os treinos ficam mais elaborados e há a repetição de movimentos, em busca do aperfeiçoamento técnico.

Nos primeiros seis anos de vida, o corpo ainda não possui maturação tecidual para absorver uma alta carga. "Para esse grupo o lúdico é mais importante. Por meio da brincadeira a criança é inserida no esporte. São usados objetos que a atraem, como bolas e arcos. Com o passar do tempo, a criança percebe que está melhorando seus movimentos e procura se aperfeiçoar. Se ontem ela faz um ponto, amanhã vai querer marcar dois. As amizades também estimulam a adesão e a continuidade", diz Ana Célia.

Além do caráter recreativo e de envolvimento social, indivíduos que tiveram o aprendizado motor geral (brincando variadas modalidades) terão um desenvolvimento mais apurado do que aqueles engajados em um esporte específico desde pequeno.
Por volta dos 6 ou 7 anos, o sistema neuropsicomotor está mais desenvolvido, fator que possibilita o aprendizado de movimentos mais elaborados. É quando os músculos começam a responder aos estímulos. É só nessa fase que a criança deve escolher uma modalidade para se aperfeiçoar.

A terceira fase se inicia aos 12 anos, no início da puberdade, quando as secreções hormonais são cada vez maiores. "Estruturas como coração e pulmão têm capacidade de resposta muito maior do que antes. Agora se pode pensar em sobrecarga física, aumentar o tempo de atividade e intensidade dos treinos", revela Zogaib. O auge da maturação de um indivíduo ocorre por volta dos 18 anos, quando a capacidade de adaptação aos exercícios é máxima.

Benefícios além do físico

Além da exposição a diversas modalidades propiciar uma formação técnica mais apurada, ela também contribui para a formação psicológica do praticante. "A atitude de um jogador de futebol é diferente da de um tenista durante o jogo, pois atuam sob regras distintas. Se muitos jogadores de futebol avançam sob o juiz quando discordam de uma marcação, no tênis isso não é tolerado. Um atleta de futebol que praticou tênis em um momento da vida vai ser mais controlado em campo", compara Zogaib.

Para Ana Célia, o esporte também é um importante recurso na educação das crianças. "Muitos que chegam para treinar conosco não respeitam as regras e os pais. Mas os jogos têm normas que eles têm de obedecer. Na quadra, campo ou piscina ela brinca e se diverte, mas não pode fazer o que bem entende, como faz, às vezes, em casa. É aí que começa uma transformação comportamental. São muitos os relatos de pais que atestam esse benefício". Segundo a educadora, parte do foco deve estar no relacionamento da criança com os colegas, para estimular o desenvolvimento social, trabalhando características como individualismo, egoísmo e timidez, entre outras.
Corpo saudável para toda a vida

O organismo do ser humano funciona pelo movimento, gastando energia. Hoje, porém, com todos os recursos tecnológicos, o homem está cada vez mais sedentário. A diminuição do gasto calórico faz que doenças como o diabetes, complicações coronarianas e o aumento de colesterol se manifestem cada vez mais cedo, algumas vezes já na infância.

Todos os sistemas do organismo (cardiocirculatório, respiratório, endócrino, neural, ósseo, muscular, locomotor e digestório) de um indivíduo são mais bem desenvolvidos quando há a prática frequente de atividades físicas. "O aparelho digestório de uma criança de 5 anos que come uma bolacha processará o alimento melhor se ela se exercita. Um jovem esportista absorverá os nutrientes da comida e disponibilizará os excessos em tipos de substratos, como o glicogênio, por exemplo. Essa pessoa usará essa substância para encher os músculos e o fígado que, posteriormente, será reutilizado como combustível nas atividades físicas. Um cidadão sedentário deslocará os excessos direto para a gordura de depósito", explica Zogaib. "Os benefícios são constantes e permanentes. Uma pessoa de 60 anos que faz exercícios vai controlar melhor diversas funções fisiológicas. Quem faz exercícios desde pequeno chegará à terceira idade com uma qualidade de vida infinitamente melhor do que uma pessoa sedentária", garante o médico.

Nem tudo é futebol ou balé

O caminho para que uma criança se engaje numa modalidade pode estar em outro esporte que não os mais populares. Saiba como incentivar seu filho a praticar esportes em cada fase da infância:


A partir dos seis meses

É preciso dar ênfase à parte lúdica da atividade física. Como deve ser acompanhado pelos pais, favorece o estreitamento de laços familiares.

Modalidades: natação


De 3 a 5 anos

As atividades físicas devem ser meramente recreativaa e somar de três a quatro horas por semana. Dessa forma, o esporte ajuda a trabalhar a parte lúdica, motricidade, respiração e disciplina.

Modalidades: natação e futebol


De 6 a 9 anos

Nesta faixa etária as crianças podem começar a elaborar os movimentos. Aquelas sem problemas de socialização podem praticar modalidades esportivas, mas sem nenhum tipo de pressão por resultados. A prática de modalidades coletivas estimula o convívio social e o respeito ao companheiro e ao adversário.

Modalidades: futebol, futsal, natação, balé, ginástica olímpica, vôlei, basquete, tênis, esgrima, badminton, atletismo, tênis de mesa, beisebol, softbal, remo, hipismo e artes marciais.


De 10 a 12 anos

Crianças nessa faixa etária já podem participar de pequenas competições, uma vez que já possuem estruturas psicológicas para lidar com a vitória e a derrota.
O esporte ainda deve ser recreativo, mas o trabalho para o direcionamento para uma ou duas modalidades preferidas já pode ser intensificado.

Modalidade: as de preferência da criança.


A partir dos 12 anos

A puberdade marca, também, um aumento das secreções hormonais. Essa característica fisiológica permite que o esporte passe a ser praticado com mais intensidade, mas sem exageros. Entretanto, os educadores ainda não devem pressionar para os treinos de fortalecimento físico e a repetição de movimentos para evitar que a criança enjoe da atividade. Treinos intensivos só a partir dos 16 anos.

Modalidade: as de maior aptidão da criança

Fonte: Revista Viva Saúde - por Ivan Alves

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Quais são os profissionais mais felizes?


Quais são os profissionais mais felizes?

O topo é solitário, mas satisfaz. No Brasil, o sujeito que dá as cartas e os contracheques – o dele, de uns R$ 20 mil – é justamente o que se declara mais feliz com sua profissão. Em compensação, alguns lanterninhas salariais, como porteiros e office-boys, estão mais contentes do que muito advogado e jornalista por aí.

As conclusões vêm de uma pesquisa do Instituto Catho, maior portal de recursos humanos da América Latina, que pediu a 42 mil profissionais que avaliassem 11 itens: comprometimento dos colegas, integração entre as áreas, possibilidade de crescimento, satisfação das pessoas, comunicação entre comando e comandados, serviços de RH, investimento no desenvolvimento dos funcionários, sentimento de recompensa no trabalho, métodos das avaliações de desempenho, salários e critérios de promoção.

Com base nesses dados, o economista Mário Fagundes estipulou o Índice de Favorabilidade, um termômetro da felicidade no trabalho. Fagundes descobriu que, para o brasileiro, pegar no batente não tá sendo fácil: só em 21 dos 963 cargos pesquisados houve 50% ou mais de satisfação – a média ficou em 27%.

Pesquisas desse gênero são vistas com reserva pelo Ph.D. em psicologia quantitativa pela Universidade de Illinois Moisés Balassiano. “Não há felicidade, mas momentos felizes. Com uma pesquisa dessas, você tem uma foto, não o filme todo.” Um fato revelado pelos números é que um bom futuro melhora o presente: quanto mais chance de crescer na carreira, maior a satisfação no cargo. Como já havia sacado Thomas Jefferson, o importante não é ter a felicidade, mas buscá-la.

Roda da fortuna

Algumas profissões, agrupadas por atividade, com seu índice de satisfação

Saúde
A área de medicina, odontologia e farmácia é um microcosmo de todas as profissões: em todos os quesitos, as médias deste setor são muito próximas das do conjunto.

Proletariado
Apesar da baixa média salarial, alguns destes profissionais têm índice de felicidade superior aos 27% da média, acima de outros com mais status.

Tecnologia
Apesar de o setor concentrar as “profissões do futuro”, isso não se reflete em salários mais altos nem em uma média maior de satisfação.

Comunicação
Avaliações e critérios de promoção nebulosos não ajudam, mas o que faz a média despencar é a pergunta: “As pessoas se sentem recompensadas?”

Educação
Professores do ensino fundamental e médio têm satisfação média de 30%, contra um índice de 23% entre os colegas da universidade.

Diversos
Mais um indício de que o diploma não traz felicidade profissional. A satisfação em uma profissão não tem necessariamente a ver com o status relacionado a ela.

Administrativos
Toda corporação precisa destes profissionais. Aparentemente, a especialização que diferencia da massa traz mais satisfação.

Vale à plena
Entre os 963 cargos pesquisados, vários representam diferentes níveis da mesma atividade, de estagiário a diretor. Dentro de uma mesma profissão, escolhemos o que a pesquisa chama de “pleno” o profissional nem júnior nem sênior, em meio de carreira.

Texto Anna Balloussier e Emiliano Urbim

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Paciência


Paciência

No parque, uma mulher sentou-se ao lado de um homem.

Ela disse:
Aquele ali é meu filho, o de suéter vermelho deslizando no escorregador.

- Um bonito garoto - respondeu o homem - e completou: - Aquela de vestido branco, pedalando a bicicleta, é minha filha.

Então, olhando o relógio, o homem chamou a sua filha.

- Melissa, o que você acha de irmos?

Mais cinco minutos, pai. Por favor. Só mais cinco minutos!

O homem concordou e Melissa continuou pedalando sua bicicleta, para alegria de seu coração.

Os minutos se passaram, o pai levantou-se e novamente chamou sua filha:
- Hora de irmos, agora?

Mas, outra vez Melissa pediu:
- Mais cinco minutos, pai. Só mais cinco minutos!

O homem sorriu e disse:
- Está certo!

- O senhor é certamente um pai muito paciente - comentou a mulher ao seu lado.

O homem sorriu e disse:

- O irmão mais velho de Melissa foi morto no ano passado por um motorista bêbado, quando montava sua bicicleta perto daqui. Eu nunca passei muito tempo com meu filho e agora eu daria qualquer coisa por apenas mais cinco minutos com ele.

Eu me prometi não cometer o mesmo erro com Melissa.
Ela acha que tem mais cinco minutos para andar de bicicleta.
Na verdade, eu é que tenho mais cinco minutos para vê-la brincar...

Em tudo na vida estabelecemos prioridades.
Quais são as suas?

Lembre-se: nem tudo o que é importante é prioritário, e nem tudo o que é necessário é indispensável!

Dê, hoje, a alguém que você ama mais cinco minutos de seu tempo.

Autor desconhecido

7 alimentos que prolongam a vida

A fórmula da juventude pode ser servida à mesa. Com benefícios comprovados, estes poderosos nutrientes vão ajudá-la a melhorar a saúde e redobrar a disposição e o bem-estar. Bom apetite!


1. TOMATE FORTALECE A MEMÓRIA

Já se sabe que ele é rico em licopeno, antioxidante que previne o câncer e impede a formação do mau colesterol. Mas um estudo recente, da Universidade de Kentucky, nos Estados Unidos, comprovou que o tomate também é fonte de ácido ferúlico, que preserva os neurônios da degeneração provocada pelo stress oxidativo, protegendo contra os males de Alzheimer, de Parkinson e a demência senil. "Duas unidades por dia são suficientes para retardar o aparecimento dessas doenças em quem apresenta predisposição genética a elas", diz o endocrinologista Wilmar Accursio, presidente da Sociedade Brasileira de Antienvelhecimento. Como o fruto é um dos alimentos que mais retêm agrotóxicos em sua casca, prefira os orgânicos.

2. ALHO AUMENTA A IMUNIDADE

Rico em componentes que ativam o sistema imunológico e combatem vírus, bactérias e fungos que causam infecções, o alho pode agir como coadjuvante no tratamento de resfriados, gripes e aftas, por exemplo. "Além disso, graças aos compostos fitoquímicos (alicina e ajoeno), o alimento ajuda a baixar os níveis de açúcar no sangue e tem ação antioxidante importante no controle do câncer", afirma o endocrinologista Filippo Pedrinola, de São Paulo. Seus compostos ainda inibem a produção do mau colesterol e impedem a arteriosclerose - o espessamento da parede das artérias causado pelo depósito de gorduras. Para colher os benefícios, o médico sugere a ingestão diária de 600 a 900 miligramas de alho cru amassado (um dente grande ou dois pequenos).

3. FRUTAS VERMELHAS PROTEGEM CONTRA O CANCÊR

Amora, framboesa e morango contêm ácido elágico, que evita o envelhecimento precoce das células e a formação de tumores, segundo pesquisa da Universidade de Brasília publicada em 2006. Além disso, essas frutas têm flavonóides, com propriedades antiinflamatórias, antialérgicas e anticancerígenas. Nesse grupo, Jocelem Salgado, presidente da Sociedade Brasileira de Alimentos Funcionais, destaca o mirtilo, que ajuda a reverter o declínio das funções cerebrais e previne cataratas e glaucoma. A nutricionista Vanderlí Marchiori, de São Paulo, sugere o consumo diário de duas taças com um mix de frutas vermelhas (de preferência, orgânicas), um copo de suco (vale usar frutas congeladas) ou duas xícaras de chá feito com as folhas.

4. CASTANHA-DO-PARÁ RETARDA O ENVELHECIMENTO

Ela é fonte de vitamina E e selênio, que colaboram para frear a produção de radicais livres, desacelerar o envelhecimento e reduzir o risco de doenças do coração. O mineral, ingerido em doses recomendadas (entre 55 e 70 gramas por dia), evita a propagação do câncer, atua no equilíbrio do hormônio da glândula tireóide e fortalece a imunidade. Um estudo conduzido por pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e professores da Universidade Federal do Acre comprovou a eficácia da castanha e de alimentos enriquecidos com farinha de castanha-do-pará na recuperação de crianças desnutridas na Amazônia. "Uma unidade por dia é capaz de suprir as necessidades diárias de selênio", diz Vanderlí Marchiori.

5. MAÇA ACALMA O ORGANISMO

O que não faltam são razões para consumir a fruta, de preferência com casca e tudo. Uma unidade contém 85% de água em sua composição e 5 gramas de fibras solúveis e insolúveis, o que significa entre 15 e 20% da dose diária indicada para que o organismo funcione bem. Mas o poder maior da fruta está na quercitina, fitonutriente que reduz os riscos de desenvolver doenças cerebrovasculares e câncer no estômago, fígado e pulmão, principalmente. Cientistas do Núcleo de Pesquisa em Alimentos Funcionais da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul descobriram ainda que as pessoas que comem pelo menos cinco maçãs por semana respiram e dormem melhor e apresentam menos probabilidade de ter problemas na garganta.

6. LINHAÇA CONTROLA A OSCILAÇÃO HORMONAL

O alimento é extremamente rico em ácidos graxos ômega 3, baixa o colesterol ruim e a taxa de triglicérides. Estudos recentes atribuem à linhaça propriedades que ajudam a controlar os hormônios. Ela amenizaria os efeitos da TPM e os fogachos da menopausa. "Além disso, a semente é um alimento biogênico, ou seja, é capaz de guardar informações genéticas para a formação de novos seres e, portanto, também funciona como um revitalizante poderoso das funções físicas e mentais", diz a química Conceição Trucom, autora do livro A Importância da Linhaça na Saúde (editora Alaúde). Ela recomenda ingerir uma colher de sopa da semente por dia, polvilhada sobre saladas ou iogurtes ou misturada a pães e bolos.

7. IOGURTE PREVINE DOENÇAS

O valor desse alimento está nos 6 milhões de bactérias probióticas por mililitro. "Além de equilibrar a flora intestinal, elas auxiliam no trabalho de absorção dos nutrientes", diz a endocrinologista Alessandra Rascovski, de São Paulo. No livro A Dieta Perricone - Aprenda a Perder Peso e Cuidar da Pele e da Saúde ao Mesmo Tempo (editora Campus), o dermatologista americano destaca que o consumo regular de alimentos probióticos previne infecções causadas por fungos, melhora a imunidade, controla o colesterol e reduz o risco de câncer. Um copo de iogurte por dia já traz todos esses benefícios desde que não tenha corantes, conservantes, espessantes nem adição de açúcar - tudo isso pode atrapalhar a sobrevivência das bactérias no organismo.

Fonte: Planeta Sustentável - Por Marcia Di Domenico

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

BIG BROTHER BRASIL


BIG BROTHER BRASIL

(Luiz Fernando Veríssimo)

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB),produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço...A décima primeira (está indo longe!) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil,... encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

Dizem que em Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB é a pura e suprema banalização do sexo.

Impossível assistir, ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos, na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais.
O BBB é a realidade em busca do IBOPE...

Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB. Ele prometeu um “zoológico humano divertido” . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.

Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo.

Eu gostaria de perguntar, se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.

Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis?

São esses nossos exemplos de heróis?

Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros: profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor, quase sempre mal remunerados..

Heróis, são milhares de brasileiros que sequer têm um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir e conseguem sobreviver a isso, todo santo dia.

Heróis, são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.

Heróis, são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada, meses atrás pela própria Rede Globo.

O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral.

E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!

Veja o que está por de tra$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.

Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social: moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?

(Poderiam ser feitas mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores!)

Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.

Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ler a Bíblia, orar, meditar, passear com os filhos, ir ao cinema..., estudar... , ouvir boa música..., cuida r das flores e jardins... , telefonar para um amigo... ,visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir.

Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construída nossa sociedade.

Um abismo chama outro abismo.