segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Estratégias para evitar o cansaço

Da ingestão de peixe aos exercícios, conheça seis práticas que dão energia e ajudam a vencer a fadiga

Uma pesquisa recente do Ibope afirma que 98% dos brasileiros se dizem cansados e 61%, exaustos. Para ajudar a reverter essa epidemia de fadiga, listamos atitudes que dão disposição de sobra. Confira:

1) Pratique exercícios
A atividade física moderada – corrida ou caminhada por 30 minutos ao dia, cinco vezes por semana – dá fôlego, levanta o astral e aplaca o estresse. Saiba mais: Descubra como o café alivia tensão, estresse e depressão.

2) Durma bem
Priorize um quarto escuro e sem ruídos e nada de levar celular, tablet ou notebook para a cama. A luz das telas inibe a produção da melatonina, o hormônio do sono.

3) Coma peixe e beba água
Há indícios de que uma dieta rica no ômega-3 dos pescados ajuda a combater o cansaço e o desânimo. Desidratação também derruba a vitalidade – então, dá-lhe água!

4) Respire ar puro
Ao suar a camisa, busque, se possível, se exercitar às vezes em um parque ou uma praça. Um estudo escocês revela que isso debela ainda mais a ansiedade.

5) Cochile à tarde
Segundo pesquisa da Universidade da Califórnia (EUA), uma soneca de 15 a 20 minutos melhora a concentração e o aprendizado. Renova a energia mental.

6) Arrume a sua casa
Um estudo da Universidade Princeton (EUA) aponta que o ambiente desorganizado eleva o estresse. Minimizar a bagunça torna o ambiente mais revitalizante.


Fonte: http://saude.abril.com.br/mente-saudavel/estrategias-para-evitar-o-cansaco/  - Por André Bernardo - Ilustração: Daniel Almeida

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Médico dá 4 dicas infalíveis para seu corpo ter mais energia

Está se sentindo muito cansada? Comer bem, descansar e priorizar o que alegra você são boas saídas para ganhar disposição

Pergunte às pessoas próximas a você a frequência com que elas se sentem cansadas e a resposta mais provável certamente será: “quase sempre”. Até a ciência já constatou que vivemos uma epidemia de cansaço. Segundo o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, um em cada cinco americanos reclamam que a fadiga chega a atrapalhar sua rotina.

Os motivos por trás de tanto desânimo e desgaste são muitos. Em um artigo publicado recentemente no site mindbodygreen.com, o médico Jacob Teitelbaum, especialista em medicina integrativa, aponta alguns deles: falta de vitaminas e minerais devido ao alto consumo de alimentos industrializados, poucas horas de sono e stress seriam os grandes culpados pelo cansaço coletivo.

A boa notícia é que dá para contorná-los. Confira a seguir as dicas de Teitelbaum:

1. Alimente seu corpo
Diminuir o consumo de açúcar e comer mais grãos e alimentos integrais é a sugestão do especialista quando se trata de alimentação. A exceção, diz o médico, é o chocolate, que em quantidade moderada e na versão certa (amarga!) só traz benefícios para a saúde – entre eles o bem-estar. Para contornar o déficit nutricional, além de variar os ingredientes do prato e dar preferência a itens naturais, pode ser uma boa apostar nos multivitamínicos. Mas nada de tomar cápsulas ou bebidas por conta própria: a orientação de um médico ou nutricionista é fundamental.

2. Mexa o esqueleto
“Quando se trata de eficiência, nossos corpos têm uma abordagem simples: ‘use ou perda’, afirma Jacob Teitelbaum. Isso significa que ser sedentário só prejudica o organismo. A orientação é praticar uma atividade que seja divertida para você e, se possível, ao ar livre. Até sexo entra na jogada. “Alguns estudos já mostraram que transar regularmente faz você parecer até 10 anos mais jovem”, revela o médico. Saiba mais: Conheça os benefí­cios proporcionados pelos exercí­cios fí­sicos ao ar livre – Patrocinado
3. Descanse
Uma boa noite de sono é fundamental para repor as energias e recuperar os músculos. Se você tem insônia, Jacob sugere recorrer a soluções naturais, a exemplo de melatonina, magnésio e ervas como valeriana e teanina. Mas, de novo, vale a dica: consulte um profissional antes de aderir a qualquer uma dessas terapias.
Entenda: Dormir mal faz você comer 385 calorias a mais no dia seguinte
O médico também sugere aplicar um pouquinho de spray de lavanda no quarto ou no travesseiro antes de dormir, já que o cheiro da planta ajuda o sono a vir.
Não tem tempo de dormir? “Liste as coisas que você não gosta de fazer durante o dia”, propõe Teitelbaum. Isso vale para qualquer atividade que, no fundo, você sabe que não é tão relevante assim. Sempre que possível, use o período desses compromissos para tirar uma soneca.

4. Escolha o que faz você feliz
Não adianta: quem não gosta da própria rotina, nunca encontrará energia suficiente! A sugestão do médico é reunir numa lista tudo aquilo o que costuma fazer e separá-las entre as coisas que proporcionam bem-estar ou não. Entre os itens do segundo grupo, classifique o que você deve mesmo cumprir e o que acha que precisa entregar. A proposta de Jacob é transferir a energia dessa última para as experiências positivas. “Você vai se impressionar com o quanto seu pique vai aumentar”, garante o especialista.


sábado, 25 de fevereiro de 2017

Poluição da rua faz mal para quem treina outdoor?

A fumaça de carros e ônibus preocupa quem treina outdoor. Descubra se respirar essa poluição anula os benefícios da prática

Muita gente que treina outdoor se pergunta se fazer exercício respirando a fumaça de carros e ônibus não anula os benefícios da prática. A resposta é não. “Fazer atividade física, apesar do ar carregado, previne e combate mais problemas de saúde do que poderiam ser causados pela poluição e pelo sedentarismo”, comenta o médico especialista em medicina do esporte Jomar Souza, de Salvador (BA).

Mesmo assim, vale tentar reduzir a exposição aos poluentes: escolha as primeiras horas da manhã (quando a concentração de partículas de poluição no ar tende a ser menor) e busque locais arborizados, de preferência sem fluxo de veículos.


6 doenças que causam cansaço

Em alguns casos, a sensação de fadiga é fruto de problemas de saúde. Saiba quais são eles:

Você dorme bastante e mesmo assim fica sem disposição para aguentar o dia? Cuidado! O cansaço pode ser um dos primeiros sinais de várias doenças. Confira:

Anemia
Baixa na produção de hemoglobina, proteína que transporta o oxigênio pelo sangue, gera fraqueza e indisposição. Existem tipos hereditários e os associados à falta de ferro.

Apneia
Um dos principais distúrbios do sono, reduz a oferta de oxigênio para o organismo ao restringir a passagem de ar pelas vias aéreas. Resultado: sonolência excessiva no dia seguinte.

Hipotireoidismo
Os hormônios da tireoide ditam o ritmo de trabalho das células de todo o corpo. Quando cai ou cessa a produção, o indivíduo padece de fadiga, desânimo e apatia.

Depressão
Mais do que cansaço, pessoas com diagnóstico de depressão relatam prostração. Em resumo, não sentem ânimo para fazer as refeições, sair de casa, ver amigos… Saiba mais: Depressão. Uma doença seria e incapacitante saiba como ela age. – Patrocinado

DPOC
Na fase inicial, a doença ligada ao tabagismo tira o fôlego num sobe e desce de escada. Com os anos, porém, tomar banho em pé ou ficar muito tempo deitado na mesma posição exige esforço.

Fadiga crônica
De origem desconhecida e difícil diagnóstico, a síndrome, que afetaria 1,5% da população, traz repercussões físicas e cognitivas. Há quem fique de cama por causa dela.


Fonte: http://saude.abril.com.br/mente-saudavel/6-doencas-que-causam-cansaco/ - Por André Bernardo - Foto: Zé Otávio

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Conheça as melhores frutas para hidratar o corpo no verão

Para aproveitar ao máximo o teor de água, as frutas que ajudam a hidratar o corpo devem ser consumidas in natura ou usadas em receitas que não vão ao fogo

É comum, durante o verão, termos que dar um reforço extra na hidratação do corpo, já que há uma constante exposição ao sol e às altas temperaturas da estação. E tem forma mais gostosa de auxiliar essa reposição de água e sais minerais do organismo do que consumindo frutas?

“Além de ajudar no aporte de água, as frutas ajudam a repor os sais minerais, como sódio, potássio e magnésio, que perdemos no suor, principalmente durante atividades físicas, e são muito importantes para o bom funcionamento do organismo. As frutas com maior teor de líquidos são a melancia, o morango, a ameixa, o abacaxi, o melão, a acerola, o limão e a laranja”, explica a nutricionista Renata Guirau, do Oba Hortifruti.

A melhor forma de aproveitar este benefício é consumir as frutas in natura. Contudo, elas também podem ser combinadas em receitas frias. “Salada de frutas, sucos, vitaminas, picolés caseiros e salada de folhas, por exemplo, são preparações que não precisam ir ao fogo e, dessa maneira, o teor de água da fruta é aproveitado ao máximo”, orienta a nutricionista.

Com base em uma dieta equilibrada, o ideal é que sejam ingeridas de 2 a 3 porções de frutas variadas ao longo do dia, porém é importante lembrar que elas apenas auxiliam na hidratação e não substituem o consumo de água em si.


7 cuidados que todo mundo precisa ter com a higiene íntima

Sabia que higiene íntima em excesso pode fazer mal? Que o sabonete normal não é bom para esta região? E que calcinha de algodão é a melhor opção? Sua resposta para todas as questões foi “não”? Sem problemas, te contamos tudo agora!

Grande parte dos jovens aproveita bastante o Carnaval, seja dançando, cantando, rindo e namorando. Considerada a temporada oficial da paquera, neste período, muitos adolescentes passam o dia inteiro na folia e acabam esquecendo dos cuidados básicos com a higiene íntima. Pensando nisso, conversamos com alguns profissionais que revelaram dicas que fazem toda a diferença. Olha só!

Contra os fungos!
Durante a folia, muitas meninas esquecem de ter atenção com a higiene e podem colocar a saúde em risco, como por exemplo, ao passar o dia inteiro com o biquíni ou short molhados. Segundo a ginecologista Iara Linhares, o calor e a umidade da região são ingredientes para a proliferação de fungos e, sem saber, elas estão contribuindo diretamente para o surgimento da candidíase. Estima-se que a doença afetará quase 75% das mulheres em idade reprodutiva pelo menos uma vez na vida, é o que diz o Centers for Disease Control and Prevention.

Termômetro de saúde
É assim que o pH vaginal é citado pela sexóloga Sônia Eustáquia. Esta sigla significa potencial hidrogeniônico, que mede o grau de acidez ou alcalinidade da vagina. Uma vagina saudável tem um pH ácido, mais baixo do que sete. O grau normal pode variar de 3,8 a 4,2, porque esta é a condição ideal de sobrevivência dos lactobacilos representantes da flora microbiana que povoa o ambiente vaginal saudável. A redução destes lactobacilos é a principal causa de irritações e infecções vaginais.

Cheirinho comum
Toda vagina tem cheiro, não adianta fugir dele. O odor comum chega até a se assemelhar ao cheiro do iogurte. Já a secreção vaginal comum é aquela composta de substâncias incolores. Ela é translúcida e sem impurezas.

Olha o exagero
É comum a vagina ter alguns odores e secreção incolor, então vá com calma, tome cuidado para não exagerar na limpeza a fim de eliminar esse cheirinho. A limpeza em excesso pode tirar as defesas naturais da vagina e fazer mudanças radicais no pH e na região genital.

Papel x lenços umedecidos
Sempre que puder, após as idas ao banheiro, use lenços umedecidos não perfumados (os com perfume podem causar alergias), que são mais higiênicos que o papel, que pode deixar muitos resíduos e causar irritações e infecções.

Calcinha certa
Jamais ignore a ida ao shopping para comprar calcinhas, pois ela é superimportante e merece sua atenção. Para o dia a dia, prefira as de algodão, que são confortáveis e deixam a região “respirar”. Nos dias mais quentes, higienize a região genital mais vezes por dia e troque sempre a calcinha. Também prefira roupas que não abafem a região, como saias e vestidos.

Sabonete do bem
Se você higieniza a região genital com sabonete normal, bora mudar este hábito, pois está fazendo errado. O sabonete comum é adstringente e pode irritar, retirando as defesas naturais da região. Prefira os próprios para a área íntima, que contêm o pH necessário – em torno de 5 ou 6 – para manter a região equilibrada, e prefira sempre os líquidos para evitar a contaminação.

Quem deu as dicas: Sônia Eustáquia, sexóloga e psicóloga pós-graduada em sexualidade humana, Iara Linhares ginecologista docente da disciplina de ginecologia do departamento de ginecologia e obstetrícia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e o urologista Eduardo Bertero chefe de andrologia da Sociedade Brasileira de Urologia.


Fonte: http://atrevida.uol.com.br/beleza/meu-corpo/7-cuidados-que-todo-mundo-precisa-ter-com-a-higiene-intima/11977# - Texto: Aline Marchiori | Adaptação Web: Nathália Henrique - Foto: Shutterstock

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Sucos fit para tomar antes, durante e depois do Carnaval

Aprenda a preparar três opções da bebida com ingredientes que fortalecem o sistema imunológico, dão energia e proporcionam efeito detox

SUCO REVIGORANTE PRÉ-CARNAVAL
Para conseguir uma dose de disposição para enfrentar as tarefas diárias antes do feriado prolongado: ele tem ingredientes que fortalecem o sistema imunológico e protegem contra enfermidades, como resfriados e gripes.

Dentre os itens da receita, se destaca a uva. Ela é rica em carboidratos, conhecidos por fornecer energia instantânea, e é extremamente benéfica à saúde do coração, pois aumenta o nível de óxido nítrico no sangue, que por sua vez irá reduzir a coagulação.

Ingredientes
1 litro de suco de uva integral
200 ml de suco de limão
4 unidades de banana nanica
300 gramas de polpa de açaí
100 gramas de aveia
Mel a gosto para adoçar

Modo de Preparo
Junte todos os ingredientes e bata no liquidificador até ficar homogêneo. Não precisa coar.

SUCO ENERGIZANTE PARA O CARNAVAL
Sucos de cor bem vibrante e coloridos são fontes naturais de energia – você vai precisar de muita para pular nos quatro dias de folia -, além de vitaminas, minerais, enzimas e vários outros nutrientes. Colorir sua bebida com beterraba pode turbinar seu pique nos bloquinhos, já que ela melhora a oxigenação das células por meio da vasodilatação.

Outro grande ícone neste suco é a goji berry. Originária das montanhas do Tibet, ela é muito rica em antioxidantes, que combatem o envelhecimento e outras degenerações do organismo. A frutinha também ajuda a fortalecer o sistema imunológico, melhora a qualidade do sono e o desempenho atlético.

Ingredientes
700 gramas de beterraba crua
100 gramas de goji berry
300 gramas de morango
1 litro de água de coco
300 ml de suco de laranja

Modo de Preparo
Junte todos os ingredientes e bata no liquidificador até ficar homogêneo. Coar, se preferir.

SUCO DETOX PÓS CARNAVAL
Para curar a ressaca e os excessos dos dias em que você deixou a dieta de lado: o suco detox twist conta com ingredientes balanceados que irão ajudar a se desintoxicar, como o gengibre, que combate o mal-estar do estômago e age em nosso organismo como um desintoxicante natural, e o abacaxi, que auxilia no emagrecimento e facilita a digestão.

Ingredientes
500 gramas de abacaxi
1 limão (suco)
3 cenouras
2 talos de salsão
20 gramas de gengibre

Modo de preparo
Junte todos os ingredientes, bata no liquidificador até ficar homogêneo e coe.

*Receitas desenvolvidas pelo chef Rodrigo Mezadri, do hotel Hilton São Paulo Morumbi, em São Paulo, em parceria com a nutricionista Thaisa Galvão.